15 de janeiro de 2015

febre, tosse, mais tosse... E eu prevejo mais uma noite sem dormir...

Consegui uma consulta no Centro de Saúde e o Afonso foi visto. Febre e muita tosse. Provavelmente uma virose. Na creche há um surto de escarlatina, mas a febre chega antes dos restantes sintomas. Para já é ir baixando a febre com ben u ron e Brufen, aerius ao deitar para aliviar a tosse e nariz bem limpo com soro e água do mar. Voltou a só jantar fruta e por causa da tosse já vomitou 3 vezes, uma delas na sala de espera do centro de saúde... Quando o chamavam pelos altifalantes. Por sorte, éramos os únicos naquela sala. O mais velho disse logo: que nojo... A mim nada dos meus filhos me enoja. A maternidade tirou-me todas as esquisitices. A mim o que me custa é estar aqui no escritório, a preparar-me para um serão de trabalho, e não parar de ouvir o meu pequenino a tossir... Dói na alma de mãe. E dói-me também a garganta.

1 comentário:

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!