1 de fevereiro de 2015

O melhor do meu dia

Este domingo todo. Foi tão bom. 


Não fiz almoço nem jantar, nem lanche. Fomos a um almoço tardio, já depois da sesta do Afonso, a casa de uma prima do meu marido. As crianças, nossas e dela, brincaram o tempo todo, todo. E nós conversámos, brincámos com eles e comemos. E eles estavam super divertidos. E passou-se um domingo super tranquilo e sossegado. Soube mesmo bem. E como eles já tiveram varicela não havia perigos de contágio. O Afonso conseguiu dar uma marretada numa estante e tem um galo de todo o tamanho na testa. Amanhã quando o levar à creche a acrescentar à queimadura da semana passada tem também um lenho na testa... Qualquer dia tenho uma inspecção da Segurança Social. E no meio de tanta mazela e doença ainda não levou as vacinas dos 18 meses e o reforço da Prevenar, que descansa na gaveta dos legumes do frigorifico. Mas brincaram até cairem redondos no carro a caminho de casa, de barriga cheia de sumos e guloseimas e de brincadeira!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!