28 de fevereiro de 2018

O sucesso da rede de bibliotecas!

Lembram-se deste livro que requisitei na Biblioteca das Galveias para os meus filhos? Foi um sucesso, como eu já calculava, eles adoram este tipo de livros... O mais prático foi que para o devolver, não precisei de ir às Galveias, devolvi na Hemeroteca, mais perto de mim... Onde já tinha mais livros à minha espera, uns de pesquisa e outros de ficção, que solicitei de várias bibliotecas da rede... Estou fã deste sistema. Para os miúdos vou continuar a comprar, mas para mim, acho que vou entrar em modo poupança e requisitar na Biblioteca. Tenho 2 semanas iniciais e depois posso renovar o tempo que os tenho comigo. Acho fantástico. 


O espaço que os meus livros ocupam na minha casa é demasiado e gosto que assim seja. Não me consigo desfazer dos milhares de livros que tenho, sou muito ligada aos livros e sempre gostei de estar a construir uma biblioteca, mas dou por mim a pensar até que ponto os meus filhos vão ler estes livros... Nos próximos tempos vou andar mais numa de requisitar... 

A pensar no programa de sexta feira à noite

Na próxima sexta feira à noite a minha mãe ofereceu-se para ficar com os meus filhos para eu e o maridão irmos namorar. Por isso, cinema e jantar a dois! Tão bom! De olho nos filmes que estão em cartaz...


Eu, Tonya


As Estrelas Não Morrem em Liverpool 


Conversas espirituais

A propósito da filhota dos meus amigos que morreu no mês passado de cancro, diz o Afonso: Coitadinha. Morreu aos 3 aos. Ela agora está no céu ao pé do nosso avô. E diz o Alexandre: Para o céu só vai o nosso espírito, que é o mais importante. 

(E eu fiquei contente por ele ter decidido ir para as aulas de Religião e Moral na escola, depois de ter pedido para não ir à catequese).

27 de fevereiro de 2018

Quem pode ajudar?

A Marisa da Associação Mercado dos Santos precisa da nossa ajuda para poder ajudar. Quem se junta? Transcrevo o pedido da Marisa "Fome, crianças sem medicação, aquecedores desligados, luz com aviso de corte. Este ultimo mês revelou-se dramático, os pedidos de ajuda acumulam-se, são muitas as crianças doentes, muitos pais que são obrigados a ficar em casa de baixa médica, porque as crianças não podem ficar sozinhas. As contas de electricidade e gás disparam. Os pedidos de medicamentos e alimentação traduzem a gravidade da situação.
Os pedidos que fizemos, infelizmente surtiram pouco efeito, as várias iniciativas não deram os resultados que esperávamos. Ajudem-nos a ajudar, não fiquem indiferentes, estamos a falar de fome, de crianças com frio em casa."


À espera do reboque...

Tudo a horas a sair de casa depois de um ou dois "despacha-te!!". Primeira paragem é a escola do Alexandre. Tudo ok. Paro o carro, saímos, voltamos e nada... começa o painel eléctrico a piscar e a dar indicações de verificar travão (é um botão, já não temos travão de mão), antipatinagem activada... e nada! Chamo um Uber, levo os mais pequenos à creche, tudo ao molho e ao colo no banco de trás, rezo para não haver nenhum acidente, despejo-os literalmente com as respectivas educadoras e volto no mesmo Uber. Avido no escritório que tenho de ficar a trabalhar em casa por motivos de avaria. Ligo para a assistência em viagem. E agora aguardo. Disseram que demorava entre 30 a 40 minutos, mas já estou quase há uma hora à espera... É ter paciência e esperar. O mais provável, já me disseram, é não conseguirem resolver no local porque é tudo automático e eléctrico. Enfim. Estamos todos bem. Eu não tinha nada inadiável no trabalho. E com sorte os livros que mandei vir para a hemeroteca através da Rede de Bibliotecas de Lisboa chega hoje. 

Eu nem sabia onde estava o triângulo! Já aprendi alguma coisa hoje! 😉

26 de fevereiro de 2018

Entrar numa escola secundária logo às 9h30 da manhã...

E se por um lado me vem à cabeça o meu tempo de liceu! E eu fui tão feliz no liceu, por outro assusta-me a adolescência dos meus filhos, os perigos todos a que estarão expostos... Espero conseguir educá-lo bem, dar-lhes as bases certas, os valores fundamentais para que, mesmo pisando a linha, movidos pela curiosidade típica da adolescência, saibam sempre qual é o caminho certo e queiram percorrê-lo... Quero que confiem em mim e no pai, quero que saibam que podem contar connosco para tudo, quero que sintam sempre a casa e a família como um porto seguro. Hoje ao chegar, cá fora estavam os que fumavam em grupos... Lá dentro, muitos casais abraçados e em grandes beijos, não desgrudavam... Ai, a adolescência, os primeiros amores... tudo tão intenso, vivido de maneira tão forte, como se fossem invencíveis e imortais... Mas não são. E é uma idade de alto risco, bem sei que faz parte, que é isso que permite dar o salto para a idade adulta, mas como mãe assusta um bocadinho. Vou aproveitar bem e gozar estas fases das birras dos terríveis dois anos, as brigas dos manos, os saltos em cima do sofá, as bulhas e outras questões da infância que comparadas com as verdadeiras questões da adolescência me parece coisa de meninos! 

25 de fevereiro de 2018

Ementa Semanal

Consegui publicar a ementa ainda ao Domingo. Espero que seja útil e vos dê boas ideias. Boa semana!!

2ª feira
Jantar: entrecosto no forno com arroz basmati e esparregado

3ª feira
Jantar: massa integral com bacon, cogumelos, tomate cereja e queijo mozarela

4ª feira
Jantar: bacalhau espiritual 

5ª feira
Jantar: massa integral com camarão e espinafres 

6ª feira: frango com açafrão e leite de côco. Acompanha com cuscuz

Sábado e Domingo
Já sabem que por aqui ao fim de semana não há refeições planeadas, invento e aproveito sobras que ganham nova vida... 

Parabéns Madrinha B.!!

Uma das madrinhas da Kika fez anos e hoje foi dia de festa!! A Kika que adora cantar aniversários andava radiante e a cantarolar em Kikês os parabéns!! Hoje juntámo-nos à festa em casa dos compadres - o pai da madrinha é padrinho do nosso mais velho e a mãe é uma segunda madrinha do Afonso - para um maravilhoso brunch feito pela mãe da aniversariante!! Tão bom. Tudo delicioso, de comer e chorar por mais, reunido em família! Não consigo perceber quem não gosta de receber e de ter a casa cheia! Aceito, claro, não critico, mas não compreendo, porque dos melhores dias desta vida são passados em casa de família e amigos partilhando refeições, mais ou menos elaboradas, muitas delas de improviso, conversa e boa companhia! Chegámos ao meio dia e saímos já depois das 18h porque o mais velho tinha trabalhos de casa para fazer, mas o Afonso ainda ficou a brincar e veio já depois do jantar! E é tão bom partilhar dias assim, festejar junto dos que mais gostamos. Conheci a B. tinha 3 anos e já está uma mulher, madrinha da minha filha mais nova, e adoro aquela famíla que juntámos à nossa... 

24 de fevereiro de 2018

Que dia de sol tão bom!!

Foi o dia todo na rua e ainda esperamos uns amigos que depois de brincarem com os nossos filhos a tarde (são o casal sem filhos que mais gosta de crianças e mais jeito tem!!) toda ainda têm coragem de vir jantar cá a casa. Um dia de sol como o de hoje merecia rua e convívio. E assim foi!! Estive com o meu querido afilhado de manhã e à tarde, o Afonso esteve com a madrinha dele e eu estive rodeada de amigos e os meus filhos na brincadeira com os filhos dos nossos amigos. Tão bom!! Rico dia!! 
E a Kika ainda se estreou no skate Carver à boleia com o pai!! ❤️

23 de fevereiro de 2018

Almoço de filho único!

O meu trabalho de pesquisa permitiu-me apanhar o meu filho mais velho na escola e levá-lo a almoçar. Quando cheguei ao portão vieram logo os 2 grandes amigos com ele a pedir para irem também! 😀 Expliquei que não os podia levar sem autorização (filho: oh, mãe! As auxiliares sabem que és uma mãe simpática e que os trazes depois), mas ficou prometido um almoço fora um destes dias... Mas hoje fomos só os dois. E foi tão bom! Fomos a pé, calmamente, a apanhar o sol... conversámos, ele ouviu música, comemos hambúrgueres e baratas fritas!! Já ficou também prometido ao Afonso um programa exclusivo com ele para a semana! São tão bons estes momentos de filho único. Não sei quem gosta mais, se eles se eu!! ❤️

Mini Maratona de Lisboa

Estou a pensar seriamente inscrever-me na Mini Maratona. Não tenho corrido, há muito tempo, fiz uma corrida de 5 km há uns meses largos com umas amigas, mas tenho ido ao ginásio três vezes por semana e gostava de atravessar a ponte a correr. O meu filho mais velho goza comigo, que eu sou lenta, e que corre 5 km em menos de nada. E eu lancei-lhe o desafio: amanhã vamos os dois correr para a cidade universitária e vamos ver quem acaba os 5 km sempre a correr!

22 de fevereiro de 2018

O meu pai no meio da minha pesquisa

Estou a fazer pesquisa sobre um tema específico da guerra colonial. E no meio dos vídeos e documentários e tudo o que ando a ver estou sempre a olhar para a cara dos militares à espera de ver o meu pai, muito novo, como o conheço das fotografias daquele tempo, a sorrir para mim... É incrível como há tanto tempo, quase desde a morte dele vai fazer 8 anos, não o sentia tão presente em mim, não senti tanto a falta dele... Adorava poder conversar com ele sobre este meu tema, ouvir os relatos, saber se conheceu as protagonistas da minha pesquisa... Tem batido aqui uma saudade que nem sei explicar.

Endometriose

Acabei de ler este artigo. Já se começa a falar um pouco mais sobre esta doença, que me afecta desde que comecei a ter o período. Tinha tantas, mas tantas dores e lembro-me da minha mãe dizer que fazia parte... Depois de uma crise tão grande de dores, nem conseguia andar, fiz uma ecografia. Tinha 19 anos. Ao contrário da maioria das mulheres eu fui logo diagnosticada e operada(uma tia minha que é médica tem a mesma doença e encaminhou-me logo para um colega ginecologista e cirurgião). Foi a primeira de duas cirurgias que já fiz até ao momento por causa da doença. Tive dificuldades em engravidar, tive 3 abortos, mas graças a Deus consegui ter três filhos maravilhosos. Infelizmente, muitas mulheres que sofrem com esta doença nunca conseguem concretizar o sonho de ser mães. Tenho a doença e a dor controladas, com a toma de pílula contínua, mas sou vigiada de perto e faço exames anuais porque esta doença não tem cura e, volta não volta, aparece. 

Quem adormece depois de deitar as crianças ponha o dedo no ar!

Não adormeço a deitar os meus filhos, mas se me deito na cama para ver um filme é certinho... Ontem comecei a ver o filme "Água aos Elefantes" e estava a gostar imenso. 


O problema é que adormeci. E não foi porque o filme era mau ou chato, bem pelo contrário, o filme era delicioso, emocionante e muito bom... Mas o cansaço venceu... Espero conseguir hoje ver graças à maravilhosa tecnologia das gravações automáticas, mas se hoje adormecer é na sala, que no quarto não tenho box.

"As crianças precisam de arte e histórias, poemas e música, tanto quanto precisam de amor, comida, ar livre e brincar!"

Vale a pena ler:

Children need art and stories and poems and music as much as they need love and food and fresh air and play. If you don’t give a child food, the damage quickly becomes visible. If you don’t let a child have fresh air and play, the damage is also visible, but not so quickly. If you don’t give a child love, the damage might not be seen for some years, but it’s permanent."

Traduzido aqui, mas quem conseguir leia o original!

Biblioteca das Galveias

A minha pesquisa ontem levou-me à renovada Biblioteca das Galveias e fiquei encantada. Como está bonita e funcional...  O espaço é fantástico, fazer o cartão é gratuito. Estive lá a trabalhar e ainda requisitei um livro muito giro para os meus filhos. E acho que vou começar a requisitar alguns livros para eu ler porque apesar de adorar ficar com os meus livros quase que já não tenho quase espaço... As bibliotecas de Lisboa funcionam em rede e se o livro que queremos está noutra biblioteca, é só pedir. Não há desculpas para não ler ou para não apresentar livros novos aos nossos filhos. 







20 de fevereiro de 2018

Adoro quando o meu trabalho me leva a viajar no tempo...

Sempre gostei de pesquisar, de meter o nariz no passado, em revistas e jornais de outra época... 

Há coisas que me transcendem!!

Os médicos particulares que chegam sempre tarde, começam as consultas sempre arrastados e não cumprem horários!! Acho uma falta de respeito pelos pacientes! Eu gosto muito da minha ginecologista, mas estes atrasos dela enervam-me! Não há uma única consulta que comece a horas. Estou marcada para as 9h15 e a médica ainda não chegou... e tem pacientes marcados desde as 8h30 da manhã!! 

19 de fevereiro de 2018

Educar sem gritos e de forma positiva é o maior desafio da minha vida!


"Como lidar com as respostas tortas das crianças" Um artigo interessante com o ponto de vista da Magda Dias sobre a parentalidade positiva. Vale a pena a leitura. 


Ementa Semanal

Boa semana!!

2ª feira
Jantar: Bifes de peru gratinados no forno com cogumelos, queijo e espinafres. Acompanha com puré (batata e courgete) e Bimis salteados.

3ª feira
Jantar: Lasanha de carne com salada verde

4ª feira
Jantar: Peixe assado no forno

5ª feira
Jantar: Perna de peru assada no forno com abóbora, cebola, batata doce, batata, cenoura e courgete

6ª feira: Bacalhau gratinado com legumes

Sábado e Domingo
Já sabem que por aqui ao fim de semana não há refeições planeadas, invento e aproveito sobras que ganham nova vida...

17 de fevereiro de 2018

Filme de sexta à noite

Depois de ontem ter feito uma colonoscopia para ver se a endometriose não tem feito das dela, e felizmente e graças a Deus não tenho nada no intestino e está tudo bem, à noite eu e o maridão enroscamo-nos no sofá para ver um filme, cujo trailer me tinha deixado curiosa. E gostámos imenso!! Muito giro!


Dormir em casa de amigos!

Quando era miúda adorava ir dormir a casa das minhas amigas e adorava que elas viessem dormir a minha casa. Era uma gesta! Quando metia férias ainda melhor! Os meus filhos mais velhos são iguais. Acho que com a idade do Afonso, 4 anos, não ia dormir a casa de amigas, nem o Alexandre foi tão cedo, mas já se sabe que os segundos e terceiros filhos são sempre mais despachados! Hoje o Alexandre foi convidado para ir dormir a casa de um amigo da escola. O Afonso ficou triste, adora aquele amigo do irmão que costuma vir muitas vezes cá a casa, mas nós explicámos que ele não tinha sido convidado. É importante que eles percebam que nem sempre têm os mesmos programas e os mesmos convites e têm de saber lidar com isso e com a frustração inerente. Ele lá aceitou. Quando fomos levar o Alexandre a mãe do amigo dele perguntou-me se o Afonso gostaria de ficar. Eu disse que sim, mas que ela já tinha três dela mais o meu e  que não queríamos dar trabalho... mas eles são um casal parecido connosco... há sempre espaço para mais um amigo ou um sobrinho dormir. Haviam de ver os olhos do Afonso a brilhar quando lhe disse que se quisesse também podia dormir, que tinha sido também convidado. Ficou tão feliz, mas tão feliz!! E lá ficaram os dois para jantar e dormir. A Kika é que parecia um disco riscado durante a noite: os mãos? Os mãos? Que é como quem diz: os irmãos? Os irmãos? E eu lá fui explicando que hoje os irmãos iam dormir a casa do Rodrigo... tenho a certeza que estão felizes!! E não há nada que nos deixe mais felizes que a felicidade dos nossos filhos! E fomos jantar fora com a Kika que recebeu atenção exclusiva de filha única!! 

14 de fevereiro de 2018

Não me canso desta música💗



Sugestão para treinar a leitura!

O meu filho mais velho treina a leitura, o mano do meio ri às gargalhadas e a pequena também, só por contagio! É o momento de leitura dos manos antes da história da noite. E entre gargalhadas e disparates o filhote grande vai treinado a leitura e aprendendo palavras novas!



 


Ainda não vos tinha mostrado o meu Capuchinho Vermelho preferido


Que ontem se voltou a vestir a rigor para ir cantar os parabéns e levar bolachas à avozinha!

Feliz Dia dos Namorados 💓


É bom namorar todos os dias, hoje é só mais um bom pretexto até porque a minha mãe podia ficar com os nossos filhos. E lá vamos nós festejar 13 anos de vida juntos!

12 de fevereiro de 2018

Novo livro!

A capa é pavorosa e eu nunca compraria este livro se o visse. Mas já li dois livros desta autora e estou rendida à escrita dela! Já o tinha encomendado e foi só chegar, recolher e pagar.  Agora é ler!! Um dos meus momentos preferidos do dia: eu e um bom livro ao deitar!!

Mãe sofre

A tarde estava boa, fui buscar os mais pequenos, fui buscar uma bola a casa (que eu tinha comprado há uns tempos na Decathlon) e apanhámos o filho mais velho para irmos ao parque. E foi aí que ele começou a refilar: que a bola não era boa, que não gostava daquela boa, que eu não sabia comprar bolas... O Afonso não aderiu ao protesto e foi jogar, apareceu um menino que jogou com ele e a bola até dava para jogar, imagine-se!! É uma bola, é redonda!! Para mim, de facto, não há grande ciência numa bola! Era barata, marca branca, sem história e com cores giras!!


Mas o meu filho grande amarrou o burro... a bola era uma porcaria! Que deixasse essas compras para o pai!! A certa altura, sempre a refilar, lá foi jogar... e depois não queria parar, mas sempre a implicar com o raio da bola. Eu tentei levar na desportiva, tive de me zangar quando ele respondeu torto, e só pensava que realmente nisto de ser mãe nos sai muitas vezes tudo ao contrário: achava eu que iam ficar os 3 felizes por irmos ao parque e eu até me tinha lembrado de levar uma bola!! Que belo final de tarde que eu ia ter. Nem por isso, tive um filho a refilar em modo disco estragado... mãe sofre. E ainda só estamos a entrar nos 8 anos. Até tremo só de pensar na adolescência... 

Ementa Semanal

2ª feira
Jantar: Carne estufada com cenoura e alho francês. Acompanha com puré de batata e batata doce e feijão verde

3ª feira
Almoço: É Carnaval e almoço de anos da querida Sogra! Almoço de família com um brunch! 
Jantar: Feijoada (sobrou da semana passada, congelei e sai hoje melhor que nunca)

4ª feira
Jantar: Croquetes para os filhos (Fiz lombinho de porco assado no fim de semana e sobrou um pouco que juntarei à carne de segunda feira), que os pais vão jantar fora e namorar! 💗

5ª feira
Jantar: Rolo de carne recheado com queijo e fiambre. Acompanha com arroz basmati e bimis salteados

6ª feira
Jantar: Filetes de pescada no forno, receita daqui.

Sábado e Domingo
Já sabem que por aqui ao fim de semana não há refeições planeadas, invento e aproveito sobras que ganham nova vida...

A primeira paixão💓

A mana mais nova apaixona-se pelo irmão mais novo do melhor amigo do seu irmão do meio... É só sorrisos, beijos e abraços... Podia ser um filme de adolescentes, mas não é... 


É a paixão que a Kika tem pelo irmão do melhor amigo do Afonso. Fica tão feliz quando o vê. E ontem passámos a tarde juntos (obrigada pelo magnífico lanche e pela boa companhia), enquanto o meu marido levou o filho mais velho ver os Stomp, num programa de filho único!

Fim de semana sem televisão e sem playstation

A propósito deste post  não houve desenhos animados nem playstation o fim de semana todo. E sabem que mais?  Foi um descanso, uma paz... Os meus filhos brincaram imenso uns com os outros, não houve guerras, estiveram a desenhar, a fazer jogos, estenderam roupa, puseram a mesa, ajudaram mais do que o normal... Foi uma paz e um verdadeiro fim de semana em família, sem o ruído da televisão sempre ligada! Abrimos a excepção para o jogo de Futsal, em que Portugal se consagrou pela 1ª vez Campeão Europeu, mas tirando isso não houve televisão nem gadgets... E compreendo as famílias que optam por ter a televisão desligada a maior parte do tempo, deixando ver alguns filmes e alguns programas seleccionados, mas não estando sempre ligada com os miúdos vidrados a ver desenhos animados. A discussão de sábado de manhã acabou por ter um lado muito bom.

11 de fevereiro de 2018

Anda comigo ver os aviões parte 2

Desta vez, viemos os 5! A Kika dorme a sesta e os manos estão radiantes sentados em cima do tejadilho! Uns aviões aterram, outros levantam voo... e eu penso nas saudades que tenho de viajar... 






10 de fevereiro de 2018

O Afonso voltou a ser do Benfica!!

Durou pouco mais de uma semana a sua paixão pelo Sporting. Voltou a ser do Benfica do pai. Mas de notar que o meu marido não fez pressão e aceitou que ele tivesse mudado para o clube do melhor amigo, só lhe disse que não ia com ele comprar um equipamento. Não sei se foi isso ou não, mas a verdade é que voltou ao clube do pai e do irmão.

Uma manhã do avesso!

Quando acordei, tarde e bem descansada, com a Kika a chamar, acabada de acordar já eram 10h30. Claro que já tinha acordado a meio da noite com os rapazes que se foram lá enfiar os dois na cama, já tinha acordado às 8h quando eles melhoram o pai para ir jogar PlayStation, mas fui ficando na ronha, dormindo e acordando. Quando me levantei vi que o dia estava lindo, mesmo a pedir passeio antes do almoço. Preparei o pequeno almoço e pedi ao rapazes que se vestissem... e começou o inferno: que não queriam ir ao parque ( parque fantástico em frente a casa com mata, teia, onde podem jogar futebol, correr, subir e saltar), que queriam ficar a jogar e a ver TV. E começou o boicote. Não se vestiam, ignoravam os pedidos, depois as ordens... eu, o meu marido e a Kika prontos e eles a desafiar. Passou uma hora e uma camada de nervos que nem imaginam. Lá saímos. Eles iam como se fossem arrancar dentes. Chegaram ao parque e parecia que se esqueceram que não queriam estar ali! Jogaram à bola, felizes e contentes. Voltámos para casa e distribui tarefas. Eles estão mal habituados e o mais velho, principalmente, está numa fase em que faz o que quer ou é tudo um drama e um horror. E porque não é assim que os queremos educar, e porque é preciso que eles percebam que eu e o pai não estamos aqui só para os servir e servir de uber, a caminho de casa, enquanto caminhávamos, fui explicando que não havia nem TV nem PlayStation no fim de semana e que enquanto eu fizesse o almoço eles iam estender a roupa e pôr a mesa... e começaram as reclamações... mas a verdade é que fizeram tudo! E agora estão a pintar e a desenhar no quarto e eu vou ler o jornal e ver uma comédia romântica na televisão!! Não quero pequenos reis cá em casa, que não dão valor aos pais, que acham que são tudo direitos... somos uma família, uma equipa, e uma vez o programa agrada mais a um que a outro, paciência... eles ainda não podem ficar sozinhos em casa, por isso, andam connosco... no meio de todo o caos matinal acho que conseguimos que eles percebessem a mensagem. E a Kika pode andar de baloiço, que andava há semanas a pedir parque mas não andava a conseguir levá-la. Foi hoje. Bom fim de semana! 

8 de fevereiro de 2018

A sonhar com a próxima ida ao cinema!!

Adoro ir ao cinema com o meu marido. É um momento de relax, de descontracção e pipocas à mistura! Cinema é sinónimo de namoro. E é tão bom namorar!



A Kika não come peixe e ponto final!

Nem em casa, nem na escola. Nem cozido, nem assado, nem grelhado... Nem atum, nem salmão, nem dourada... Nada. Aquilo chega-lhe à boca e ela cospe. Ela que come bem, não consegue comer o peixe. Estou a pensar dar-lhe umas sopas de peixe, como quando era pequena. Por acaso não me lembrei de falar sobre isto com o pediatra. Deve ser uma fase. Mas já dura há algum tempo. 

Bolo de aproveitamento

Estavam umas bananas a apodrecer na fruteira e um chocolate 85% cacau, demasiado amargo para comer, e foi tudo parar a um bolo!


A receita base é o bolo de iogurte. Mais simples é impossível.

um iogurte natural
3 medidas (copo de iogurte) de açúcar
3 medidas (copo de iogurte) de farinha
1 medida (copo de iogurte) de óleo
1 colher de chá de fermento

Derreti o pedaço de chocolate e depois verti em cima.


6 de fevereiro de 2018

Fomentar a autonomia!

É tão importante estimular e fomentar a autonomia dos nossos filhos. Este exemplo é fantástico!



Vídeo retirado daqui.

Tenho pena de não ter fotografado...

Ontem a minha querida avó foi lá jantar a casa. E foi brincar com a Kika... e a Kika encheu os lindos cabelos brancos da bivó com os seus ganchinhos e fitas! Estavam as duas felizes e a rir. Que privilégio. Tão bom poder ainda viver estes momentos com a minha querida avó do meu coração!

5 de fevereiro de 2018

Ementa Semanal


2ª feira
Jantar: Feijoada com carnes magras

3ª feira
Jantar: Arroz basmati com atum e ervilhas, daqui.

4ª feira
Jantar: Empadão de bacalhau, daqui, com salada de alface e tomate

5ª feira
Jantar: Coq au vin pie, daqui.

6ª feiraJantar: Penne integral com legumes e salmão

Sábado e Domingo
Já sabem que por aqui ao fim de semana não há refeições planeadas, invento e aproveito sobras que ganham nova vida...

Mamografia e ecografia mamária de rotina!


Já de bata e à espera de ser chamada para fazer a mamografia e ecografia mamária. Tenho sempre um nó no estômago, um nervoso miudinho, tenho sempre pavor que vejam alguma coisa má... 
Felizmente e Graças a Deus estava tudo bem! Todos os anos em Janeiro faço os meus exames de rotinas, que incluem exame à mama. Temos de vigiar e estar atentas. E dar graças quando ouvimos dizer: está tudo bem! Fico sempre com vontade de abraçar a médica:-)

4 de fevereiro de 2018

Os 40 são os novos 30, o tanas!

Uma grande amiga fez 40 anos - fazemos quase todas este ano, bela colheita de 78- e fomos jantar e sair. Depois de uma tarde dedicada a Festas de anos de amigos especiais dos filhotes a minha mãe veio cá ficar e lá fomos nós. A noite estava fria e chuvosa, mas isso não nos impediu de apanhar o metro e andar a pé, de braço dado, aproveitando a liberdade de uma saída a dois! Jantar, boa conversa e um copo num bar muito giro chamado "O bom, o mau e o vilão!" Foi mesmo bom. O que custou mais foi o dia de hoje... mas valeu a pena! E a nossa amiga estava mesmo feliz! 

Cá em casa é uma animação!!

Entro na cozinha onde estão os meus filhos a tomar o pequeno almoço. Pouso Kika na cadeira. A conversa entre eles já ia avançada e diz o meu Afonso, 4 anos, com os olhos cheios de lágrimas: oh, mãe! Eu não quero nascer do pipi!! Diz o mais velho, com aquele ar de desprezo que às vezes usa com o irmão: já nasceste! Só a mana é que não! E repete o Afonso, com um ar miserável, como estivesse a ser condenado a algo horrível, a ser insultado: oh, mãe! Eu não quero nascer do pipi!!por favor, mãe!! Eu nasci da barriga, não foi? Não quero nascer do pipi! 

2 de fevereiro de 2018

Um doce que faz sempre sucesso!

É uma bomba calórica, mas dias não são dias!! Doce de leite condensado, natas e bolacha!

Na Bimby triturar 2 pacotes de bolacha Maria e reservar - velocidade 6 - e reservar.
Colocar a borboleta na Bimby e bater 2 pacotes de natas - uso daquelas frescas mesmo para bater. Quando estão em castelo, retira-se a borboleta e juntam-se 2 latas de leite condensado cozido. Mistura-se tudo. Depois junta-se parte da bolacha, com a bimby sempre em movimento, envolve-se bem. 

Numa taça forra-se o fundo com a bolacha previamente triturada no início, depois deita-se o preparado e cobre-se com mais bolacha! Frigorífico e já está. É mesmo bom. É uma bomba de açúcar, mas é para ocasiões especiais e podemos comer só uma colherzinha! E é um doce rápido e fácil de fazer.


Granola caseira

Uma receita super simples e deliciosa! Numa taça grande misturei sementes de girassol, sementes de abóbora, trigo sarraceno, flocos de aveia, flocos de cevada, avelãs, caju, nozes adicionei umas colheres de mel, uma colher de sopa de gengibre em pó, óleo de coco e misturei tudo. Deitei num tabuleiro de forno forrado com papel vegetal e espalhei um pouco de  açúcar mascavado. E foi ao forno. Fui espreitando, mexendo e já está!


(Antes de ir para o forno, a meio e no final!)

1 de fevereiro de 2018

Consulta dos 2 anos!

Depois destas últimas semanas de viroses e subidas súbitas de febre hoje fui com ela ao pediatra para a revisão dos 2 anos!! Começou chorosa e a mostrar a mão onde a picaram na urgência para tirar sangue na 3ª, mas aos poucos lá aclamou com as palavras que o doutor é amigo e não vai tirar sangue à Kika. Foi toda observada, cresceu e ganhou peso! Está óptima e em relação aos picos de febre, acusados por viroses, é preciso estarmos muito atentos porque, já se viu, ela tem tendência a ficar roxa porque o sangue se afasta das extremidades para o interior do corpo. Quando começa a fazer febre é medir logo a temperatura retal e se estiver nos 38º supositório! Tenho recorrido cada vez mais ao médico de família no centro de saúde, houve uma altura em que até pensei que não precisava de pediatra para os meus filhos, que era um extra, que não fazia nada diferente do médico de família, mas nunca fiz o corte porque houve alguns momentos em que instintivamente peguei no telefone e pedi ajuda... e é reconfortante saber que há alguém que nos atende do outro lado, que me atende sempre ou liga de volta,, que me dá conselhos certos e sábios, que conhece os meus 3 filhos, sobrinhos, sabe o nome de nós todos... e no verão passamos férias na mesma praia. É um homem experiente e atento, que mesmo que tenha a sala de espera a rebentar, nos recebe sempre como se fossemos os únicos pacientes que tem... hoje quando percebeu que a Kika estava de volta do meu creme das mãos foi encher-lhe um saco com cremes próprios para rosto e boca e deu-lhe por ela se ter portado muito bem. Haviam de ter visto a cara de alegria dela! Conquistou-a! E eu lá vou gerindo o orçamento entre o centro de saúde e as consultas privadas, mas sem que o pediatra dos meus filhos deixe de ser o pediatra deles... a Kika, por exemplo, esteve mais de um ano sem lá ir, mas fomos em Novembro e ele resolveu-nos o drama das noites mal dormidas, e voltamos lá hoje porque eu precisava que ele me tranquilizasse em relação a estes episódios da Kika... e tranquilizou. 

Terra dos Sonhos - O Musical!

A Terra dos Sonhos precisa da ajuda de todos para continuar a espalhar magia! A segunda edição do Musical da Terra dos Sonhos vai estar em Lisboa, na Culturgest, entre os dias 22 e 25 Março e no Porto, na Casa da Músican nos dias 1 e 2 de Abril. Os Bilhetes já estão à venda aqui para Lisboa e aqui para o Porto! Já está criado o evento na página do Facebook da Terra dos Sonhos. Quanto mais gostos e partilhas tiver a página maior será o sucesso na divulgação e na compra de bilhetes.


Se não pode ir ao espectáculo mas quer contribuir para a Terra dos Sonhos com o valor de 1 bilhete (15€), seleccione Bilhete Solidário porque um sorriso vale tudo! O seu donativo vai permitir que a Terra dos Sonhos realize mais sonhos junto das crianças e jovens com doenças crónicas, crianças e jovens institucionalizados e idosos.

Uma boa notícia!


Dia de São Valentim!

Para mim, todos os pretextos são bons para ir jantar fora a dois e namorar! Ontem lancei ao meu marido a sugestão de irmos jantar fora no dia dos namorados... Já tinha uns restaurantes em vista...


E começa logo o filho mais velho a refilar, que também queria ir, que nós estávamos sempre a dizer que adoramos estar com eles e íamos imensas vezes jantar fora sozinhos... Basicamente, começou a disparatar... E eu lá lhe expliquei que eu e o pai dele precisamos de jantar a dois, sem guinchos, sem limpar rabos, sem mandar comer, sentar direito, sem copos de água entornados e birras... Expliquei que ser pai e mãe é muito absorvente, o melhor do mundo, mas que eu e o pai também somos namorados, marido e mulher, e precisamos de momentos a dois para recarregar baterias... E que sim, jantamos pelo menos duas vezes por mês só os dois, e que esses jantares, muitas vezes acompanhados de um cinema, são muito importantes para o nosso casamento e harmonia. Expliquei-lhe o lema que afirma "pais felizes, filhos felizes" e que tal como uma flor o casamento tem de ser regado com amor e momentos a dois... 

Eu e o meu marido durante a semana não temos quase tempo para conversar, são mais recados que damos um ao outro: leva os miúdos, vai mudar a fralda, vou servir o jantar, já arrumei a cozinha, vou ler a história da noite, já estão todos deitados, falta pôr a máquina a lavar... O meu marido anda numa fase de trabalho em que chega a casa directo para a mesa de jantar e volta para o computador depois de os deitarmos... Eu deito-me com uma série e um livro... Aos fins de semana tentamos ter um bocadinho só para nós, mas nem sempre conseguimos... Mal nos temos vistos com olhos de ver, por isso, sim, os momentos a dois são fundamentais para nos olharmos nos olhos, bebermos um bom vinho, falarmos de tudo e de nada, jantarmos em paz... E o Dia dos Namorados é só mais um óptimo pretexto para irmos experimentar um restaurante novo, só os dois! 

O Carnaval está a chegar!

E já chegaram os fatos para os meus filhotes. Os manos mais velhos escolheram, o da pequena escolhi eu! Já tinha comprado neste site e acho bastante em conta e, até ao momento, chegou sempre tudo a tempo e horas. A qualidade não é a melhor, está ao nível do chinês, mas os preços também são baixos. 
Um ninja!

Um polícia!









Entre fatos e acessórios gastámos à volta de 50€ para os três filhos. É algum dinheiro, eu sei, mas os meus filhos adoram brincar mascarados e quando vão lá amigos e primos a casa é sempre uma das brincadeiras preferidas: ir ao baú dos fatos de Carnaval! 


Para organizar a semana

Como sabem gosto muito de organizar as ementas semanais no fim de semana, preparando assim a nossa semana para não me perder. Gosto de ter onde apontar não só as ementas, mas também as actividades e consultas (não apontei as ecos de ontem no organizador semanal e olhem o que aconteceu). Ontem comprei este bloco no Lidl. Super barato e com íman para colocar no frigorífico.