1 de fevereiro de 2015

Desafio Berra-me Baixo#15

É um desafio do caraças, só vos digo! E ontem até cheguei à conclusão que ao contrário do que eu e o meu marido pensamos, nós até somos bastante pacientes. É que se não fossemos, já nos tínhamos passado mais. É que ontem, por exemplo, o mais velho dificultou-nos a vida desde que acordou até ao deitar.

1. Vamos ao parque???
Não quero ir ao parque / Não me vou vestir / Não quero!
Uma hora nisto até sairmos de casa

2. No parque
Um frio de rachar
Quero tirar o casaco! / Não quero o casaco /

3. Vamos almoçar.
Não / Quero acabar o jogo / Mais 5 minutos

4. Vamos lanchar.
Não tenho fome / Não quero!

4. Vamos jantar
Não quero / Não me apetece.
Senta-te à mesa. Não te levantes. Não grites. Come. Despacha-te. Já todos acabámos.
Uma hora nisto.

5. Toma o remédio para passarem as comichões da varicela
Não / Não gosto / Não Quero
Cuspiu.
Nova dose.
Não / Não gosto / Não Quero
Cuspiu
E eu aqui já estava com os nervos em franja.

Pelo meio:
Não te vou dar presente nem a ti nem ao pai quando fizerem anos
És má para mim
Se não fazes o que eu quero...
E agora não tenho mimo para dormir? Mas és minha mãe! E aqui tive de lhe explicar que estava zangada com ele, que ele tinha passado o dia a desafiar e a porta-se mal. Foi mal educado algumas vezes. Foi muitas vezes respondão e tinha-me deixado triste e zangada. Sim, zangada. Só queria que ele fosse dormir, que ele foi muito chato o dia todo. Sempre a implicar comigo e com o pai.
Deitei-o, com direito a ficar com ele uns minutos. Adormeceu ferrado. Mas eu fiquei enervada por dentro por nos termos zangado tantas vezes.
Ele não colaborou connosco. E como não colaborou é difícil nós conseguirmos fazer a nossa parte.

Estamos numa fase em que as coisas são como o menino quer ou então faz refila e é mal educado, e isso nós não vamos tolerar.

Mas apesar de não ter sido um dia fácil claro que foi muito melhor do que seria há uns tempos em que não estaríamos tão disponíveis para não gritar e para ir lidando com as situações de forma mais calma e positiva.Mas não houve descontrolo da nossa parte e isso já foi positivo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!