30 de setembro de 2015

A questão da sesta

Na Ipss dos meus filhos todos os meninos dormem a sesta atá à sala dos 5 anos, a sala dos finalistas do Jardim de Infância, onde está o meu filho mais velho. Em todas as outras salas está contemplado o tempo de descanso para a sesta. Estava a ler agora este artigo do DN e eu, na minha simples opinião de mãe, concordo em absoluto. A sesta é fundamental para o descanso dos miúdos, para terem um momento em que desligam, para os ajudar no crescimento. Na escola dos meus filhos, quando já têm 4 e 5 anos, os que não têm sono ficam a descansar ou vão para junto da educadora, para a mesa de trabalho, onde ela adianta trabalhos da escola, à luz de um pequenino candeeiro, enquanto os seus pequeninos descansam. O meu filho mais velho já não faz sesta há mais de um ano, ao fim de semana e nas férias, mas na escola fez até Julho e não lhe fez mal nenhum. Muito pelo contrário. Dormir é fundamental para as crianças. Ele dormia a sesta e dormia bem à noite, uma média de 10 horas. Claro que agora, sem sesta, adormece mais depressa, tal é o cansaço. E já tem quase 6 anos. Imaginem os mais pequeninos. Para o ano o mais velho vai para o 1º ciclo do ensino público (depois escreverei um post sobre este assunto) e eu ainda ponderei inscrever o Afonso para entrar logo para o jardim de infância, mas depois esta questão da sesta fez-nos por de lado esta opção, porque saberíamos que ele ia deixar de dormir a sesta aos 3 anos e meio, o que eu acho uma violência.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!