20 de janeiro de 2016

A licença parental do pai

É o melhor apoio do mundo!! Estes 20 dias úteis que o meu marido tirou de seguida são fundamentais para nos orientarmos nos primeiros tempos. Assim, partilhamos as tarefas da Francisca, enamoramo-nos da nossa nova filha, vamos juntos ao pediatra, ele vai levar e buscar os miúdos à escola, vai com o mais velho às actividades extra, coisa que nunca consegue devido aos horários de trabalho, vai ao supermercado, dá banhos aos 3, dividimos as noites e os dias e adaptamo-nos a esta nova situação. Dos outros dois filhos o meu marido também conseguiu tirar a licença partilhada comigo e é muito importante para a dinâmica familiar, até porque ele é um super pai, super desenrascado e faz tudo com os miúdos. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!