24 de novembro de 2015

A fada dos dentes

Depois da história da noite, que metia fadas pergunta o meu filho mais velho: Diz-me a verdade, mãe: as fadas não existem, pois não? A verdade, mãe! E eu disse o que sei: nunca vi nenhuma fada, mas gosto de acreditar que elas existem. Tu não gostas? E ele diz: gosto, mas quando me cair um dente és tu e o pai que põem os presentes, não é? E eu disse que os pais continuam a tradição das fadas para garantir que os meninos e meninas recebem o seu mimo quando perdem um dente... 

Eu gosto que eles mantenham a inocência das crianças e que acreditem nas fadas, no pai natal e no coelhinho da Páscoa, mas não minto, até porque eu acho que esta conversa vinha só pedir uma confirmação de algo que tinha ouvido... E não lhe disse que não existiam, dizia só que eu nunca tinha visto... Mas adorava que elas existissem! 

1 comentário:

  1. Eu também gostei muito que elas acreditassem. E acreditaram até ir para o 1º ano. Depois, falaram uns com os outros, na escola, e ninguém as conseguiu afastar da verdade. Mas continuam a receber um mimo debaixo da almofada quando cai um dente.,

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!