30 de novembro de 2018

Mais uma semana a sós com os miúdos...

... E já passou uma semana. Esta era muito exigente em termos de trabalho, mas consegui cumprir tudo dentro do prazo. Que alívio. Houve tempo para brincadeira, para cortes de cabelo, para bulhas e ovos mexidos com salsicha ao pequeno almoço. Falta mais um fim de semana e mais uma semana completa para nos reunirmos os 5... Pelas fotos deslumbrantes que o meu marido envia começo a achar que ele preferia que nos juntássemos nós a ele...  Mas para já temos uma obra para acabar, uma mudança para fazer, um Natal para celebrar. Agora, lavar os dentes, xixi, cama... que estou que nem me aguento... 

29 de novembro de 2018

Não conhecia a escritora...

... Como aqui partilhei vi uma entrevista na televisão com ela e gostei. O livro é tão duro, tão realista... tão bem escrito, muito visual... E é um murro no estômago. Estou a gostar, mas é quase de terror... tudo o que envolve filhos e morte causa-me dor, e este livro dá-me pesadelos... É verdade, a história aparece-me nos sonhos. Esta noite quando um dos meus filhotes me apareceu a meio da noite a pedir para vir para minha casa soube-me tão bem... É incrível o poder da literatura. Mas recomendo. E já sei que a seguir vou querer ler mais livros desta autora.

28 de novembro de 2018

Não podem perder este livro...


Adoro as ilustrações da Ana Granado, que podem acompanhar aqui, no Diário de uma mãe ilustradora, onde ilustra de forma maravilhosa o dia a dia de uma mãe de quatro...

Filho Natal ❤️


Queria muito um saco de Pai Natal para levar brinquedos para a escola para brincar com os amigos,
e quando viu o fato completo ficou encantado...
Ainda faltam umas semanas, mas o Filho Natal já chegou a nossa casa!

27 de novembro de 2018

Ainda sobre a importância da brincadeira...

Este artigo. E é mesmo certo que é através da brincadeira que muitas vezes as crianças canalizam as emoções. O meu filho do meio é o que mais está a sofrer com a ausência do pai. E ontem, estava eu a fazer o jantar, quando ele começou a chorar à porta da cozinha a dizer que eu não brincava com ele... Logo ele, que adora brincar sozinho com os seus carros. Parei logo o que estava  a fazer, desliguei o lume e dei-lhe colo. Percebi que ele estava a precisar de mim. Perguntei ao que queria brincar. Quis brincar aos pais. ele era o pai e eu a mãe e o nenuco da irmã era o nosso filho. Brincámos uns minutos. Depois quis ser ele o bebé. Foi buscar uma fralda e pediu colo. Estava mesmo a precisar de mimo e atenção. Não forram precisos muitos minutos e ele ficou feliz e disse que eu podia ir fazer o jantar, foi comigo e ajudou-me.

"AS CRIANÇAS BRINCAM CADA VEZ MENOS E ISSO PREJUDICA O SEU DESENVOLVIMENTO"

É bem verdade, este artigo. Eu tento ao máximo soltá-los, dar-lhes tempo para as brincadeiras... arranjar tempo para brincar com eles, se bem que neste capítulo o meu marido me dá 100 a zero, ele é muito melhor a brincar que eu, mas eu gosto de contar histórias, de os levar para a cozinha para cozinharem comigo, de os levar ao parque, a exposições que sei que eles vão gostar... Foi no sábado que e tive de ir trabalhar e eles ficaram em casa com a minha cunhada, o tempo estava péssimo e não houve brincadeiras ao ar livre, e eu quando cheguei perto das 19 percebi claramente que lhes tinha feito falta irem à rua... correr um bocadinho, libertar as energia... Os miúdos precisam mesmo de ar livre, pelo menos os meus precisam. 

Nunca mais na vida faço obras...

Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...Nunca mais na vida faço obras...!!! Eu bem sei que nunca se deve dizer nunca... mas uma obra a empancar, marido noutro continente, trabalho a acumular, filhos, casa... Socorro! 

Mais um livro novo na hora de deitar


O livro é muito giro, numa espécie de banda desenhada infantil. A história é amorosa e com uma mensagem importante sobre a formação de novas famílias, as relações entre os irmãos...

26 de novembro de 2018

Parabéns, meu amor!

Em 14 anos é o teu primeiro aniversário que não festejamos juntos, mas graças às tecnologias já falámos contigo hoje de manhã, já te cantámos os parabéns e dissemos que te amamos! As saudades apertam para todos. Na mala levavas um miminho nosso, um postal escrito e pintado pelos nossos filhos e umas velas de aniversário. Acho que hoje em vez de enfeitarem um bolo são capazes de se estrear numa bela lagosta:-)) Vai ser um aniversário diferente, mas que seja bom e especial também. Ainda falta para nos abraçarmos, mas já vamos a metade do tempo... Parabéns, amor da minha vida!!! Um dia feliz e um ano ainda melhor, convosco ao teu lado!!

25 de novembro de 2018

Domingo de mãe e de filhos!!

Almoço a quatro... ainda me vieram perguntar duas vezes se estava à espera de mais um adulto! Não, era mesmo uma para três!! 😀

Depois cinema! Íamos arriscar, ia ser a estreia da Kika no cinema. E foi um espetáculo! Esteve sempre ao meu colo, adorou! Nem pestanejou, estava enroscada em mim com a chucha e a fraldinha a comentar o filme! Adorámos o Grinch!!!


24 de novembro de 2018

E depois recebo estas fotos do meu marido😆


No percurso dele a caminho do trabalho... 

Da eterna conciliação do trabalho com a maternidade...


Hoje tinha de trabalhar porque perdi a segunda feira por causa da entrega e montagem dos roupeiros do Ikea e porque na próxima segunda lá terei de estar novamente para fazerem bem o que fizeram mal na segunda... Enfim. Tenho a sorte de poder gerir o meu dia, mas o meu trabalho não se faz sozinha... Tinha tudo organizado para não ter de trabalhar nos fins de semana deste mês que o meu marido está fora em trabalho, mas esta chatice e incompetência de quem veio montar os meus roupeiros trocou-me as voltas. Pedi à minha cunhada mais velha e minha salvadora de tantas horas que me ficasse hoje à tarde com os miúdos para eu me fechar na biblioteca a trabalhar. Eles ficaram danados comigo, choraram, queriam-me, que eu era péssima, a pior das mães, "trabalha no trabalho, hoje é fim de semana", dizia o Afonso, zangado entre lágrimas, quando me foi acordar às 8 a perguntar se já estava na hora do cinema... Expliquei que íamos domingo, e foi o drama! Queriam ir hoje ao cinema e não amanhã, como combinado... A manhã entre birras e Lidl passou, almoçámos e aqui estou eu... até às 19h a trabalhar, esperando conseguir acabar o meu trabalho e cumprir o deadline de segunda feira.


23 de novembro de 2018

As perguntas dos filhos... neste caso, foi mais uma afirmação de uma coisa nova que tinha aprendido.

Diz o meu filho de 8 anos, quando chega a casa:
- mãe, a professora Carla contou que há homens e mulheres que mudam de sexo. Mulheres que fazem operações para terem pilinhas e homens que põem pipis porque não estão felizes com os corpos deles.
E eu confirmei. Ele estava um bocadinho estranho com a operação em si, mas não adiantou muito mais. Não fez mais perguntas. Ele seguiu à vida dele. E eu também. Não respondi ao que ele não perguntou  e agi com toda a naturalidade. 

Para mim, também veio um livro novo

Vi uma entrevista na RTP3 com esta escritora e fiquei curiosa. Mandei vir um dos romances que estava disponível na rede das bibliotecas. Começo logo à noite...

22 de novembro de 2018

Mais histórias

Ontem fui buscar novos livros à biblioteca e é engraçado que quando os estava a escolher há uns dias, online, sabia, mais ou menos, qual ia ser o preferido de cada filho. Ontem à noite disse a cada filho para escolher um livro. E acertei em cheio nas preferências deles.

Kika: quase 3 anos

Alexandre: quase 9 anos
 

  Afonso: 5 anos e meio

E ainda lá temos mais dois para esta noite!

20 de novembro de 2018

Dia do Pijama

Não foi fácil convencer a minha filha a ir de pijama para a escola. Não queria e não estava a perceber... Deve ter pensado que eu me tinha passado. Lá lhe expliquei que iam todos os meninos e as educadoras também. Ficou convencida e depois olhou para mim: a mãe também vai de pijama? Eu não, por mais que me apetecesse... Hoje era mesmo levá-los de pijama e voltar para o edredão e passar o dia lá enfiada, no silêncio, a ver séries... 

A pior experiência do mundo com a montagem dos roupeiros do Ikea

Ontem estive das 9h às 17h25 presa por causa dos roupeiros do Ikea. Tinha uma entrega de dois roupeiros básicos. Chegaram às 11h30 e refilaram da casa estar em obras, que se iam embora. Eu expliquei que os quartos onde iam instalar os roupeiros estavam prontos para a montagem e que estes tinham de ser montados antes de se colocar o chão, porque o peso destes roupeiros pode empenar e levantar o chão flutuante. Ordens da arquiteta da obra. Quando me viram a ligar para o Ikea disseram que afinal montavam, até porque eu tinha mencionado que a casa estaria assim. Um ficou e outro disse que já vinha. E ficou um a montar. A montar mal, empenou uma porta de correr, enganou-se nas montagens, trocando onde eram as gavetas e os cestos... um dos roupeiros não encaixou... Foi todo um dia de nervos, de stress... Estive das 9h às 17h30 de pé, no meio de uma obra. Já fiz reclamação, mas o dia de ontem ninguém me paga, até porque não ficou resolvido... Um dos roupeiros não ficou bem, o tipo sozinho empenou as portas, altas, e que não são para montar só uma pessoa, e o oyro, não sei como ele fez, mas um dos módulos não encaixou... Vão lá hoje os responsáveis da minha obra, parece que ao revestirem com pladur uma das paredes perdemos ali uns milímetros... Não sei. Vejo o tempo a avançar, só tenho casa arrendada até ao fim de dezembro... e sozinha com os miúdos a gerir a obra, o meu trabalho, os miúdos... e para a semana chega a cozinha, também do Ikea, e até tremo só de pensar que podem estar medidas incorretas... aí a montagem é a cargo do empreiteiro, mas sei lá... era suposto ter a casa pronta até ao final do mês, e está longe de estar pronta... 

Uma semana... longe de nós

Já fez uma semana que o meu marido saiu de Lisboa em trabalho... Estamos todos com saudades, mas é engraçado como os miúdos reagem de maneira diferente à ausência do pai. O skype tem ajudado às conversas diárias, mas fazia o meu Afonsinho chorar... A Kika diz muitas vezes que quer o pai... o Alexandre adora falar pelo skype, contar tudo. Arranjei um calendário para quando eles querem cortar os dias que já passaram (não os lembro, só quando pedem - e já não pedem há dois dias). As rotinas vão andando bem, só me cansam mesmo as bulhas deles, quando ao final do dia começam a implicar. Tenho-os compensado com muito mimo, muitas histórias ao deitar, muito colo... Faltam 3 semanas para nos voltarmos a abraçar, a estar todos juntos... Até lá, os dias vão andando nas rotinas, vamos tirando fotografias, partilhando momentos... 

15 de novembro de 2018

E estes também andam por cá, vindos da biblioteca...



Já foram lidos alguma vez e vou devolvê-los amanhã...
E é aquele momento que me entusiasma e em que vou pesquisar novos livros para requisitar.
É tão bom não termos limitações de orçamento.
Podermos estar sempre a requisitar livros novos, voltar a requisitar livros que os miúdos adoraram.
É verdade que nem todos os livros existem na rede de bibliotecas, mas asseguro-vos que existem mais do que suficientes... e livros giros, edições recentes!




Da biblioteca veio mais este...

Foi a nossa história de ontem, ao deitar.

Um livro já velhinho e bem gasto, que foi tratado com muito carinho... Tenho amigos e alguns leitores do blog com receio de requisitar livros da biblioteca com medo que os filhos pequenos os estraguem, mas os miúdos têm cuidado, e se forem connosco buscar os livros, e lhes explicarmos que vamos nós agora ler, com muito cuidado, e que depois devolvemos para serem lidos por outras crianças... eles têm cuidado. Cá em casa, com três pestinhas nunca tivemos problemas...  Não quer dizer que nunca venhamos a ter, que não haja um acidente, mas não me parece que venha mal ao mundo se tal acontecer... Os livros são para ser entregues em boas condições, as mesmas que os recebemos, mas é normal que aconteçam acidentes, uma página rasgada... por isso eles têm vários exemplares dos livros espalhados pelas bibliotecas... 
O importante é que os miúdos ganhem o gosto e o cuidado pelos livros e pela leitura!

13 de novembro de 2018

Hoje foi dia de devolver um livro na biblioteca


Foi lido várias vezes por nós ao deitar e ainda foi à sala da Kika, no jardim de Infância, fazer as delícias dos coleguinhas... 
E já trouxemos outro, que já tínhamos requisitado e que estávamos à espera que chegasse à nossa biblioteca!
À noite logo vos mostro!

Futilidades

Precisava de me animar e ganhar forças para esta semana (e as próximas 3) sozinha à frente do barco cá de casa... Fui pintar as unhas e pintei pela primeira vez de preto! Estou a adorar!


Boa viagem, amor da minha vida ❤️


Volta depressa!
Já temos saudades!! 
Aproveita este desafio profissional e desfruta ao máximo da experiência de um novo continente e de um país lindo!!
Nós ficamos à tua espera!!

12 de novembro de 2018

Em contagem decrescente💓

Faltam poucas horas para o meu maridão viajar 12151 km... Nunca esteve tão longe de nós,  nunca esteve tanto tempo longe de nós... O máximo que estivemos separados foram 5 dias que ele foi, já há uns anos, para a neve com os amigos... Eu vou sentir a falta dele, os miúdos vão morrer de saudades dele... Já testámos o skype, vamos enfiar presentes de aniversário na mala... ele faz lá anos, no calor de África... Vão ser semanas mais complicadas, entre a gestão da logística do dia a dia e as saudades, mas se ele estiver lá bem e nós por cá também, o tempo vai passar até nos voltarmos todos a abraçar... e quando o pai chegar, pegamos nas trouxas e mudamos de casa... porque, entretanto, as obras da casa nova acabam (assim espero eu, que quando olho para aquilo ainda me parece que falta tudo...) ... tantas emoções e mudanças neste final de ano... 

Ementa Semanal


Aqui ficam mais umas ideias... esta nossa semana, e as próximas vão ser bem diferentes... o meu marido vai viajar em trabalho... vai para outro continente, para outro hemisfério... 

2ª feira
Jantar: Bacalhau à brás

3ª feira
Jantar: Filetes de peixe com puré e bimis salteados

4ª feira
Jantar: Hambúrgueres com arroz e ovo estrelado

5ª feira
Jantar: Massa com salmão e queijo creme e cebolinho (não fizemos a semana passada, saltou para esta semana)

6ª feira
Jantar: Pizza e salada

sábado e domingo
Invenções e sobras

11 de novembro de 2018

Em semana de chuva...


Lá fui eu secar a roupa à lavandaria. Levei um livro e um saco de roupa para secar. 20 minutos e 2€ depois estava despachada! Não fazia este ritual desde o Inverno passado, mas continuo fã deste sistema. E esta lavandaria perto de minha casa é top nas máquinas e limpeza do sítio. 


8 de novembro de 2018

O meu filho de 5 anos...

... A caminho de casa, depois da escola, de forma resumida...

Filho: Oh, mãe, já sei que o Pai Natal não existe! São todos os pais e as mães que compram os presentes para os filhos. Escondem-nos bem escondidos, e depois à noite, quando estamos a dormir, é que os pais vão pôr na árvore os presentes dos filhos. 
Eu: Como é que tu soubeste isso?
Filho: Estive a falar com os meus amigos... e também descobri que não há a Fada dos Dentes! São vocês que dão tudo!
...
Umas horas depois:
Filho: Oh, mãe, para o Natal quero o atrelado dos cavalos da Playmobil.
Eu: Ainda falta para o Natal...
Filho: Como não há Pai Natal, não precisamos de esperar! Tu compras e já está! 

Tão bom!!!

Quem acha que é fácil conciliar a vida profissional e pessoal... cá para mim não tem filhos!

Este artigo é interessante... "4,3% dos inquiridos consideram que as responsabilidades parentais não têm efeito na sua actividade profissional "... mas depois no mesmo inquérito dizem que não conseguem tirar o dia quando os miúdos estão doentes!

Eu sou independente, freelancer e por isso asseguro todas as pontas, tardes, doenças e atividades dos meus 3 filhos... Desligo o computador cedo para os ir buscar, levar, trazer e acompanhar... claro que depois, quando eles dormem, são muitas as noites em que tenho de acabar o que não fiz, são muitos os fins de semana que trabalho para acabar deadlines... Eu tenho esta gestão do meu tempo de trabalho na minha mão, mas quando preciso que seja o meu marido a assegurar, porque eu tenho alguma coisa de trabalho que é inadiável é sempre um desafio... porque não consegue sair a tempo, porque marcam reuniões para o final do dia, porque isto e aquilo... enfim. Claro que é difícil conciliar, claro que é preciso uma enorme gestão, organização semanal... claro que podia pagar os prolongamentos - na escola dos pequenos não dá, a IPSS fecha às 18h, mas andariam noutra qualquer até tarde... mas essa não foi a minha escolha, como posso gerir, fizemos esta opção... 

5 de novembro de 2018

Ementa Semanal

Aqui ficam mais umas ideias! Tenham uma boa semana!!!

2ª feira
Jantar: Filetes de pescada no forno com camarão e molho de azeite, alho, especiarias, coentros e sumo de laranja. Acompanha com salada e puré de batata

3ª feira
Jantar: Esparguete à bolonhesa com salada

4ª feira
Jantar: Entrecosto assado no forno (não fizemos a semana passada, saltou para esta semana, mas vai com batatinhas, castanhas e ameixas) 

5ª feira
Jantar: Massa com salmão e queijo creme e cebolinho

6ª feira
Jantar: Pizza com salada

sábado e domingo
Invenções e sobras

3 de novembro de 2018

Já em modo de despedida desta casa... Hoje há jantarada!

Somos 7 adultos, 2 adolescentes e 7 crianças! A ementa foi pensada para eu não ter muito trabalho, mas já se sabe que tanta gente nunca é simples. Mas já estamos em modo de despedida desta casa e como a próxima casa é muito mais pequena vai ser mais complicado juntar tanta gente ao mesmo tempo.

Este é o nosso menu para logo! Inspirem-se!
- pão recheado de entrada, daqui
- Mousse de salmão fumado e queijo creme, com tpstinhas

- lombinhos de porco recheados com farinheira e outros com ameixa, castanha e molho de laranja, alho, mel e alecrim
- Feijão preto à brasieira, receita da minha querida manicure, arroz e salada

- abacaxi, uvas e framboesas para cortar a minha tarte de caramelo salgado e chocolate
- Pudim de ovos que a amiga S. vai trazer

E é isto! Agora tenho de acabar um texto para entregar, antes de meter o avental e me enfiar na cozinha!