28 de janeiro de 2015

O terror da varicela

Os primeiros dois dias foram tranquilos, mas ontem ao início da noite o caso mudou de figura. Começou uma coceira monstra e ele começa a ficar desesperado. Quis dar banho com maizena, mas ele não quis. Não conseguiu adormecer. Esteve a noite toda acordado. Vio para a nossa cama a ver televisão com o meu marido a soprar as borbulhas. Um desespero para ele não se coçar. De manhã liguei logo para o centro de saúde. Agendaram-nos consulta para a hora de almoço. Ele estava cada vez pior. Tem borbulhas na boca, dentro da boca, nas pálpebras... Não tem um milímetro de pele que não esteja em borbulha. E muitas estão em ferida porque ele coçou ontem à noite. Para o tentar animar passámos no MacDonald's, mas ele estava sem fome e mal comeu. Fomos vistos pelo médico de família, que o tinha visto na segunda feira, e receitou-lhe Atarax e o creme Pruriced da Uriage, mas nem imaginam o que ele grita com o creme. Parece que o estamos a matar. Nunca o tinha visto tão transtornado. Estava colérico enquanto eu lhe punha o creme, gritava, esperneava, batia-me com dores... Esteve a chorar uma boa hora depois de lhe pôr o creme, mas eu percebi que quando passou o ardor ele estava mais aliviado, mas ele só de falar no creme começa aos gritos e a chorar... Ai, coitadinho. Felizmente o Atarax fê-lo cair redondo na cama. Esperemos que se aguente a noite toda, que ele não dormiu a noite passada nem hoje durante o dia e está mesmo a precisar de descansar.

2 comentários:

  1. Já passei por isso é um tormento.
    Aos meus deram Zovirax xarope, dá cabo dos vírus e a varicela passa mais rápido.
    As melhoras!
    vidademulheraos40.blogspot.com.

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!