16 de fevereiro de 2015

Dia bom, mas bom!

E foi tão simples. Em casa com os miúdos com a ajuda da super B. Depois fui à consulta com o pequeno para ver se tinha alta da varicela. A pedido do mais velho, deixei-o com a B. no Mini Golf de Miraflores. Estava super atrasada, não tinha dinheiro mas disse para pedirem ao senhor para pagarem no fim quando os fosse buscar. O senhor foi tão atencioso e disse que não cobrava nada... eram crianças, se bem que a B. já é uma senhorita. O pequeno teve alta da varicela e o nosso super médico de família disse que ele já podia ser vacinado - e melhor, perante a minha sensação de culpa por me ter esquecido das vacinas, riu-se e disse que não era a única, a ele também lhe tinha escapado, iam levar, meteu-se qualquer coisa, não levaram e ups... É um médico mesmo fixe e pai de 3 pequeninas. Corri para casa para ir buscar a Prevenar que há um mês repousava na gaveta dos legumes e voltei para apanhar os outros dois no mini golf. As nuvens ameaçavam chuva, mas arriscámos e fomos à mini feira de diversões. Elásticos e carrossel! Que pinta. Corremos novamente para as vacinas. Dois minutos depois estávamos despachados e a caminho de casa. O pequeno já jantou e já dorme e pai e filho foram a uma festa de aniversário em modo Carnaval. Cá em casa não somos muito foliões, eu comecei a achar mais graça ao mascará-los a eles, mas o mais velho também não delira, mas lá foi de Hulk a rigor. E eu tenho todo o trabalho de um dia para fazer, com calma, a ouvir música e à espera que me tragam uma fatia de bolo da festa. E sinto que depois da loucura da semana passada retomei a minha vida. Feliz Carnaval.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!