20 de fevereiro de 2015

O melhor dos nossos dias

O que foi o melhor do teu dia, filhote?
Este abraço que te vou dar!! 

E este abraço tornou-se também no melhor do meu dia. Isso, os risos e as brincadeiras dos manos, os beijos, o filho mais velho a pedalar como um campeão ao final do dia, antes de regressarmos a casa, eles terem jantado tudo direitinho e sem fitas, o beijo do maridão ao chegar a casa e a alegria dos filhos ao verem o pai... Enfim, sou uma mulher cheia de sorte. E desde que o meu filho mais velho interiorizou a palavra obediência que a nossa vida se tornou mais perfeita... Vamos ver até quando, ele hoje já me dizia: oh, mãe, acho que não quero saber da obediência... Eu lá lhe expliquei que quando ele obedece e respeita os meus pedidos somos muito mais felizes, há menos discussões, eu não me enervo, ele consegue as coisas que quer, não tem castigos... Claro que isto não quer dizer que ele faça à primeira, ou à segunda, mas está mais atento e não estica tanto a corda.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!