25 de janeiro de 2015

Basta um segundo de distração...

... e os acidentes acontecem. Não vi o Afonso a ir agarrar no bule de chá a ferver e bastou um segundo para ele entornar o bule inteiro para cima do braço. Só quando ouvi os gritos percebi. Despi-o de imediato e água fria, mas a pele começou logo a empolar. ele gritava, guinchava de dor, eu sufocava de dor por dentro. O Alexandre em pânico com o mano. O meu marido a ajudar com a água fria. Uma amiga a tentar tranquilizar as filhas pequenas, em pânico com a gritaria e a correria (estávamos a lanchar em minha casa e eu estava com alguma pressa para ir à missa pelo segundo ano da morte do meu querido e doce e eterno avô Zé). Liguei ao pediatra que mandou ir logo para a Estefânia que tem grandes especialistas em queimados. A minha amiga foi comigo, deixámos os pais e as restantes crianças a brincar. Na Estefânia, mais uma vez, foram impecáveis. É que nem esperámos 10 segundos para ele ser logo visto por um enfermeiro e reencaminhado para a cirurgia para ser visto por um cirurgião. As queimaduras são de primeiro e segundo grau, não muito graves, mas não quer dizer que não evoluam. Porque a queimadura é evolutiva e mesmo depois de já não estar em contacto com o quente continua a queimar por dentro. Amanhã vai fazer penso com Biafine ao Centro de Saúde e na terça volta à Estefânia para a consulta dos queimados. E o meu filho foi um campeão no hospital. Coitadinho... Cheio de dores, com o braço em carne viva, mas deixou desinfectar e aplicar o Biafine e fazer o creme. Veio todo entrapado com uma rede para evitar que ele tire os pensos. O mano recebeu-o com abraços. Comeram chupa chupas e tiveram mimo extra... E amanhã quando for fazer o penso ao centro de saúde levo o mais velho para ser observado, porque reparei que lhe apareceram umas borbulhas no corpo. Não tem febre e está super bem disposto, mas que tem borbulhas, tem... 

3 comentários:

  1. Ai que até o meu coração ficou apertadinho quando li o inicio do texto! Estas coisas acontecem mesmo, quando menos se espera. E os nossos pequenitos estão sempre prontos a deitar a mão a tudo! As melhoras do teu pequenito. Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. São coisas que acontecem e nós culpamos-nos sempre, mas como disse basta um segundo e o mal está feito.
    As melhoras ao Afonso e beijinhos a todos
    Olga

    ResponderEliminar
  3. Ai que dor no peito só de ler e imaginar a aflição! :( As melhoras e força! É que é mesmo um segundo e saber isso é assustador! :(

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!