31 de janeiro de 2018

Um artigo que vale a pena ler

Uma história de coragem de toda uma família... E onde está o Estado a comparticipar tudo o que os meninos precisam para os pais se dedicarem a ser apenas pais e não terem de andar a pedir dinheiro?

Ouvi na rádio que hoje é o Dia ao Contrário!!

Hoje assinala-se o dia ao contrário! Pois para mim começou mesmo ao contrário do que devia! Meti na cabeça que as ecografias que tinha para fazer estavam marcadas para amanhã e fiz a minha vida normal, até me sentar ao computador, abrir a agenda electrónica e tacharam!!! Devia estar em Lisboa, em jejum, a fazer 3 ecos marcadas há meses! E agora não estou a conseguir remarcar a tempo da consulta. E se cancelo a minha consulta de endometriose só daqui a uns meses!! Que nervos!! Eu tenho um problema qualquer com a 4ª feira. Não sei porquê, mas é rara a semana em que não me baralho à 4ª feira... ou descongelo o que era suposto ser o jantar de 5ª, ou esqueço-me do saco para o ginásio... Enfim. Estou a fazer figas para que as assistentes do departamento de imagiologia me ajudem a conseguir uma vaga extra para conseguir fazer todos os exames de rotina (ecos, mamografia e colonoscopia) a tempo da minha consulta. 

30 de janeiro de 2018

Nova ida à urgência com a Kika

Deixei os filhotes na escola, mas não saí descansada em relação à Kika. Continua sem febre desde domingo, continua com o antibiótico, mas de vez em quando volta a ficar com os lábios muito roxos, as mãos e as pernas marmoreadas... Fica muito fria. Cheguei ao carro com o coração nas mãos, nada tranquila de a deixar assim. Dei meia volta para ir buscar o cartão dela de saúde a casa, não consegui marcar para o médico de família, e fui buscá-la à creche (a educadora confirmou ao telefone que não a achava bem, muito gelada e roxa) e levei-a às urgências. A médica mandou logo fazer um batalhão de análises ao sangue e veio tudo negativo... Ainda bem, claro, mas é estranho ela andar a ficar assim roxa... a médica disse que pode ser ainda da virose/ infecção da semana passada... Não sei. Ela sempre foi rosadinha, sempre teve boas cores e agora, de vez em quando, fica assim... Esta semana temos consulta dos dois anos com o pediatra e espero que ele a vire do avesso para garantir que está tudo bem com a minha patanisca.

29 de janeiro de 2018

Ementa Semanal

2ª feira
Jantar: Cannelonis de frango e cogumelos com salada

3ª feira
Jantar: Almôndegas com esparguete integral e esparregado

4ª feira
Jantar: Massa cotovelos integral com peixe e coentros

5ª feira
Jantar: Bifes de peru gratinados com arroz basmati e bimis salteados

6ª feira
Lasanha de salmão e espinagres


Sábado e Domingo
Já sabem que por aqui ao fim de semana não há refeições planeadas, invento, aproveito sobras, saem umas tortilhas ou ovos na caneca (receita que o maridão trouxe da casa materna. Cozer um ovo de modo a que ainda fique bastante líquido. Numa caneca partir uma fatia de pão torrado, partir uma fatia de fiambre e juntar um pouco de manteiga. Abrir uma tampinha no ovo e com uma colher de café retirar o ovo e juntar na caneca ao pão e ao fiambre. Envolver bem e deliciar-se.)

Cinema a dois💓

A minha cunhada mais velha ficou lá em casa no sábado à noite e eu e o maridão fomos ao cinema. Desta vez, foi ele que escolheu o filme. E gostei. Muita acção, mas uma história gira. Foi bom para descontrair.

27 de janeiro de 2018

Fomos à exposição do Escher!

Deixei os dois filhos de molho em casa com o pai e fui com o filho mais velho ver a exposição do Escher. E adorámos. A exposição está pensada também para as crianças com audio guias específicos para eles. Foi um bom programa. A exposição não é muito grande, mas tem muitas obras. Vale a pena e é giro levar os miúdos. Acho importante levá-los desde pequenos a exposições e museus, mostrar-lhes coisas diferentes, desde que sejam minimamente apelativos. E esta exposição está muito interactiva e é estimulante!

A exposição está no Museu de Arte Popular até ao final de Abril. Não percam! Não é gratuita, mas vale a pena. Até aos 4 não pagam e há outros descontos. 

25 de janeiro de 2018

Mais uma baixa

Agora é meu Afonso que não pára de vomitar. Custa tanto ver os nossos filhos doentes. Só espero que agora o Afonso não passe esta virose aos manos e que ele não fique doente como a Kika... até tínhamos sido bem poupados este ano sem doenças, além do pés mãos e boca da Kika, mas esta semana fomos mesmo atacados. Que fiquem bons depressa. ❤️

Presente de anos da Kika!



Foi um super mega sucesso. Esta mini bicicleta triciclo, muito leve e fácil de conduzir conquistou não só a pequenina como os irmãos, que andam sempre a roubar-lhe o triciclo e a fazer corridas pela casa! Mandámos vir da Amazon. Chama-se Chillafish BUNZI. Podem ver aqui. Não sou patrocinada pela Amazon (que pena!!!), mas achei tão gira e tem sido um sucesso tão grande que achei uma boa vir aqui partilhar. 

Petição a favor do justo tempo de serviço do sobrevivente oncológico

Eu já assinei aqui. E vocês?


Dar cadermetas à porta das escolas!

Faz exactamente hoje um ano e escrevi este post sobre o imoral que é darem cadernetas à porta das escolas! Hoje lá estavam à porta da escola do filho grande a darem cadernetas dos Invizimals! Não se pode fazer nada porque eles não estão dentro da escola, mas é imoral. Eu avisei logo o meu filho que não íamos gastar mais dinheiro em cromos. A última, também recebida assim, ficou incompleta porque eles se desinteressaram... Na creche e jardim de infância dos mais pequenos ainda foi pior. Entregavam às auxiliares que distribuíam pelas crianças. Mas aí foi mais fácil de resolver, falei logo com as educadoras e expliquei que não podiam fazer aquilo, não se podiam prestar a esse papel, e pedi para não o voltarem a fazer ou teria de falar com a direcção. Não voltou a acontecer. Mas vamos ver hoje... Será que quando chegar há por lá cadernetas? Espero que não.

Eu sou do Sporting por causa do meu avô Zé

Eu sou do Sporting por causa do meu avô Zé, mas ligo nada a futebol, não percebo patavina de futebol... Casei com um Benfiquista e tive filhos Benfiquistas, por influências do pai e dos padrinhos... Como para mim o futebol tem a parte emocional claro que também comecei a torcer pelo Benfica para ver os meus filhos felizes... Costumo dizer que o meu coração é verde e vermelho... Até vou ao futebol com eles, só não canto o hino do Benfica... Ontem, o Afonso chegou a casa e disse: agora sou do Sporting como o meu amigo Pedro e como a mãe. O meu marido, que leva isto muito mais a sério que eu, ficou logo em stress. Depois, o Afonso pediu o equipamento do Sporting, o cartão do Sporting com a cara dele e a camioneta do Sporting (de brincar, como ele tem do Benfica). O meu marido mudou a conversa e disse que se ele era do Sporting não podia ir à Luz com ele e com o mano. E diz o Afonso: posso, posso, que a mãe também vai. Agora o meu coração é como o da mãe: vermelho e verde! A mim só me dá vontade de rir, até porque o meu sogro e toda a família era do Sporting e o meu marido desviou-se para o Benfica... Será que se vai repetir, mas em sentido contrário?

Despedi-me do meu querido e doce e maravilhoso avô Zé há 5 anos...

Gostava tanto, mas tanto dele... Era mesmo um super avô e eu era a menina dos seus olhos. Eu estava grávida do Afonso quando ele morreu, foi a primeira vez que explicámos a morte ao Alexandre, que tinha 3 anos acabados de fazer... Tenho saudades do meu querido avô, que sempre me deu mimo, muito mimo. Um beijo até ao céu, onde espero que ele nos esteja a ver... 💗

Coração de mãe não se engana

Despachei o meu trabalho para conseguir sair mais cedo, estava preocupada com a minha filhota, e quando já ia no caminho da creche ligaram-me: estava com febre. Cheguei em 10 minutos e não gostei de a ver, estava com os lábios roxos e prostrada. Liguei ao pediatra que me mandou de imediato para as urgências com ela. Pulseira amarela e ben-u-ron para baixar logo a febre que chegava quase aos 40º. A enfermeira da triagem alertou para o perigo de não terem logo dado o ben-u-ron na creche, ela podia ter tido convulsões febris. Graças a Deus não teve. Fez despiste para vírus, veio tudo negativo, e a médica que a viu, várias vezes para a febre ir baixando, apostou numa infecção do ouvido. Antibiótico 8 dias e controlar a febre, que está muito difícil de baixar. Até hoje tinha tido episódios de picos de febre no sábado, no domingo e na segunda... mas hoje voltou em grande força. Só espero que a minha princesa fique boa. E que tenha uma boa noite, já medicada.

24 de janeiro de 2018

Coração de mãe

Hoje vim ao escritório, mas não devia ter vindo e sinto culpa por isso... Devia ter ficado em casa com a minha filhota, que continua ranhosa, murcha, chorosa... Ela hoje devia ter tido mimo de mãe o dia todo, não devia ter saído de casa para o frio da manhã... Devia ter ficado de pijama enroscadinha em mim... E acho que daqui a pouco me vão ligar para a ir buscar, tenho um pressentimento que pode fazer febre... Mas hoje não podia ficar com ela em casa. Tinha de vir. Mas quando me ligarem posso sair para a ir buscar... E vou abraçá-la e beijocá-la, e dar mimo... Porque quando eles estão assim murchinhos deviam ficar enroscados no nosso colinho de mãe... 

Este meu filho mais velho voltou a dar-me uma abada!

À mesa, eu anuncio que agora que a Kika fez 2 anos lhe vou furar as orelhas.

Diz o meu filho mais velho, muito contente, como se só estivesse à espera de uma oportunidade: Eu também vou.

Eu gelei... e digo-lhe que nem pensar. Ele não vai furar as orelhas. Olhei para o meu marido à espera de uma reacção.

E o meu filho diz: quero pôr um brinco. Dá muito estilo. O Ronaldo tem brinco. E mais jogadores de futebol (que eu nem sei quem são) têm.

Eu digo-lhe que não gosto de ver rapazes com brinco, muito menos crianças. Acho horrível.

O meu marido diz que acha um disparate furar as orelhas a crianças, sejam elas rapazes ou raparigas.

O meu filho diz que se a mana pode furar e só tem 2 anos porque é que ele não pode? Fez 8 anos!

Eu começo cautelosamente com o discurso dos rapazes e raparigas, das diferenças que existem... Mas depois percebi que esse discurso faz pouco sentido hoje em dia.., em que tanto se defende a igualdade de género... 

E decidi que ninguém fura as orelhas! 

Porque não deixo que o meu filho ponha um brinco, mas aceito o argumento dele que se a mana pode furar ele também pode... Na óptica dele e dos ídolos dele (jogadores de futebol, músicos, skaters...) não há mal nenhum os rapazes terem as orelhas furadas. Mas para mim não é que haja mal, mas é de muito mau gosto... Por isso, não há brincos para ninguém! Pode ser que esta mania lhe passe para eu furar as orelhas à minha princesa... 

Ementa Semanal...

Bem sei que a semana já vai a meio, mas entre a Kika adoentada, eu enfiada em reuniões o dia todo, umas enxaquecas que não me largam... Não tem sido fácil de gerir e, acima de tudo, não tinha tido tempo para aqui vir... Mas, mesmo assim, aqui deixo a nossa ementa para esta semana, que pode servir de inspiração para as vossas casas...

2ª feira
Jantar: Caril de peixe com arroz basmati

3ª feira
Jantar: Perna de perú assada no forno com batatinhas

4ª feira
Jantar: Croquetes (feitos com as sobras da carne de ontem) com arroz de cenoura e salada

5ª feira
Jantar: Frago Tikka Massala com arroz basmati e esparregado

6ª feira
Empadão de carne de vaca com feijão verde cozido


Sábado e Domingo
Já sabem que por aqui ao fim de semana não há refeições planeadas, invento, aproveito sobras...

20 de janeiro de 2018

Programa de pais e filhos rapazes!

Fomos os 4 ver o Benfica!! O coração de mãe tem várias cores... e o meu hoje festejou com os meus filhos e o maridão os 3 golos do Benfica! Dá sorte levarem a mãe sportinguista à Luz! Vestida a rigor de cachecol e tudo! Festejo os golos com os filhos ao colo, só não canto o hino... e adoro as queijadas de Sintra!!
A Kika ficou com a avó, que se prontificou para ficar com ela para nós irmos os 4. E ainda por cima ela adora a minha mãe e ficaram as duas a brincar com as bonecas!

Sexta feira a dois ❤️

Foi um programa mesmo catita. Alta correria para conseguirmos chegar ao cinema. Eu apanhei o metro, cheguei primeiro e comprei os bilhetes e as pipocas. O maridão já me encontrou no escurinho do cinema. O filme era maravilhoso. Mesmo, mesmo bom!!



E depois seguimos a pé para um restaurante delicioso com um bom ambiente, bom vinho, despretensioso e com um toque algarvio. Chama-se Luz Boa e é tudo bom!! Depois seguimos a pé para casa, sem pressas, sem stress... tão bom!! Estávamos mesmo a precisar... 

19 de janeiro de 2018

Programa mãe e filho grande

O meu filho mais velho precisava de trocar um blusão que os tios lhe deram nos anos. Tínhamos de ir ao Corte Inglês e a perspectiva de ir com os 3 para o Corte Inglês não é das melhores... Então, perguntei-lhe se ele gostava da ideia de irmos os dois, hoje, à hora de almoço. Trocava o casaco e almoçávamos. Adorou a ideia. Escrevi recado na caderneta e lá fomos. E foi tão, mas tão booooommm!! O Corte Inglês vazio, escolheu o blusão com calma, ainda levou uma sweat-shirt para acertar o valor, ainda comprou uns ténis com dinheiro que a bisavó lhe deu nos anos, escolheu o almoço, almoçámos, conversámos... Foi mesmo um bom programa! Que maravilha. E levou logo para a escola a roupa nova, que este meu filho é do mais vaidoso que há!

18 de janeiro de 2018

No TPC do fim de semana passado

O meu filho mais velho tinha de escolher uma profissão. Escolheu ser youtuber.



Depois de escolhida a profissão ele tinha de preencher um quadro: onde realizas a tua profissão? O que fazes no teu dia a dia? Quais são as tuas funções? E aqui é que ele se atrapalhou. Não sabia muito bem. Dizia que queria pôr música... Então, eu perguntei se ele queria ser músico. E ele, que nunca viu nenhum canal de nenhum youtuber, ficou um bocado atrapalhado... Lá dizia que trabalhavam numa casa a pôr vídeos... e eu disse-lhe que talvez fosse bom escolher uma profissão que conhecesse. Poderia ter ido com ele ver vídeos de youtubers, poderia ter ido pesquisar, podia tê-lo deslumbrado com esta nova profissão... mas não o fiz. Antes futebolista, que foi a profissão que ele escolheu depois.

Mas, de facto, todos os miúdos do momento querem ser youtubers, alguns sem nunca ter visto o trabalho dos youtubers... Já percebi que ganham mais do que eu e que soa a dinheiro fácil... Aqui está uma reportagem do DN, continuação do que coloquei em cima, que explica este fenómeno e que mostra os vários pontos de vista. Vale a pena ler. Não adianta enfiarmos a cabeça na areia, proibir ou fingir que não existe, os nossos filhos são de uma geração totalmente diferente da nossa e cabe-nos a nós acompanhar, orientar, explicar, guiar e não proibir e sermos uns velhos do Restelo... E talvez tenha sido isso que eu fui, mas a mim incomodou-me um bocado ele querer ser uma coisa que nem sabe o que é. Mas será que eles sabem o que é que faz um astronauta? 

17 de janeiro de 2018

Liane Moriarty

Comecei este livro ainda no fim do ano passado, mas terminei esta noite. Lê-se muito bem. Gostei imenso. Nunca tinha lido nada desta autora, mas já comprei mais um e tenho outro encomendado. Quando gosto de um autor novo sou tentada a ler vários livros dele, assim de seguida.


Aulas religião e moral parte 2

O filhote grande vinha muito entusiasmado da aula de religião e moral! A professora é muito simpática, explicou e falou tudo de forma muito divertida e os melhores amigos também estão inscritos! Que bom! Fiquei contente porque ele estava mesmo contente. E porque vai aprendendo mais alguns ensinamentos da nossa religião e da história de Jesus e da igreja. E por opção e vontade dele, por escolha dele. 

Eu ainda sou do tempo em que se conseguiam comprar bilhetes para os concertos...

... Sem ter de acampar uma semana à porta! Vi os U2 no velhinho estádio de Alvalade e gostava de os voltar a ver este ano. Mas parece que é quase impossível comprar bilhetes. Tentarei online no momento em que ficarem disponíveis... Vamos ver se tenho sorte! 😃

Há meses que não vamos ao cinema! E já tenho saudades dos nossos programas a dois!








Todos os filmes, aqui.

Aulas de Religião e Moral

O meu filho pediu para não voltar este ano lectivo para a catequese. Argumentou várias coisas, entre elas, que não acreditava na ressurreição e em Deus, que ao sábado de manhã queria estar em casa e eu e o pai achámos que não o devíamos obrigar... É uma decisão nossa, contestada por alguns, que acham que tal como ele não escolhe não ir à escola não deve escolher não ir à catequese, mas eu e o meu marido estávamos de acordo e não o inscrevemos. Tentei ver qual era a abertura dele para frequentar as aulas de Religião e Moral da escola... Umas colegas andam lá, tinham gostado... "oh, mãe, numa viagem que fizeram a Fátima até lhes deram croquetes!" E inscrevi-o. Começa hoje. Ontem ainda me perguntou: se eu não gostar posso me vir embora? Mas eu expliquei que este ano está inscrito e vai dar uma oportunidade... E assim, devagarinho, lá vamos andando... e lá vai ouvindo e assimilando a Palavra de Deus... com todas as suas dúvidas e descrenças: "não acredito que Jesus tenha ressuscitado! Porque é que nunca mais ninguém ressuscitou? Há mais gente boa... " Eu gostava que ele se preparasse para fazer a primeira comunhão e espero que devagarinho ele tenha essa vontade... 

Vale a pena fazer parte da Associação Portuguesa de Famílias Numerosas?

Fazem-nos muitas vezes esta pergunta e a minha resposta é logo: Claro que sim! E não é só pelos descontos, mas também por convicção! Quantos mais sócios a Associação tiver, mais força tem para negociar com o estado e empresas e para conseguir protocolos favoráveis às famílias com mais filhos. E é bom pertencer a uma comunidade de famílias grandes, há sempre novidades, palestras, workshops, actividades... E vocês, fazem parte da APFN?




16 de janeiro de 2018

Super Nanny

Ontem depois de deitar os meus filhos fui ver o programa da Sic Super Nanny para saber do que se falava e escrevia. 


A minha querida amiga Ursa, que é psicóloga, escreveu um post fantástico e bem alargado sobre o assunto. A Magda, que eu admiro imenso como formadora e especialista em parentalidade positiva também escreveu aqui um texto fantástico.A mim, deu-me pena ver a filha, tive pena da mãe, incomodou-me o sofrimento daquela família, que de facto precisa de ajuda, mas não num programa de televisão... Irritou-me logo a Nanny entrar a pedir beijinhos à Margarida e depois dizer para agirem naturalmente como se ela não estivesse ali. Como se fosse possível!!! Não é!! Não é só a Nanny que ali está... entre operadores de câmara, iluminadores, técnicos e outros profissionais estarão lá dentro mais de 10 pessoas, holofotes... Eu já tive a tv dentro de casa e pensei bastante na questão da exposição pública, minha e dos meus filhos... É preciso proteger e defender as crianças... E se me incomodou ver a vida da Margarida no seu pior lado - a chorar, a fazer birras... - exposta daquela maneira, também me incomodava ver crianças de 3 anos vestidas de P-u-t-a-s à la Madona no Chuva de Estrelas! A Sic deve estar feliz com este buzz que se criou à volta do programa. A CPCJ (Comissão de protecção de crianças e jovens) já está a analisar a questão, a ordem dos psicólogos também já falou sobre o assunto, mas provavelmente não vão cancelar o programa... Enquanto houver quem queira participar e houver quem quiser ver os programas de baixo nível e má qualidade vão continuar a existir!

15 de janeiro de 2018

Um jogo muito giro!

A Kika recebeu este puzzle nos anos e é muito giro. Eu não conhecia, mas gostei muito. E os manos mais velhos também, em especial o Afonso. E é um treino muito bom. Com os mais pequeninos como a Kika há que ter cuidado porque as peças são de tamanho reduzido.


E hoje saiu mais um bolinho para a Kika

Fui cantar os parabéns à creche! Eu e o Afonso. E a Kika estava tão contente, mas quando começaram a cantar enroscou-se no meu colo cheia de vergonha. E assim ficou. Não comeu bolo, mas distribuiu pelos amigos toda orgulhosa e despachada! 

A receita que usei foi do bolo de iogurte e estava muito bom! Antes de ser mãe era uma azelha a fazer bolos, mas, felizmente para os meus filhos e amigos deles, estão cada vez mais deliciosos!! Muito simples, mas fofos e saborosos! Quem me viu e quem me vê! 

Mais ideias de boas receitas!

Obrigada ao Clube do Autor por mais este presente! O frango assado desta semana já é uma receita deste livro!


Não é fácil ter ideias de receitas para todos os dias, semana após semana... Somos uma família de cinco, com três crianças, e é preciso diversificar, preparar alimentos saudáveis, mas também saborosos e equilibrados. Por isso, sempre que me surge um livro com receitas novas e saborosas, ainda por cima baixas em calorias, fico contente porque é uma ajuda na preparação dos menus semanais. A muitos destes pratos juntarei arroz, massa ou batata para os miúdos comerem como acompanhamento. De há um ano para cá a massa é praticamente sempre integral, mas o arroz só de vez em quando porque tenho sempre muitas reclamações... Agora é ir experimentando e adaptando receitas!

Ementa Semanal

Bom dia e boa semana! Aqui ficam algumas sugestões de receitas para esta semana. Nunca ponho a sopa, mas todas as refeições lá em casa começam com sopa e terminam com fruta. Salvo raras excepções ao fim de semana.

2ª feira
Jantar: Lasanha de frango, cogumelos, espinafres e alho francês com salada verde.

3ª feira
Jantar: Frango assado no forno com legumes. Acompanha com feijão verde.

4ª feira
Jantar: Massada de peixe

5ª feira
Jantar: Esparguete integral carbonara

6ª feira
Jantar: Empadão de bacalhau

Sábado e domingo
Nunca tenho nada muito planeado, há sempre sobras no frigorífico que ganham nova vida, ovos e leguminosas.

Domingo foi dia de trabalhos de casa

O meu filho mais velho tinha bastantes trabalhos de casa para fazer este fim de semana. Como sábado foi a festa da mana, deixámos tudo para domingo. A manhã foi de brincadeira com o primo que dormiu em nossa casa, mas depois era preciso trabalhar. Para a casa ficar mais tranquila decidimos que o Afonso ia passar a tarde a casa do primo e foi o drama! Claro. Quem quer fazer trabalhos de casa sabendo que o irmão vai com o primo preferido brincar a tarde toda?! Houve choro e drama, mas lá foi acalmado e fazendo os trabalhos... E chegámos  um exercício em que ele tinha de escrever o fim de uma história no caderno, mas também a computador. E foi a festa! Nunca tinha feito. Fui buscar o meu portátil, tive de lhe colar etiquetas com as letras que faltam (gasto sempre muito as teclas) e lá o deixei a escrever ao computador. Depois foi imprimir e já está! E trabalhar ao computador foi uma motivação extra! 


No final do dia foi buscar o mano a casa do primo e ainda conseguiu brincar um bocadinho!

2 anos da nossa querida Kika!!!

13 de Janeiro. Estava tão feliz a minha Patanisca mais linda! Estava ansiosa com o dia de anos, cantava à maneira dela os parabéns a você... De manhã cedo, no sábado, saí a comprar o bolo - já temos a tradição que o bolo do pequeno-almoço dos anos é de limão, de compra, o único que eu não faço... E quando todos acordaram chegou o grande momento! E foi tão bom! Ela estava tão feliz!!
(foto da manhã, ainda em pijama)


Ao lanche, reunimos a família chegada (tios, cunhados, primos, avós) e família da madrinha (é muito giro porque uma das madrinhas da Kika é filha do querido compadre padrinho do Alexandre e são como família) para um lanche de festa! A Kika estava feliz, completamente encantada com a festa, os balões, a atenção... Foi um lanche ajantarado, como já é tradição, que acabou perto da uma da manhã... Deitámos as crianças (mais um sobrinho que ficou a dormir) e ainda ficámos alguns cunhados a petiscar e na conversa... Foi um dia cheio de amor! 💓

12 de janeiro de 2018

Aquele momento em que estaciono o carro para ir ao ginásio limpar a cabeça...

... E percebo que não trouxe o saco com o equipamento.

Esmagada pelos acontecimentos dos últimos dias

Não é suposto abraçarmos amigos no velório da filha de 3 anos... Não é suposto despedirmo-nos de uma criança porque ela morreu... Não é suposto vermos um pequeno caixão cheio de desenhos das irmãs, dos amigos... Apesar da doença prolongada, apesar do sofrimento em que a pequenina C. estava há sempre esperança... Não sei como reconfortar os meus amigos, não sei o que dizer... Não tive praticamente palavras, só lágrimas profundas e um nó na garganta e no peito que teima em não sair... É como se estivesse anestesiada... 

10 de janeiro de 2018

Ontem à noite o céu ganhou uma estrelinha...

Acabou-se o sofrimento da pequena C. que ontem foi para o céu. 3 anos e meio de menina... Há pouco, ao olhar para a minha Kika, que tem a idade que a C. tinha quando lhe foi diagnosticado o maldito cancro e senti um aperto no peito. A C. foi uma guerreira, uma lutadora e os pais dela, meus amigos, uns heróis... as manas, nem consigo escrever nem pensar... As lágrimas caem... Fui encomendar uma coroa de flores amarelas, a cor preferida da princesa, e a senhora da florista não conteve as lágrimas, quando soube que a coroa era para uma menina de 3 anos... É demasiado duro, não é suposto vermos os filhos dos nossos amigos morrerem, crianças da idade dos nossos filhos... E, infelizmente, é a minha terceira amiga a enterrar uma filha... Até me falta o ar ao imaginar o sofrimento destes pais, destas irmãs... Que os meus amigos encontrem paz para continuar, que voltem os 4 a ser felizes, com a C. no coração... Eles fizeram tudo, deram tudo, a C. não poderia ter tido melhor família... E partiu em casa, com os pais e as irmãs... 

9 de janeiro de 2018

Voltámos à rotina e às semana completas

E hoje vi grande evolução no meu filho Afonso, que já não parece um prego, conseguindo nadar um pouco debaixo de água. 
Eles às vezes estão cansados e sem vontade de vir e eu também, mas não digo nada e mostro entusiasmo. A natação é muito importante a vários níveis e, para mim, é fundamental que eles saibam nadar. E depois de uma pausa nas férias de Natal, regressámos!! 

E a semana começou com uma virose: A Kika apanhou o síndrome mão - pé- boca

É uma virose tão chata! Dá dó olhar para a Francisca. Apanhou na creche a síndrome mão-pé-boca e é uma infecção viral contagiosa muito comum em crianças, que é caracterizada por pequenas feridas na boca, aftas nos lábios e erupções nas mãos e nos pés. Não teve febre, apesar de ser muito comum, mas está cheia de comichões e com a boca cheia de aftas e borbulhas. Tem dores e está muito incomodada. Não tem muito apetite e não consegue dormir. Ontem fiquei com ela e foi vista pelo pediatra. Hoje está a minha mãe com ela... Amanhã não sei como será que me vou organizar. O importante é que ela fique boa depressa. Nada custa mais que ver um filho a chorar com dores e não poder aliviar... Para ajudar, damos brufen e atarax para as comichões. Podem ler mais aqui ou aqui.

8 de janeiro de 2018

Voltei a andar de bicicleta

Atrevo-me a dizer que há uns 30 anos que não andava de bicicleta... Porque achava que já não sabia, porque tinha medo de cair, porque não queria fazer figuras tristes... Enfim, um sem número de razões... Mas ontem enchi-me de coragem! Agarrei na bicicleta do meu filho mais velho ( oferecemos-lhe uma BMX nos anos), o meu marido pôs o banco à minha altura, ajudou-me ao início... E lá fui eu!! Os meus filhos, radiantes, batiam-me palmas! O Afonso pedalava ao meu lado. Eu em grande stress, mas a adorar a sensação! E lá fui! Agora o meu marido vai-me comprar uma bicicleta!

Ementa Semanal

Esta é mais uma semana muito especial com mais um aniversário muitoooo especial: a Kika faz 2 anos!! 💓Mas até à próxima festa temos toda uma semana de escola e de trabalho. 

2ª feira
Jantar: bifes de frango com arroz integral e feijão verde cozido
3ª feira
Jantar: strogonoff de peru com cogumelos, natas de soja, esparguete integral e salada

4ª feira
Jantar: bacalhau à Brás com salada de tomate

5ª feira
Jantar: pernas de frango com puré de batata e esparregado

6ª feira
Bifes de vaca grelhados com batatas salteadas
Sábado
Aniversário da Kika!! Lanche ajantarado para a família! 

Domingo
Frutas, sopa e ovos e o que tiver sobrado dos últimos dias. 

6 de janeiro de 2018

Ainda sobre o Dia de Reis...

O meu filho Afonso cantava: "Os Reis Magros..."

A Pijama Party foi um sucesso!!!

Os miúdos adoraram, portaram-se muito bem! O jantar foi pizza e gelado, sempre uma boa aposta! Dormiram os 6 numa mega cama feita com 2 colchões. À noite brincaram e jogaram à bola e ao Uno! Contei uma história ao deitar e às 23h já dormiam ferrados. Acordaram às 7 cheios de vontade de brincar. Jogaram PlayStation e eu fiz panquecas!! Ainda fomos ao parque jogar à bola antes de os pais os virem buscar! Mais logo, festa com 20 amigos e primos na Decathlon!! 

A mana andou sempre atrás deles, super divertida e a chamar: meninos!! 

5 de janeiro de 2018

Café duplo!!

A minha vitamina para a segunda parte da festa!! Pijama Party!! Já cá tenho quatro amigos do meu filho grande!! Estão radiantes!! 

This is us!!

Fiquei tão contente com o regresso de novos episódios!! É incrível como adoro esta série! 

O mundo visto pelos olhos das crianças é mesmo extraordinário!

À saída do Colombo, um destes dias, diz o Afonso, que tem 4 anos: Oh, mãe, coitado do senhor que está lá dentro a carregar no botão para abrir a cancela... Deve estar todo encolhidinho... Eu nem estava a perceber o que ele estava a dizer e foi o Alexandre que disse: não está lá ninguém! É automático! E lá lhe explicámos que não havia nenhum desgraçado enfiado dentro das máquinas de cancelas... E vi no olhar dele um certo alívio, um sorriso!

O aniversário do mano

O Afonso está a viver os anos do irmão num misto de alegria, ciúmes, inveja... Já lhe explicámos que o dia dos anos é o dia especial de cada um, que ele também tem o dele, na Primavera, e que temos de ficar felizes pelo mano... Ele sabe e vai festejando e abraçando, mas os ciúmes estão lá, mais presentes nas birras... E como andamos em modo 3 dias de festa, pior um pouco... Mas é assim a vida e é preciso que eles percebam que o dia do aniversário é um dia especial para quem faz anos. Nunca demos presentes aos outros nos anos dos irmãos porque achamos que eles têm de entender, aceitar e aprender que nem sempre são o centro das atenções... Não é fácil, dá-se mimo extra, fala-se com entusiasmo dos próximos que também fazem anos e que também terão a sua festa e tenta-se que aprendam a lidar com as emoções e os sentimentos. 

Aulas de música!

A caminho da escola, de manhã, costumamos ver um bando de pássaros a sobrevoar ali perto do estádio da luz. E hoje o Afonso comentou: Porque é que vemos sempre estes pássaros todos? Onde é que eles vão? Eu: Achas que vão para a escola? Será que os pássaros têm aulas? E diz ele: Têm. Têm aulas de música para aprenderem a cantar!

A ementa do jantar de aniversário

Gosto sempre de assinalar os anos no próprio dia do aniversário, mesmo que seja a dia de semana. Como a família é enorme convidámos apenas apenas os padrinhos e respectivos e filhos, a minha mãe e a minha avó, que infelizmente à noite a minha sogra já não pode sair da clínica onde vive. Como a madrinha é a irmã mais velha do maridão, uma super tia, super cunhada, super tudo, estavam os irmãos representados e bem! Fui eu que fiz tudo para o jantar, é uma forma de mimo. Mas simplifiquei e pensei numa ementa que fosse simples e deliciosa, e que agradasse ao aniversariante. Tinha intenção de tirar fotos, estava tudo muito bonito, mas na altura estava mais preocupada em estar, servir, festejar...

Entradas
  • Caldo de carne à antiga, feito pela avó e bivó
  • Ovos com farinheira: tirei a pele à farinheira (a minha avó traz-me sempre farinheiras maravilhosas da Sertã, eu congelo e quando é preciso é só usar), desfiz na frigideiras até ficar frita em pequenos pedaços, largando toda a gordura, e depois juntei 8 ovos e mexi, sem deixar passar do ponto.
  • Patê de Salmão: pirquei 100g de salmão fumado na bimby e depois envolvi numa taça com  uma embalagem de queijo creme. Usei o do Pingo Doce e ficou maravilhoso.
  • Queijo manchego (o preferido do menino dos anos), presunto e uvas
  • Pão e tostinhas
Prato principal
Lombinhos de porco recheados com ameixa / farinheira (furei os lombinhos com uma faca grande e afiada e nuns coloquei ameixas sem caroço e nos outros uma farinheira sem pele. Reguei com mel e sumo de laranja e ervas
Feijão preto, à brasileira: refogado de cebola picada e alho e junta-se o bacon. Depois deixa-se fritar bem o bacon e junta-se o feijão de lata e o molho que vem na lata. E depois fica mais de uma hora ao lume para o molho ficar grosso e cremoso. Vai-se mexendo para não queimar. E fica uma delícia!
Abacaxi 
Salada

Doces, trazidos pela super cunhada
Pavlova de morangos
Pudim de ovos
Flan

Foi um dia mesmo feliz!!

O primeiro de 3 dias de festa!! Hoje entre correrias para vir enfeitar e buscar o bolo perdi o telemóvel, mas como ainda há gente boa, conseguiram encontrar-me e devolver a tempo de eu chegar a tempo para os parabéns! A alegria do meu filho grande não dá para exprimir em palavras! Devoraram o bolo e ele só dizia, cheio de orgulho: foi a minha mãe que fez!! ❤️

A tarde foi passada entre mimo e tachos! Mas valeu a pena, o jantar estava delicioso e a companhia melhor ainda!! Obrigada compadre P. que fizeste 300km para cá e amanhã fazes mais 300km para baixo para vires jantar com o teu afilhado!! ❤️ Foi um dia cheio de amor! Tão bom!! 

4 de janeiro de 2018

Parabéns a você, nesta data querida, muitas felicidades, muitos anos de vida!!💓

A manhã começou com abraços, beijinhos, mimos, os parabéns e 8 velas! Mordeu uma das velas e pediu um desejo! Parabéns, filho grande do meu coração.







3 de janeiro de 2018

E sai do forno o primeiro bolo das festas!!

Bolo simples de iogurte para irmos amanhã cantar os parabéns na escolinha do meu filho grande! Ele está tão entusiasmado por fazer anos! 


Há oito anos, por esta hora, estávamos eu e o meu marido, eu super grávida, olhando possivelmente para a mala da maternidade pela centésima vez para me certificar que estava tudo pronto. Tinha feito o curso de preparação para o parto, mas o relógio caminhava para o desconhecido... estava de 40 semanas e tinha a indução do parto marcada para o dia seguinte, dia 4 de Janeiro. Tinha de estar no hospital às 10 da manhã. Lembro-me que estava feliz. Queria tanto conhecer o meu filho. E já passaram oito anos... se por um lado parece que foi ontem: oh, meu Deus como o tempo passa rápido, por outro parece que foi há uma eternidade... tanto mudou na minha vida nestes últimos 8 anos... há 8 anos tornei-me mãe... e ainda tinha o abraço do meu pai e do meu avô, dos primeiros a conhecer o Alexandre... agora estão no céu a olhar por nós. Olhem por este meu filho tão doce e especial, orientem-no e guiem-no nesta vida. Está quase a fazer oito anos que te peguei no colo pela primeira vez, mas ainda adoras o meu colo, ainda te aninhas  e espero que seja assim pela vida toda... 

Ainda a saga da máquina da roupa...

... Ela chegou hoje. Linda. Uma AEG maravilhosa... Tiveram de tirar o tampo para a colocar debaixo da bancada, mas como não entrava toda, o painel da frente continuava alto, a máquina ficava de fora e com a parte superior um pouco à vista... E dizia o senhor: Não pode cair água nenhuma da bancada porque senão a máquina avaria... Claro, não tinha a tampa! Agradeci imenso e pedi que a levassem de volta. Agora é ir novamente à loja escolher nova máquina, mandar entregar... Tão bom! Adivinhem lá onde passei a hora de almoço? Isso mesmo, na lavandaria self service aqui perto!

2 de janeiro de 2018

Só para dizer que estou a adorar este livro!


E agora que entrou Janeiro é altura de preparar uma festa muiiiiito especial!

O meu filho mais velho, o doce filho grande do meu coração faz 8 anos depois de amanhã e temos quatro festas em marcha: cantar os parabéns na escolinha com os amigos, jantar para avós e padrinhos, pijama party para 4 amigos especiais na sexta feira e festa com todos os amigos no Sábado!! Prevejo que domingo estarei de gatas... Mas, espero eu, muito feliz por ter proporcionado grande alegria ao meu filho mais velho!

Entrámos muito bem em 2018!! Bom Ano!!

O tempo fantástico, a festa de passagem de ano foi muito gira. Nunca tínhamos passado o ano num hotel, mas gostámos imenso, principalmente porque os miúdos estavam felizes. O hotel tinha programa e animação para as crianças, top top, e eles cantaram e dançaram até perto das duas da manhã, quando nós os pais já estávamos a pedir cama! O fogo de artifício de Tróia foi o mais deslumbrante que já vi e os miúdos deliraram! Foram dois dias mesmo bons com piscina interior, passeios de bicicleta, passeios na praia... Não podia ter corrido melhor. Que o ano seja cheio de sol, gargalhadas, mimo em família, alegria e saúde como este primeiro dia!