31 de outubro de 2012

Dia das bruxas

Não ligo nenhuma ao dia das bruxas, mas o meu pai adorava e quando estávamos por estes dias na nossa quinta na Serra da Estrela o meu pai abria e recortava abóboras e colocava lá dentro velas. Depois, já de noite, chamava-nos à janela para vermos o efeito das cabeças de abóboras naquelas noites escuras e frias. Momentos de infância. Não consigo olhar para estas abóboras recortadas sem me lembrar do meu pai...

Dia de mimo

Por causa do galo de ontem e de uma virose gástrica que anda pela sala da creche decidimos que hoje o piolho ficava comigo em casa. Entre birras, ida ao parque com um dos primos e visita de uma grande amiga com os seus filhos foi um dia muito bom. A certa altura, parecia que o Sandy tinha atravessado a minha sala, mas ficou tudo arrumado antes do banho e do jantar. Deixo-os brincar à vontade, mas exijo sempre que os brinquedos fiquem arrumados nos devidos sítios. Não há nada que irrite mais que andar a tropeçar em carros e a espetar peças de legos nos pés. 

30 de outubro de 2012

Um novo "galo"

Estávamos sentados num banco de jardim a lanchar no parque, já no lusco-fusco, enquanto esperávamos que o pai acabasse de trabalhar, quando o meu filho para ver para onde tinha caído o pauzinho do snack da Vaca Que Ri acabou a dar um valente trambolhão de cabeça. Eu vi a queda, mas não tive reflexos suficientemente rápidos para lhe deitar a mão. Muito choro. Testa a sangrar. Mãe aflita. Corri para a farmácia da frente onde uma simpática farmacêutica lhe limpou e desinfectou a ferida e lhe colocou um penso. Foi só um susto, mas temos de estar atentos nas próximas horas. O galo baixou com o gelo (em versão ervilhas congeladas), pai comprou-lhe uns mini chocolates do boneco Max e fez-lhe desenhos no penso. O meu filhote já dorme tranquilo, mas o coração da mãe é que ainda está acelerado. 

Recolha de céulas estaminais parte 2

Voltando ao post sobre esta matéria fui contactada pela Lusocord (depois de enúmeros telefonemas falhados) e informaram-me que o banco está suspenso até Janeiro no sentido de novos dadores e entregas de Kit's, mas mantém-se a funcionar para quem precisar de células. Desta feita, só em Janeiro me poderão dar mais informações sobre os procedimentos, pois alguns deles irão mudar. O médico que me ligou foi muito simpático e atencioso. Vamos ver...

Camila

E hoje de manhã, do nada, no carro, o meu marido disse como quem não quer a coisa que gosta do nome Camila. Acho o nome Camila muito brasileiro. Eu gosto de Amélia, de Caetana e de Luísa.

Quando há 3 anos soubemos que íamos ter um rapaz a filha de uns amigos nossos, na altura com 8 anos, disse, muito aliviada, que ainda bem que era rapaz porque não tínhamos nome para menina. E parece que continuamos com o mesmo problema... Como não há consenso é provável que venha aí mais um rapazote!

Babycare

 

Hoje comprei uma nova marca para experimentar. Chama-se Babycare, compra-se nas farmácias, e tem um preço muito convidativo. Pelo que estive a analisar é uma marca portuguesa. Vou experimentar e depois digo alguma coisa. Mais, aqui.

E hoje é o dia da Prevenção do Cancro da Mama

E hoje é o dia em que a minha amiga (37 anos) começa a primeira sessão do primeiro ciclo de quimioterapia, após ter descoberto que tem cancro da mama. Para ela, e para todas as mulheres que sofrem com esta terrível doença, um beijo de muita força. São cada vezes mais as mulheres a quem é detectado este tipo de cancro, mas também são cada vez mais as mulheres que ganham esta dura batalha. Mais informações aqui.

Recolha de céulas estaminais

Alguém fez a recolha das células estaminais do cordão umbilical através do banco público? Chama-se Lusocord, mas ando há vários dias a tentar entrar em contacto com eles, mas sem resultados. Do meu primeiro fiz a recolha através da Crioestaminal, mas desta vez estávamos tentados a experiementar o banco público... Mas não sei. Estou com algumas dúvidas...

29 de outubro de 2012

E a semana começou assim...

Em conversa enquanto o despia para o banho.

Mãe: qual foi a história que aprendeste hoje na escola?
Filho: eu mordi duas vezes a Marina e fiquei na cadeira sentado e não fui ao ginásio onde a Maria contou a história.
Mãe: (já não sabe o que dizer a tanto mau comportamento) Oh, filho, mas porque é que mordeste a tua amiguinha?
Filho: apeteceu-me mesmo.

Nem me lembro o que lhe disse depois. Todos os dias se porta mal. Todos os dias a educadora me diz que ele se portou mal, mas geralmente quando sou eu a ir buscá-lo é ele que me diz logo que fez asneiras. Dizia no outro dia a auxiliar que o acompanha desde o berçário: quem o viu e quem o vê.
O meu filho anda virado do avesso e parece fazer gala disso. Bem tenho lido artigos e livros de pediatria e psicologia parental, mas é tão difícil saber o que fazer e dizer. Sei que esta idade é uma fase de afirmação e de estabelecer limites. Sei que faz parte ele testar-nos. Sei que é uma fase e que irá passar, mas eu e o meu marido estamos muito preocupados com o comportamento dele. Mesmo em casa só quer brincar às lutas, aos moches... 

Ajudar quem mais precisa

A propósito de um post da Bi resolvi partilhar aqui os pedidos e listas de necessidades de algumas das Associações que me tocam ao coração e que gosto de ajudar. Claro que há muitas outras, mas deixo aqui estas três.

  • Espreitem aqui para ver como ajudar a Ajuda de Mãe.
  • Aqui podem ver as necessidades actuais da Ajuda de Berço.
  • E aqui podem ver como contribuir para o Banco Alimentar.
E numa altura em que há (infelizmente) tanta gente sem trabalho que tal dar algumas das horas do seu dia ao voluntariado?





Quando nasce um bebé, nasce uma mamã.

Tão verdade e tão bonito...

Está oficialmente aberta a época das ranhocas...

E a máquina de aerosois já anda a bombar! Muita tosse e ranhoca no nariz. É o marco da chegada do Outono e do frio às casas com pequenas crianças.

28 de outubro de 2012

"Galo Gordo" - Este dia vale a pena!

Ontem levámos o nosso filho ao concerto do "Galo Gordo" no Centro Olga Cadaval em Sintra. Pensámos que ele ia adorar - eu adorei o que ouvi - e ele estava super entusiasmado porque adora ir a espectáculos, mas não gostou muito das músicas. Não sei se foi por não as conhecer de antemão, mas quis sair antes do tempo. Viu quase tudo e também não forçámos a ficar lá. Há-de acontecer algumas vezes. Pensamos que vai ser um sucesso e, no final, não é. Depois fomos até Sintra onde ele adorou ver os cavalos e as charretes e terminámos a tarde a comer castanhas assadas. Foi bom!

27 de outubro de 2012

As primeiras roupas do nosso novo bebé

Que alegria, emoçãoe alívio foi ontem a ecografia. A entrar na 13 semana de gravidez vimos o nosso Baby a saltitar dentro de mim. Está (É) perfeito e a crescer dentro dos parâmetros normais. É lindo. É o nosso bebé. E para comemorar comprei-lhe as primeiras roupinhas.

Vejam este vídeo

http://tvbrasil.ebc.com.br/reporterbrasil/video/32069/

Nunca é demais alertar para os perigos das redes socais.

Perspicácia Infantil

Hoje de manhã o meu filho estava a ver os desenhos animados do gato Henrique que chega ao restaurante, pede alguma coisa para comer, não há e ele tem de ir à procura (supermercado, horta, ect). Hoje ele queria batatas. Quando chegou à horta disse:
- O Henrique quer batatas!

E diz o meu filho:
-Óh mãe, ele não disse faz favor...

É verdade, meu amor. Pensamos que não fica lá nada, mas fica!

25 de outubro de 2012

Yupi!

Maridão acabou de chegar cheio de delícias gastronómicas de Castelo de Vide. Foi agora beijocar piolho Júnior que já estava na cama e depois é todo meu! E hoje pode chover e trovejar que eu já não tenho medo.

Sobrevivi à tempestade

Que noite! Que temporal! Parece que foi só aqui pelas minhas bandas, mas a verdade é que parecia que o mundo is acabar. E eu sozinha, sem marido nem filho... Sobrevivi. E até ao temporal resolver desabar em cima da minha casa foi uma noite muito boa. Horas e horas de conversa, de risos e e cumplicidade. A minha amiga está muito gira com o novo corte de cabelo e está cheia de força para o que aí vem. A única diferença é que para a próxima jantamos ao fim de semana. É que o que era para ser um simples jantar marcado para as 8 e meia acabou de madrugada... 

Que trovoada de um raio que já me provocou um cagaço!

Conversa puxa conversa e o jantar prolongou-se até as 4 da manhã. Uma noite de bruxas, mas nunca me incomodei com trovoadas... Mas isto hoje está mais agreste. Muitos relâmpagos e estava a eu a chegar a casa, um pouco desconfortável com a situação da casa vazia, quando fico sem luz. Tudo às escuras e apenas os relâmpagos e o barulho da chuva. Está mesmo uma noite de bruxas e acho que a luz vai voltar a falhar. E o meu marido tão longe... Ai que nervos...

24 de outubro de 2012

E hoje vai ser assim...

Vou jantar com uma amiga e com um amigo. Vai ser um jantar para rir e para chorar. Para dizer disparates e praguejar. Na semana em que descobri que estava grávida a minha amiga soube que tinha cancro da mama. Uma bomba caiu na vida dela e na de todos nós à sua volta. E hoje vamos jantar. É um jantar de amigos antes dela iniciar a quimioterapia. Quer ir ao Nepal quando este pesadelo acabar. E nós só queremos que a força enorme que ela tem a ajude nesta batalha. É uma mulher teimosa e determinada e acredito que estas características a vão ajudar a levar a melhor sobre o estúpido bicho que a resolveu atacar.

Acabei de ser despachada pelo meu filho...

Liguei para ouvir aquela vozinha e para lhe dar um beijo grande.

Mãe: Olá filhote...
Filho: Olá mãe. Acabei de comer uma maçã. Até logo, até logo, até logo...

... e passou o telefone à minha mãe!

É muito bom saber que ele fica bem em casa da avó, mas também podia ter mostrado mais entusiasmo! Ser mãe dele é mesmo a melhor coisa do mundo.

Anda uma mãe a criar um filho...

Mãe: Mas afinal, quem é que manda aqui?
Filho: É o pai. O homem da casa!
Mãe olha-o, assarapantada, controlando o riso.
Mãe: Quem é que te ensinou isso?
Filho: A Maria.
Vou ter de ter uma conversa com a nossa empregada (que eu adoro) quando ela ficar boa da perna e regressar ao trabalho.

23 de outubro de 2012

O fabuloso mundo das birras

Uma mãe bem pode ir a workshops de parentalidade positiva, ler livros que nos orientam a lidar melhor com os nossos filhos, mas há alturas em que apenas nos resta respirar fundo e contar até 10 para não perder a cabeça. Como estamos sozinhos fui buscá-lo cedo à creche e viemos para casa. Como se tinha portado bem teve direito ao livro "A Bela e o Monstro" para consolidar a história da peça de teatro do fim de semana. Chegados a casa vimos o livro (não quis ler a história) e depois foos fazer pinturas com as mãos. Foram momentos dedicados só a ele com direito a muitas obras de arte. Depois fui acabar de fazer a canja, uma das coisas que o meu filho mais gosta, com massa de letras escolhida por ele. Depois foi hora da banhoca e depois fomos jantar. Pensava eu que ia ser um jantar feliz e tranquilo, mas foi tudo menos isso. Primeiro só queria o caldo e não queria massa nem frango, pois já queria a massa, depois enervava-se, depois chorava, depois já queria o frango, depois queria mais mas depois de o servir já não queria. Disse-lhe que estava zangada e disse que ia para a cama sem jantar se continuasse naquilo. Responde, cruzando os braços, que ele é que estava zangado comigo e que eu era má. Depois de uma pausa, em que nem olhava para ele, comeu a canja toda elogiando-a. Depois foi a guerra. Queria uvas, mas só uma... E estivemos nisto muito tempo até que se decidiu a comer. Eu já estava a deitar fumo. Na hora de dormir, queria duas historias. Ainda não tínhamos chegado ao quarto e ele já estava a fazer fita. Afirmei que só leria uma. Peguei na "A Bela e o Monstro", mas ele não quis e foi buscar o seu Ruca mais antigo... Depois disso correu tudo às mil maravilhas. Mas eu estou cansada e sem marido e sem empregada. Se soubessem o que admiro as mães solteiras que não têm com quem dividir as birras e não podem dizer: agora vai lá tu!

Isto das arrumações tem muito que se lhe diga...

No seguimento do Post anterior, deixem-me dizer que isto de ir "destralhar" uma gaveta tem muito que se lhe diga.

 13 - Tem uma gaveta da tralha? Aquela onde coloca tudo o que não tem lugar? Arrume-a! Despeje todo o seu conteúdo para uma mesa e seja prático. Arrume as coisas úteis no seu devido lugar. Se alguma coisa não tiver um lugar definido, defina-o. O que for tralha, jogue fora. A tralha não se organiza - se é tralha, vai fora.

Ficou tudo impecável, mas encontrei um CD com as fotografias da primeira grande viagem que eu e o meu marido fizemos, numa altura em que éramos só ainda namorados. Foi bom voltar a Dezembro de 2005 a Pipa e a Tibau, mas foi estranho constatar que estou mais velha!! Ah, pois é! Uma pessoa não nota muito no dia a dia, mas aquelas imagens... super bronzeada, muito mais magra e com uma hiper mini saia de ganga que eu adorava (e que o marido ainda menciona)... E fica aqui uma única foto. A foto da balsa para Natal onde o meu (futuro) marido me disse que gostava muito que eu fosse a mãe dos filhos dele... Foi como eles dizem por lá "com muita emoção"...


 P.S: tantas fotos lindas... mas esta tem um significado muito especial...




"100 dicas fáceis para organizar e simplificar a vida"

Ontem estive a ler o livro que encontrei no blogue The Busy Woman and the Stripy Cat  e estou decidida a pôr já algumas coisas em prática. Tenho aqui uma gaveta que só de pensar nela me arrepio, mas estou determinada a tirar tudo cá para fora e começar a arrumar e arquivar. Até comprei um dossier para não ter desculpa! Espreitem o blogue e o livro. Vale a pena.

"O Inverno do Mundo"

Adorei o primeiro livro desta triologia do Ken Follet. Acabei ontem "A Queda dos Gigantes" e já cá está "O Inverno do Mundo". Fiquei foi a saber que o terceiro volume só sai em 2014! Há que ter paciência...


Meias de descanso precisam-se!

Se alguma alma caridosa souber onde posso encontrar meias de descanso contenção 70 para grávida por favor diga qualquer coisa. Já liguei para todo o lado e mais algum e não há nada. Obrigada!

22 de outubro de 2012

A operação correu muito bem

Não posso estar no hospital à espera que o meu querido avô saia do recobro, mas estou em contacto com a minha mãe e a operação para lhe colocarem uns parafusos e afins correu bem. Não é pêra doce partir o colo do fémur aos 89 anos e a recuperação não vai ser fácil, mas para já, a operação correu bem e amanhã vou lá enchê-lo de mimos, como o meu avô sempre me mimou nestes 34 anos. 

Outono / Inverno

E hoje foi dia de guardar biquinis e grande parte da roupa de verão e ir buscar as camisolas, casacos e cachecóis que me vão aquecer neste Inverno. Fui também buscar roupa de grávida e tenho aproveitado o sol que tem espreitado por aqui para lavar e estender roupa.


Semana a dois...

Maridão vai para fora em trabalho a semana quase toda (é impressão minha ou são cada vez mais os maridos fora durante a semana???) e eu estava a falar com o meu filho de manhã e a dizer-lhe que íamos ficar só os dois. Pergunta dele imediata: e não vai haver sopa, pois não? É o pesadelo dele. É o drama. Tirando a canja é sempre uma fita. Geralmente acaba por comer, mas ontem foi de tal modo que foi para a cama sem jantar tal foi a birra. Há dias em que só me apetece eliminar a sopa para evitar cenas e dramas à mesa, mas sei que o caminho certo não é esse.



Não percam! Musical a Bela e o Monstro!

Ontem levei o meu filho de 2 anos e meio e a minha sobrinha de 6 a ver o Musical da Bela e o Monstro, em cena na Academia de Santo Amaro em Lisboa e foi fantástico! Adorámos. Miúdos e graúdos gostámos muito da peça. Muito colorida, divertida e animada. A música é óptima para os miúdos. A sala estava cheia e todos os miúdos se portaram muito bem e estavam muito atentos. A peça não chega a uma hora e o tempo passa num instante. Vale mesmo a pena. No final, os actores estavam à porta para falar com as crianças e tirar fotografias. Foi um momento muito bem passado em família. Recomendo a toda a gente que tem crianças. Os bilhetes não são muito caros e o meu filho, que ia ficar ao colo, não teve de pagar . No Estrelas e Ouriços têm oferta de um bilhete. Espreitem aqui e fiquem a saber tudo.


20 de outubro de 2012

A Arte e a Ciência de Educar Crianças felizes

Gostei muito do workshop. A Magda é uma excelente formadora, explica-se muito bem, é divertida e abordámos temas muito importantes e que nos suscitam dúvidas no nosso dia a dia. O grupo era comunicativo e bem disposto e foi giro trocar experiências e opiniões. Desde que descobri o blog da Mum que comecei a ler alguns livros e alguns trabalhos na área da parentalidade positiva e há coisas muito simples que podem fazer toda a diferença no nosso dia a dia familiar. O workshop de hoje veio ajudar a arrumar ainda melhor algumas ideias e metologias e espero por em prática as coisas que aprendi.  Recomendo.

Ternurinha

O meu filho ficou com a minha mãe de ontem ao fim do dia até hoje à tarde para eu ir ao Workshop dado pela Mum's the Boss e o meu marido ir a um torneio de padel. Como o meu avô está internado de manhã antes de irem passear a minha mãe levou a minha avó ao hospital e o meu filho foi também dar um beijinho ao bivô e um desenho que tinha feito. Ao jantar:
Mãe: foste ver o bivô ao hospital?
Filho: o bivô caiu e está no hospital. (faz o ar mais pesaroso do mundo) estou pócupado. Ele é velhinho...

Nós também estamos preocupados e esta noite rezámos pelo nosso querido avô Zé.

19 de outubro de 2012

O meu momento

Deitada na minha cama fofa e quentinha com o meu livro. São os meus momentos antes de dormir. Boa noite e bom fim de semana

Os dois lados da notícia

Parece que esta história tem duas versões e que as coisas não são propriamente como a notícia original dizia. Espreitem aqui. Só espero que todas estas situações se resolvam e que as crianças possam ter direito a ser alimentadas.

Força, querido avô Zé

O meu avôzinho hoje caiu e partiu o colo do fémur. Coitadinho. Está internado e há-de ser operado nos próximos dias. Tenho tanto medo... O meu avô já está velhote, tem 89 anos, e tem poucas forças e poucas energias ao contrário da minha avó, que apesar dos seus 90 anos é uma força da natureza. Esta noite, e como amanhã tenho o workshop da Mum o meu Filhote ia dormir na minh mãe. Mantivemos os planos, mas está lá também a minha avó e a minha irmã. Vai ser uma noite animada o que é bom para distrair a minha avó. 

Ainda há boas notícias

Mais um prémio para uma jovem Portuguesa. Espreitem aqui a notícia de uma jovem que recebe hoje o prémio Europeu do Voluntariado.

É já amanhã


Estou cheia de curiosidade e com imensa vontade de conhecer a Magda e todas as outras participantes. E o sítio escolhido parece-me maravilhoso... Alguém por aí vai lá estar?

18 de outubro de 2012

E com este frio...

Nada melhor que uma sopa bem quentinha. Eu estou a fazer de grão com espinafres da Bimby. Já sei que vamos ter guerra à hora do jantar. O meu filho continua a fazer cenas por causa da sopa. Acreditam que é a primeira coisa que pergunta quando chega à casa? Às vezes ainda vem nas escadas e já pergunta: óh, mãe... Hoje à sopa? E quando a resposta é positiva faz um ar miserável... Enfim, há que ter paciência. Eu cá, adoro sopa e está mesmo a apetecer-me uma.

Vamos juntar-nos a esta iniciativa da Andreia Vidal??

Quem se quer juntar à Andreia, do fantástico blogue "Pais Criativos, filhos Felizez" e tornar o Natal dos meninos do IPO mais colorido e um pouco mais feliz? Espreitem o blogue dela e vejam como se podem juntar a esta iniciativa fantástica. Eu sempre fui uma miséria a trabalhos manuais e hoje em dia é com grande esforço, mas toda a vontade do mundo, que ajudo o meu filhote nestas andanças. Mas como a Andreia promete ajudar acho que até eu vou tentar - com a companhia do meu piolho - fazer um boneco que seja digno desse nome. Afinal, é isto o Natal, não é?

Mãe Sofre

Ontem o jantar foi entrecosto no forno com arroz de grelos. Anda uma mãe a ensinar o filho a usar os talheres e depois serve-lhe entrecosto e diz que pode e deve comer com as mãos. Adorou o jantar e comeu todo contente. À medida que ia despachando o entrecosto os ossos vinham parar ao meu prato. A certa altura, olha para mim e diz: A mãe come tudo, tudo, tudo! A mãe vai ficar uma bola. A mãe vai ficar gorda! E começa a rir. Já nem consegui acabar de jantar com o mesmo prazer. O meu marido controlava o riso. E ele a rir. Lá lhe explicámos que a mãe não está gorda e que a barriga está a crescer por causa do mano que está lá dentro, mas ele estava mesmo divertido a meter-se comigo. Mãe sofre... E o entrecosto que me estava a saber pela vida deixou de me apetecer...

17 de outubro de 2012

Como está este país!

Até me vieram as lágrimas aos olhos. Esta criança não vais esquecer esta humilhação.Obrigada a esta menina por esta partilha.

Olá, chuva!


E estas (as galochas e eu própria) hoje tiveram direito de ir à rua. Foi um belo passeio até ao centro de saúde com breve passagem pela manicura!

15 de outubro de 2012

Hoje ouvi o coração do meu bebé bater!

Já tinha ouvido na eco das 7 semanas, mas é sempre uma grande emoção. 11 semanas e 1 dia. Continuação de repouso, mas tudo a correr bem até agora. E não me pôs a peixe cozido e brócolos.

Ou médico ou hipocondríaco...

Ontem ao final do dia:

Filho: Oh, mãe, quero um copo de água...

Mãe: Faltam as palavras mágicas.

Filho: Se faz favor. E quero também um remédio.

Mãe: Um remédio?

Filho: Sim. Doi-me aqui (aponta para as costas). Mas tomo um remédio e fico bom.

Mãe: Bebe a água e vamos brincar que já passam as dores.

Tem uma adoração por médicas e hospitais. Adora ir à Estefânia. E agora anda sempre a pedir remédios. E desde que num livro do Ruca o viu a tomar um comprimido é isso mesmo que quer! Para o que lhe havia de dar!

Terrible Two

O meu filho anda de tal modo que já tive direito a uma conversa da educadora (que adoramos e não podia ser melhor). É que o meu rico filho porta-se ainda pior na creche do que em casa. É o miúdo mais meigo do mundo, mas adora fazer asneiras, desafiar, desobedecer. Quando lhe chamamos a atenção de alguma coisa revira os olhos e sorri como quem diz: não me chateies. Depois abraça-nos, diz que sou a mãe linda para sempre e outras meiguices, mas a verdade é que está um verdadeiro pirata. E na sala de aula é o mais velho, o líder, o engraçadinho. E como quando tem audiência é que é bom asneirar podem imaginar o que é ter 21 amiguinhos a delirar com as malandrices dele. Alguns diálogos cá de casa nos últimos tempos:

Pais: Já disse que não pode ser!
Filho: E eu já disse que sim. É porque sim!

Já falámos com ele. Tivemos uma conversa muito séria com promessas de bom comportamento da parte dele e já lhe falámos dos castigos que vai começar a ter sempre que se portar mal, desobedecer ou desafiar a nossa autoridade. Espero que a nossa conversa dê frutos...

12 de outubro de 2012

Café na gravidez

Bebiam café quando estavam grávidas? Sempre me foi dito pela minha médica, em quem confio bastante, que podia beber um café por dia, mas na net existem artigos sobre novos estudos que dizem que pode ser prejudicial para o peso do bebé. Eu só bebo um cafezinho e sabe-me tão bem...

Novos escalões do IRS

Estamos todos indignados om as novas tabelas e escalões do IRS e com razão. Cada vez pagamos mais impostos, trazemos menos dinheiro para casa e temos menor qualidade de vida e para quê? Vai resolver alguma coisa? Quem são e onde estão os culpados desta desgraça? É que pagamos esta enormidade de impostos, mas depois pagamos tudo o resto: livros escolares, apoio médico particular pois nem sempre temos vaga no público, taxas moderadoras muito elevadas no SNS, escolas, transportes públicos caríssimos...


Downton Abbey

A terceira temporada começa já na próxima segunda feira no Fox Life. Eu já pus a gravar para depois ver quando me der mais jeito. Não sei como fazem, mas eu aproveito as tecnologias da minha box e ponho a gravar todas as séries de que gostos e depois é só escolher o momento certo para ver.



Desejos de grávida

Do meu filho não soube o que eram desejos de grávida. Na fase final tinha uma predilecção pelo cadbury frutos secos, mas não passou disto. Desta vez, ando possuída de desejos... Ora me deito a sonhar com os croissants do Careca, ora acordo a sonhar com o pequeno almoço no Califa, ora me apetece um bife com puré para o jantar ou um  hamburguer (caseiro)  no pão com queiijo para o almoço! A minha médica na seguna feira deve-me pôr a dieta ou no Natal posso fazer de Popota. 

Petiscos

Ontem disse ao meu filho que ia fazer petiscos bons para o lanche. Usei mal a palavra petisco, claro está e o meu filho chegou a casa, ansioso, a perguntar se eu tinha feito caracóis ara o lanche. Ficou um bocadinho desiludido com os Scones, mas a brincadeira que se prolongou até à hora de ir para a cama compensou! 

11 de outubro de 2012

Scones!

E agora vou ali preparar uns Scones. a minha mãe está a chegar com o meu filho (que hoje sai mais cedo da creche) e uma amiga vem cá lanchar com os filhos dela. Vai haver muita conversa e brincadeira e no fim faremos pizza da Bimby para o jantar. Tudo coisas boas!!

10 de outubro de 2012

O que ele gosta destes canais...

E hoje os barquinhos substituíram as folhas que costumávamos usar e foi um belo fim de tarde. Pena os dias estarem cada vez mais curtos...

E o puzzle ficou assim...

Muito giro. Um sucesso!

Arrumações

Andava eu em arrumações e encontrei uma caixa com um puzzle lá dentro. Acho que deram ao meu filho há uns 2 anos. Como eu costumo ir guardando algumas coisas para não dar tudo de uma vez, este deve ter-se desviado, foi parar a um saco e aposto que vai hoje fazer as alegrias do meu filho.


Uma cama de crescido

Depois de muito pensarmos decidimos por comprar um somier de adulto para o nosso filho e não uma casa intermédia de criança. Estas camas de 1,20m são temporárias e dentro de dois anos lá teríamos de comprar outra cama, lençóis, resguardos, edredão. E mesmo as do Ikea (e não houve nenhuma que eu adorasse)  acabam por custar algum dinheiro. Por isso mesmo optámos por fazer um investimento um pouco maior agora que lhe dura, como eu digo, até se casar. O piolho estava radiante, sentia-se super crescido com direito a esconderijo para as chuchas e tudo. O máximo. Tinha sido promovido e até almofada tinha. E quando fui agora fotografar reparei que além das chuchas tinha o seu pijama dobrado ( pela querida Maria anjo da guarda cá de casa) debaixo da almofada, tal e qual como nós. Está mesmo a ficar um menino crescido.


9 de outubro de 2012

albúm digital

Depois de um café fiquei com energia para fazer o albúm digital da nossa família feliz 2011! E é tão giro recordar os momentos mais especiais. É tão engraçado ver como o nosso piolho cresceu, revisitar locais onde fomos felizes, viajar para as vivências daqueles momentos... Foi uma bela manhã.

Vou beber um café

Tenho tentado evitar o café, mas hoje estou mesmo a precisar de uma dose de cafeína. 

Noite agitada

Chorava a dormir e quando lá ia um de nós estava encharcado em suor. Perguntei se estava com smnos maus e ele respondeu que não. Mudámos de pijama três vezes só nesta noite e até o lençol de baixa estava molhado na zona da cabeça. Depois consegui dormir em paz até de manhã e eu não percebi a que se deveu tanta agitação.

8 de outubro de 2012

Até tremo só de pensar na balança

Isto de estar grávida, de baixa, e em casa sem me mexer muito vai trazer uns quilos extra que não me fazem falta absolutamente nenhuma. Da gravidez do meu filho portei-me bem, andei na linha, fiz ginástica e engordei 9 quilos que rapidamente desapareceram... Estou com 10 semanas e um dia e nem quero imaginar o peso que já ganhei... Estou tão barriguda que se não tivesse já feito duas ecos diria que vou ter trigémeos... Só me apetece gelado contra os enjoos, sumos de frutos vermelhos, chocolate, amendoins, bolachas, pizza da bimby ao almoço e tenho de me desviar do MacDonalds para nao atacar os nuggets e os dubble cheese.... A médica quando me vir já me diz umas boas, diz! 

Malditas alergias

Ando doida e desesperada. Pacotes de lenços por dia, nariz a pingar e milhares de espirros! Costumo ter isto na primavera, mas estamos no Outono! Socorro! E estou proibida de tomar anti estamínicos. 

O que ele gosta de médicos

Já aqui contei o que o meu filho gosta de médicos e de ir ao hospital. Sempre muito corajoso adora as médicas da Estefânia, o pediatra e o oftalmologista. E tenho a certeza que vai adorar ir ao dentista. Mas ontem senti-o quente. Perguntei se estava doente e ele disse logo que sim. E tenho de tomar um remédio, afirmou. Pus o termómetro e disse que lhe ia dar xarope. Ficou radiante! Por ele, bebia o frasco todo de Brufen. 

7 de outubro de 2012

Não há segredos cá em casa

Maridão e filhote foram passar a manhã ao Alvito. A certa altura e como a cria tinha fome comeu um gelado. Combinaram que era um segredo que ficava entre eles porque não se comem gelados antes do almoço. Estava eu a acabar de fazer a canja para o almoço quando os oiço na escada. Aquela vozinha a chamar por mim. Abro a porta e ele grita, feliz: mãe! Comi um gelado! Pai: era segredo. Filho: a mãe não zanga, pois não ? 
Como me poderia zangar com tamanha sinceridade e sorriso. Beijoquei-o todo e abracei-o.

"sim senhora, senhora mãe"

Esta é a nova expressão do minoria. Quando estou a mandar fazer alguma coisa, a dar alguma indicação ou ordem ele olha ara mim, ri e diz:
"Sim senhora, senhora mãe"

Não sei onde aprendeu, mas diz sempre isto com um certo ar de gozo. Que idade mais engraçada e que bem apanhado que é o meu filho.

Como substituir a mãe por um Milu

Fui deitar o meu filho para dormir a sesta.
Filho: não tenho sono, não quero dormir, mãe...
Mãe: descansa só um bocadinho.
Filho: não vou fechar os olhos.
Mãe: está bem. Descansa só.
Filho: (pedido recorrente todos os dias) mas a mãe fica aqui um bocadinho...

Passado um bocadinho...

Mãe: a mãe vai fazer pão na bimby.
Filho: (triste) não fica aqui um bocadinho... Oh, minha mãe...
Mãe: a mãe vai fazer pão, mas vamos fingir que a mãe agora é o cão Milu? Au! Au! E assim a mãe fica aqui em forma de cão.

Achou um  piadão. Abraçou o cão: olá mãe. Não vamos dormir...

E eu fui fazer o pão e quase que aposto que 10 segundos depois de ter saído do quarto já ele estava a dormir.
Bons sonhos, filho do meu coração.

10 semanas de gravidez

Venham mais 30!

6 de outubro de 2012

O meu marido diz que vem aí uma menina...

Já percebi que não há duas gravidezes iguais. Do meu filho foi um descanso e uma alegria suprema durante 40 semanas. Sentia-me linda, feliz e exibia a minha barriga sexy por todo o lado. Nao tinha incómodos nenhuns, nunca enjoei, nunca passei mal, nada. Só maravilhas! Trabalhava imenso, subia todos os dias a Rua do Alecrim e dava à perna à hora do almoço no Chiado. Só às 35 semanas, depois de 3 horas no Jumbo do Alegro, é que senti que tinha abusado e fiquei de repouso para evitar que ele nascesse às 35 semanas. Passaram as duas semanas críticas, veio o Natal e o Ano Novo e marcámos o parto para o dia 4 de Janeiro, para o dia em que fazia 40 semanas. Tudo perfeito, sem dores (até esse dia achava que queria um parto natural, depois da primeira contração veio a epidural que foi uma beleza).

Desta vez (as outras gravidezes não evoluíram o suficiente para comparações) estou em casa desde as 5 semanas, tenho um sono pavoroso, os dias são entediantes passados em casa, como, descobri o que são os enjoos da gravidez e passo o dia quase toda nauseada. Tenho medo de ficar uma baleia e estou desejosa de ter ordem de soltura. Não sei se consigo recuperar o meu trabalho, mas pelo menos podia sair, passear e ir a aulas de ginástica de preparação para o parto.

O meu marido acha que desta vez vem uma menina... Que as miúdas são mais difíceis e que esta já me esta a dar trabalho dentro da barriga. Não sei... Da outra gravidez ele acertou, mas era porque tinha o sonho enorme de ser pai de um rapaz.

E dizia-me à bocado: não estás a gostar tanto desta gravidez. Acho que por ti fechamos a loja depois deste bebé, mas eu respondi logo que não! Deus permita que continue a correr tudo bem com esta gravidez, que tenhamos um filho lindo e saudável, e que a vida permita que possamos ir ao terceiro.

Nota: foi o filhote que ajudou com a pontuação deste texto. É que ele tem um fascínio pelo IPad, e mesmo estando a ver o seu Mickey do coração não perde a oportunidade de espreitar o que a mãe está a fazer.


Depois de uma enorme sesta

O meu filho acorda, espreguiça-se e pergunta: hoje não há escola? Ri-me e expliquei que ainda estávamos no mesmo dia... 

5 de outubro de 2012

Romã

O meu filho insistia em chamar-lhe ruan, mas o importante é que ele adorou descobrir e comer este fruto. Estava uma delicia e muito sumarenta.

Circo Mágico no Pavilhão Atlântico

Alguém foi o ano passado? Parece-me muito giro e estava a pensar levar o meu filho e alguns sobrinhos.

Sesta em família

Hoje, dia feriado, tive a companhia dos meus amores em casa e a sesta foi dormida, a três na cama dos pais. Foi um mimo muito bom!

Um presente bem sucedido

Não sabíamos o que comprar à nossa sobrinha que ia fazer 4 anos e que tem tudo e mais alguma coisa. Resolvi pedir ajuda à minha cunhada que me disse que a filha queria sempre usar a escova de dentes eléctrica dela e que ela tinha visto uma para crianças, da Minnie, na loja da Disney e que achava que a filha ia adorar. Comprámos a escova e foi um sucesso tal que até tem dormido com a escova de dentes. É bom quando acertamos em cheio num presente. Ficámos todos felizes!

4 de outubro de 2012

Filho bem cheiroso

Hoje e manhã, depois de lavar a cara ao piolho.
Mãe: estás pronto para ir para a escola.
Filho: falta o pefume. O do pai!
Mãe: é de homem.
Filho: e eu sou homem.

E lá seguiram os meus homens a cheirar a Pleasures.

3 de outubro de 2012

Alguém sabe como funciona no estrangeiro a colocação de professores?

Não sei como é, mas gostava de saber e duvido que seja como cá. Leitoras espalhadas pelo mundo falem, comentem, digam qual é a vossa experiência e dos vossos filhos. É que eu não entendo como é que com tantos professores desempregados e ainda sem estarem colocados a filha de uns amigos, numa escola no centro de Lisboa, não tem ainda professor de Português e de Matemática do 6º ano. E deve haver milhares de crianças na mesma situação. Não têm professores, atrasam a matéria e têm os chamados "furos" que deixam os pais preocupados com as crianças à deriva nas escolas. Acham isto normal? Eu não acho e não compreendo. Se me quiserem explicar como se eu tivesse 2 anos, eu agradeço! E se alguém precisar de um professor de educação física, com imenso jeito para miúdos e um dom para ser professor, diga-me que eu dou o contacto. É que este nosso amigo não ficou colocado. Adoravam-no na escola com ensino especial e de inserçao de comunidades de risco onde ele estava, mas este ano não teve lugar. Foi este amigo que inspirou o boneco que guarda os sonos do meu filho e é uma pena (tão grande) não poder fazer o que mais gosta na vida e levar alegria e gosto pelo desporto aos mais pequenos. 

Semana da amamentação

A todas as mães que estão prestes a iniciar essa viagem posso apenas dar um conselho: calma e tudo correrá bem. Não façam da amamentação um bicho de sete cabeças e se tiverem dúvidas as voluntárias da linha SOS amamentação estão sempre disponíveis. Tive também a preciosa ajuda da Enfermeira Catarina do centro Pré e Pós parto de Entrecampos. Do meu filho tive uma experiência óptima e acho que além dos benefícios claros para os bebes tem os benefícios financeiros e é super prático. Não é preciso esterilizar biberões nem ir a correr comprar o leite em pó que deixámos acabar. A mim secou-me o leite aos 6 meses quando recebi a notícia da inesperada morte do meu pai. Foi um duro golpe. Não só não tive tempo de me despedir do meu pai como não me despedi da amamentação e daquela sensação única que se tem quando se amamenta um filho ao peito.

2 de outubro de 2012

Tanta birra junta!

O meu filho ontem chegou a casa do avesso. Não quis banho, não quis sopa, não quis arroz de salsichas, não quis o seu fruti fruti, não quis ir para a cama e gritava e esperneava e chorava que nem um condenado. Depois de muitas horas de toreio lá adormeceu para acordar 2 horas depois a nadar em xixi. Tirei-o, mudeio-o, deitei-o no cadeirão, fiz a cama de lavado, deitei-o e fui eu que chorei. Estava com as hormonas aos saltos, estava triste... isto de estar em casa e sem perspectiva de trabalho deixa-me triste. Sempre trabalhei desde cedo, sempre quis ser independente e uma mulher, mãe, dona de casa e profissional e sinto-me limitada. Maridão e filho chegam cansados e eu quero muita atenção, atenção que nem sempre recebo. Estava desconsolada, mas quando voltei para a cama o meu marido percebeu que eu não estava bem, chorei, desabafei, e ele abraçou-me até eu adormecer. E hoje tudo parece melhor, mas o meu coração voltou a ficar apertado com o choro do meu filho em ir para a escola... Chorava ele por fora e eu por dentro. Quero que as horas avencem para eu o abraçar e beijar e dizer que o amo.

1 de outubro de 2012

Ajuda para uma escapadela

Alguém sabe de um sítio giro, perto de Lisboa (máximo a 45m), para irmos passar o fim de semana em família? Um sítio zen para eu continuar com o meu repouso, mas onde os meus homens podessem passear, jogar à bola, quem sabe andar a cavalo...

E uma sugestão para o jantar

Salsichas com couve lombarda aldrabadas, mas deliciosas na mesma.

Em vez de enrolar as salsichas na couve o que eu faço é um refogado com a couve e cenoura já cozida e partidinha. Junto-lhe um pouco de chouriço e deixo ganhar sabor. Depois, junto as salsichas frescas partidas em pedaços e deixo apurar. na hora de ir para a mesa, juntar o arroz e a água (dobro de água) e deixar cozinhar. É uma delícia e mais simples que estar a enrolar as salsichas e a couve uma a uma. Claro que a receita tradicional ainda é melhor, mas esta é uma boa opção.

Sugestões Caloust Gulbenkian

No próximo dia 6 de Outubro há muitas actividades para todas as idades. Espreitem aqui.

E levaram as crocs do meu filho!

Custava muito entregarem na recepção? Não perceberam que eram de um coleguinha da aula de natação do filho? Ficam mais ricos por ganharem umas crocs? Não sabem o desgosto que podem dar a uma criança. O meu filho ama aquelas crocs vermelhas, ou melhor, amava... Têm dinheiro para andar na piscina do Benfica, mas depois roubam umas crocs que são de uma criança! Raios! Estou irritada!

O que uma mãe faz...

... estou a ouvir música do benfica, somos Benfica,sempre Benfica, força Benfica... arrrgh! Isto porque maridão perdeu crocs do minorca nos balneários quando foram à aula de natação e eu estou a ligar para saber se entregaram ou alguém ganhou umas crocs para o filho.

O meu filho e o Hospital

Sexta feira passada novo susto, se bem que bastante menor uma vez que o tamanho da queda não foi enorme. Estava ele e o pai na macacada a lavar os dentes quando ele caiu para trás do banco corrido de madeira do IKEA que temos debaixo do lavatório. Como tinha batido com a nuca fomos para a Estefânia, mas ele estava aparentemente bem e não havia razões para alarme. Mas, com quedas destas não se facilita. Entrou com o pai, que tinha assistido à cena e podia explicar tudo melhor, e à saída sou surpreendida com um vídeo do exame neurológico dele feito pelo maridão, pois a médica estava impressionada e dizia que nunca tinha conseguido fazer um exame destes completo a uma criança de 2 anos e meio. O meu filho vinha feliz. Tão ou mais feliz do que quando vai aos carrosséis. No vídeo via-se o minorca a fazer tudo o que a médica dizia e a conversar com ela: eu hoje durmo cá. A mãe e o pai também. (...) Agora, é a minha vez - e pegou na lanterna e fez ele exame à médica - e tudo isto enquanto encantava a médica. Esta só dizia que ele só podia vir a ser médico e ele saiu de lá muito feliz por ter ido ao hospital, gostou muito da médica e do soro que ela o mandou beber com uma seringa para vermos se ele não vomitava. O culminar da festa foi a cama de viagem que montámos no nosso quarto para ele ficar sob observação. Para ele, foi uma noite em grande! E isto assusta: o miúdo gosta de ir para o hospital, e depois ainda tem de dormir no quarto dos pais!