20 de janeiro de 2015

O melhor do meu dia

Deitada ao lado do filho grande, no mimo de boa noite, já com a luz apagada e com o besnico a dormir na cama de grades, e o mais velho diz: adoro-te, mãe. Adoro-te muito. E tenho a sorte do meu filho me fazer muitas declarações de amor, mas sempre que ouço é especial, é dito com o coração. E é tão bom.*
*e compensa todas as vezes em que: és a pior mãe do mundo! Já não vais à minha festa de anos!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!