1 de outubro de 2015

“O Jovem Rapaz e a Estrela-do-Mar”

Para reflectir. Não conseguimos mudar o mundo, mas se fizermos a diferença na vida de alguém já faz toda a diferença do mundo.

"Num certo dia, um homem sábio estava a passear na praia, quando reparou numa figura que, ao longe, parecia estar a dançar. Quando se aproximou, percebeu tratar-se de um jovem que apanhava algo e que o atirava suavemente de volta à água. Então, o homem sábio perguntou-lhe: “O que estás a fazer?” O jovem respondeu: “A atirar estrelas-do-mar para a água. O sol já nasceu e a maré está a baixar. Se eu não as devolver ao mar, elas morrem.”. “Mas, meu jovem,” disse o sábio, “há quilómetros e quilómetros de praias cobertas de estrelas-do-mar. O teu contributo não vai fazer qualquer diferença!” Depois de ouvir educadamente o sábio, o jovem curvou-se, apanhou outra estrela-do-mar e atirou-a para além da rebentação das ondas. De seguida, sorrindo disse: “Para aquela, eu fiz a diferença."

“O Jovem Rapaz e a Estrela-do-Mar” de Joel Barker/Loren Eiseley

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!