24 de março de 2015

A importância do Ácido Fólico na gravidez

A primeira coisa que comecei a fazer depois da consulta da semana passada foi iniciar a toma de um comprimido de ácido fólico por dia. É fundamental tomar ácido fólico quando se está a pensar numa gravidez. A Direção-Geral de Saúde recomenda que todas as mulheres tomem um suplemento de ácido fólico, pelo menos 2 meses antes de engravidar, e que continuem durante o primeiro trimestre ou até ao final a gravidez. Esta recomendação é importante para prevenir má formações, como é o caso da espinha bífida, uma vez que o tubo neural forma-se e fecha-se entre o 17º e o 26º dias de concepção, muitas vezes antes da gravidez estar confirmada. Além dos suplementos, é importante dar atenção à dieta. Os alimentos mais ricos em ácido fólico são: hortaliças verdes (espinafres, brócolos, espargos, couve, alface, feijão-verde) e outros vegetais como a beterraba e as cenouras; carnes vermelhas, morcela, fígado de vitela; miúdos de aves, fígado; gema de ovo; leguminosas (feijão, grão, milho, lentilhas, etc. ; laranja, frutos vermelhos; queijos pasteurizados como Camembert, Ilha, Flamengo e o cacau. Se a gravidez não foi planeada e não houve tempo para tomar ácido fólico antes de engravidar não há razões para alarme, porque se tem uma alimentação variada e equilibrada o mais certo é ter as reservas de ácido fólico necessárias. Mais informações, aqui.

2 comentários:

  1. Ando a decidir se começo a tomar... :p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu comecei mesmo sem decidirmos o que vamos fazer... Mal não faz. Beijinhos e começa também a tomar:-))) Sei que queres muito.

      Eliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!