8 de setembro de 2015

O meu filho mais velho, a bivó e os piratas!

No carro, depois da escola, a caminho de casa da bivó onde íamos jantar.
Diz ele: Oh, mãe, porque é que eu não conheci a mãe da bivó? 
Expliquei que quando ele nasceu a mãe da bivó já tinha morrido há muitos anos, porque já era muito velhinha, e que nem eu a tinha conhecido.
Diz ele: Como é que ela era? Como é que se chamava?
E eu digo: Quando chegarmos agora à bivó perguntas-lhe, a bivó vai ficar contente de te contar essas coisas que tu queres saber.
Diz ele: é melhor não, mãe, depois a avó lembra-se dos pais dela e fica triste de saudades... 

(Emocionei-me com a ternura dele. É um pirata malandro, mas tem um coração doce e gigante)


----

À noite, já no escurinho da cama, a começarmos a história da noite.

Diz o filho mais velho: Quando a mãe da bivó era pequenina ainda havia piratas nos mares?
Eu fiz contas e disse: acho que sim...
Diz ele: má sorte a minha não ter nascido nessa altura! Adorava ter conhecido o verdadeiro Jack Sparrow

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!