17 de setembro de 2015

Reunião da Creche

Gosto imenso da escola onde andam os meus filhos. Primeiro, porque eles adoram lá andar e se sentem felizes e depois porque me identifico com os valores e com a maneira como o dia a dia é vivido por todos os que fazem parte da vivência da escola. Adoro as educadoras dos meus dois filhos e sei que eles estão bem entregues e que nós (família) e a escola funcionamos em sintonia de modo a nos complementarmos e darmos o melhor de nós.Ontem, a reunião do mais novo, foi muito interessante. E enquanto a educadora nos apresentava as rotinas do grupo, acompanhadas por um bolo caseiro feito por ela, apresentou algumas citações da investigadora na área da infância,Gabriela Portugal, que diz: "na creche o principal não são as actividades planeadas, ainda que muito adequadas, mas as rotinas diárias e os tempos de actividades livres." É através das rotinas diárias, em que eles são chamados a ser cada vez mais autónomos, e nas brincadeiras que fazem que eles aprendem. Como ela nos explicava, enquanto eles arrumam os brinquedos, não estão só a aprender a arrumar, mas estão a desenvolver o raciocínio matemático, de forma natural ao arrumarem os carros grandes com os carros grandes, os pequenos com os pequenos, as peças dos legos todas juntas e as motas noutra caixa. Claro que depois têm as actividades de pintura, leitura, trabalhos manuais e música que são orientadas, mas a educadora diz que estão sempre muito atentos ao interesse da criança, pois só assim elas se interessam. Depois, juntámos-nos em grupos e fizemos um pequeno jogo de troca de experiências, a propósito das frases mais ditas pelos meninos e meninas da sala como o É Meu, Não Consigo, Não. Foi muito interessante e há de facto grande cumplicidade com a educadora e auxiliares e entre os próprios pais, que na maioria já se conhecem há alguns anos, por terem filhos noutras salas, e houve também uma recepção calorosa aos pais caloiros. Ouço mães a praguejarem contra as reuniões e falam com ar de seca, mas ou sou eu que tenho muita sorte com as educadoras e grupos de pais que me têm calhado, ou sou eu que gosto mesmo desta coisa de ser mãe e tudo o que diz respeito aos meus filhos, me interessa. E depois há sempre umas fotografias partilhadas que a educadora tirou durante o dia, uma história engraçada que ela conta... É um momento de partilha e de troca de informação e de ideias com as pessoas que tanto tempo passam com os nossos filhos na creche. E ainda trouxemos um miminho que a educadora ofereceu a todos os pais, celebrando o início de mais um ano lectivo. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!