29 de janeiro de 2015

Custa deixar os filhos doentes...

... Mesmo quando sabemos que eles estão bem entregues e a ser bem tratados, neste caso pela minha mãe, mas eu estava a trabalhar a partir de casa há uma semana, e apesar da minha chefe me ter posto completamente à vontade (dado o panorama da minha família com um filho queimado e outro cheio de varicela)  para continuar a trabalhar a partir de casa, achei por bem vir até ao escritório. Olá, estou aqui... E para a semana tenho nova consulta com o Afonso nos queimados e nunca se sabe que surpresas mais podem acontecer (a probabilidade dos irmãos apanharem varicela é de 80% e no caso do Afonso, com o braço queimado, o caso é ainda mais grave, até porque os segundos casos são mais intensos… e eu não quero nem imaginar o que é que pode ser mais intenso que a dose de varicela do meu amor mais velho). Para já, o pequeno Afonso está a recuperar bem. As crianças têm uma capacidade maravilhosa de dar a volta! Ontem envolvi-lhe o braço e a mão toda com glad e dei-lhe um duche muito bom, com muito cuidado para não molhar as ligaduras. E hoje lá foi todo cheiroso para a escolinha a chamar pela Inê (que é a Inês, a paixão dele da salinha).

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!