21 de dezembro de 2014

O filho mais novo

Nasceu em Abril de 2013. Um santo. Eu estava preparada para meses de inferno, de noites sem dormir, de cólicas, de choro continuo, mas não. O Afonso dormia e acordava para mamar. Ouvia-se assim um miar e era ele. Mamava tão bem, engordou tão bem que o pediatra dizia que eu tinha "leite condensado". Dava gosto vê-lo dormi, comer e crescer. Sempre no sling andava comigo para todo o lado. Com 5 dias de vida já ia sempre buscar o mano à escola, íamos ao parque, tudo! Estava feliz por ter um bebé de Primavera que permitia andarmos na rua. Sempre muito calminho, descobriu o irmão e apaixonou-se. Sorridente e dócil. Um sonho. No primeiro verão houve uns dias em que ali ao fim da tarde tinha a chamada hora das bruxas, para dormir. Mas tirando isso, e alguns choros pacíficos, foi um daqueles bebés super tranquilos. Na creche, o bebé de sonho. Sempre a rir, de boca aberta para comer, sempre pronto a ajudar a arrumar os brinquedos, dorminhoco.... O sonho de qualquer educadora, como imaginam. E não é que agora, a chegar aos 20 meses ( depois de amanhã, dia 23) começou a asneirar. Tenho que ver se na escola está igual. Tem uma tendência para as asneiras. Sobe para cima das cadeiras, mesas e sofás, anda à toda até ficar tonto e cair para o lado, atira tudo ao chão para fazer barulho, bate no irmão, não obedece. Desafia-nos. Está sempre a testar-nos. E não me parece que seja apenas os terrible two a chegarem. Acho que é mesmo ele a tentar impor o espaço dele cá em casa. Era o menino pequenino, o bebé e deve ter achado que isto era tudo dele e que ele é que mandava... E o irmão mais velho, a fazer 5 anos dentro de dias, sente-se a ser completamente desafiado pelo mais novo... Mas quando o mais novo não está a infernizar o mais velho, estão juntos na asneira e na macacada. Escusado será dizer que o mais pequeno imita o mais velho em tudo. É o ídolo dele, como é óbvio. E já brincam -ou melhor- fazem asneiras juntos!!! Muito cúmplices e divertidos!

1 comentário:

  1. Não te preocupes, faz parte do crescimento.
    Está na idade de se tentar "impor". Terás agora de lhe mostrar que continuas ainda no "comando".
    É sinal que está a crescer e a deixar de ser bebé. É um caminho que terá de percorrer, e isso é muito bom!
    Bjs,
    Paula
    vidademulheraos40.blogspot.com.

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!