16 de setembro de 2015

De ❤️ E barriga cheia!

A minha avó estava feliz e, como sempre, era a mais bonita e a mais elegante da festa! O meu filho mais pequeno, que ao início por causa dos cabelos brancos tinha medo da bivó agora é uma loucura é só quer a bivó quando ela está por perto. E eu fico tão feliz por eles terem a oportunidade de conhecer esta senhora tão especial. E eu sou uma privilegiada por aos 37 anos, grávida do terceiro filho, ainda ter a minha avó para me apaparicar. Sempre passei grandes temporadas em casa dos meus avós, os meus pais viajavam muito, e eu adorava estar com eles. Com o meu querido, avô, então, nem se fala, que éramos a luz um do outro e ele deixava-me fazer tudo e eu era a princesa. A minha avó era e é a matriarca da família e é uma inspiração para todos os que a conhecem. E eu só peço que Deus lhe continue a dar saúde e tudo de bom o que lhe tem dado até hoje para que possamos ter a sua companhia e a sua sabedoria por mais uns bons anos. Foi uma festa linda e a minha avó só não estava mais feliz, apesar de o disfarçar com uma sabedoria única,  porque há quase 3 anos, quando o meu avô morreu, houve uma luz que se apagou nela para sempre. Continua a ser uma força, a ter alegria de viver e a olhar sempre com um sorriso para o futuro, mas ao fim de quase 70 anos de casados, num amor, amizade e companheirismo até ao último segundo, como eu nunca vi, houve um vazio que se instalou numa parte do seu coração e que nenhum filho, neto ou bisneto pode preencher porque era o lugar do querido avô Zé... Que hoje está no céu a olhar por nós.❤️

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!