25 de março de 2015

A autonomia dos meus filhos




Acho que até ser mãe, e apesar de ser tia, não tinha a noção do que eles são capazes de fazer sozinhos desde tão tenra idade. Os miúdos são de facto incríveis e é maravilhoso assistir ao seu crescimento e ao desenvolvimento deles. Além disso, aprendem tudo tão depressa. Dá gosto. Claro que têm ritmos diferentes e eu lá em casa tenho a prova de que não há duas crianças. Evito as comparações e tento respeitar o timming de cada um, mas sempre incentivando e puxando pela autonomia de cada um. 

O mais velho com 5 anos feitos no início do ano já executa imensas coisas sozinho:
já se despe e veste sozinho (se bem que de manhã é um castigo e é leeeeento como tudo);
já toma duche sozinho, sai da banheira, veste-se e seca o cabelo; mas esquece-se sempre de calçar os chinelos…
já lava os dentes sozinho;
já sabe fazer a cama (ao fim de semana a tarefa é dele);
já se calça sozinho, mas ainda está a aprender a apertar os atacadores;
já põe e tira o cinto de segurança no carro; e quando eu me distraio o da cadeira do irmão também…
já põe a loiça dele na máquina e já ajuda a despejar a loiça e a arrumar;
Ao fim de semana, também já acorda e vai tomar o pequeno-almoço e ver os desenhos animados sozinhos. Escolhe o canal ou vai às gravações automáticas escolher o que quer ver, porque o consumo dele de televisão é muito on demand. Ele vê quase tudo gravado e nas gravações automáticas. 
já põe a manteiga nas torradas que tira da torradeira, prepara o leite e os cereais do pequeno-almoço;
E, de facto, só não faz sozinho o que não quiser (e são tantas as vezes em que é invadido pela preguiça e quer que seja eu a fazer tudo), porque de facto já tem muitas capacidades e competências para ser cada vez mais autónomo. Tentamos responsabilizá-lo ao máximo e, acima de tudo, tentamos não fazer as coisas por ele para ele ir sempre melhorando e conquistando mais autonomia. 

O mais novo, quase a fazer dois anos, continua a ser o bebé lá de casa. Mesmo assim, já há imensas coisas que ele faz:
já tira os ténis sozinho;
já coloca e muito bem a roupa suja no saco próprio;
já arruma os livros e os brinquedos;
já faz pequenas tarefas e recados: vai buscar isto ou arrumar aquilo;
já come sozinho (mas haviam de ver como fica o chão da minha cozinha. Para piorar, recusa-se a usar babete. Um mimoJ);
já visa quando está a fazer xixi na fralda, apesar de lhe chamar sempre cocó;
já sabe deitar tudo para o caixote do lixo. O que é para ir e o que não é.
já quer lavar os dentes sozinho, mas limita-se a comer a pasta;
Adora lavar as mãos no bidé, mas é frequente ter de mudar de roupa a seguir;
Adora beber água pelo copo, mas acaba sempre encharcado;
Usa bem o garfo para comer, desde que lhe interesse a comida;
Rói as maças à dentada como gente grande e tem uns dentes que impõe respeito;
… Nesta Primavera/Verão a tendência da estação vai ser largar a fralda. Na creche já vai algumas vezes à sanita. Depois, será largar a chucha, mas antes disso ainda temos de largar de vez o biberão, que ainda bebe de manhã, super ensonado, nos únicos desenhos animados que tolera durante todo o dia. É o momento TV dele.

1 comentário:

  1. Que despachados que eles já estao!!! Também promovo a autonomia e o trabalho e tempo que isso exige... É tão mais fácil sermos nós a fazer! Mas há que pensar a longo prazo! Parabéns pelos filhotes maravilhosos!

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!