16 de fevereiro de 2015

Os meus vizinhos de cima são uns selvagens...

... E devem estar a acordar o Afonso tal é a gritaria e os saltos a jogarem Playstation. Eu ouço-os a gritarem falta! Os filhos (13 e 15) estão em casa e o pai também. O pai é o verdadeiro selvagem. Já disse ao meu marido, que delicamente pediu que tivessem atenção ao barulho, que a casa é para viver. Quando há futebol gritam de tal maneira que quando eu tinha intercomunicadores para o Afonso eles activavam os intercomunicadores com os gritos. O meu marido já tentou falar com o tipo, mas ele diz que quando vê futebol não está para pensar se cá em baixo estão crianças a dormir ou não. Vivemos num prédio, é assim. Mesmo quando havia jogos do Mundial há uma da manhã eles gritavam. E é isto, e quem pense que o dinheiro traz educação e civismo que se desengane. Numa zona boa de Lisboa, num prédio bom vivem pessoas completamente selvagens e sem o mínimo respeito por quem habita no mesmo prédio. Já disse várias vezes à minha tia - minha senhoria - que se soubesse o inferno de vizinhos que tinha por cima nunca lhe tinha arrendado a casa. E eu adoro a casa, mas odeio o casal e os filhos que vivem cá em cima. A culpa é dos pais claro a quem nunca ensinaram (e também não vão ensinar aos filhos) que a nossa liberdade acaba quando termina a dos outros. Raios de gente selvagem!

1 comentário:

  1. Moro num prédio super calmo e estou cheia de receio que na nossa casa nova não seja assim!

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!