23 de abril de 2015

Foi um dia de grande festa e alegria!!

À hora do lanche cheguei à creche. O mano mais velho esperava-me com tal ansiedade que nem tinha conseguido dormir a sesta e estava sentado com a educadora, à mesa de trabalho, com um pequena luz do candeeiro a fazer um desenho lindo para o mano.

Cantámos os parabéns. O meu filho estava radiante, ao perceber que aquilo era para ele, que todos os amigos da sala e da outra sala da creche, mais crescidos e mais entusiastas nas cantorias, lhe estavam a cantar os parabéns. Foi uma verdadeira emoção. Eu, o pai e o mano mais velho,mas educadoras, os amigos... A querida Bia que também se juntou. O bolo foi um sucesso. Receita mármore da Bimby.



E depois lá fomos todos para a salinha onde a animadora que eu contratei já estava preparada para contar a história, em jeito de teatrinho, do Capuchinho Vermelho. O mais velho fez de lobo e uma pequenina quis ser a avó. Nenhum chorou e gostaram da história. Não ligaram muito aos balões em forma de flores, cães e espadas que ela lhes fez, mas deliraram com as bolas de sabão. 

O dia continuou com a visita da avó e da bivô, a madrinha chegou com os filhos e deu uma mega pista de carros e acabámos por ir todos jantar. Não 4, como estava planeado, mas 9. E houve mais velas, espetadas num maravilhoso tiramisu! Terminámos o dia com uma história ao deitar, exaustos, às dez da noite. E uma sensação de paz e de alegria muito grandes. Que belo dia e, acima se tudo, que belo filho, que bela família. Tanto amor. Obrigada.




1 comentário:

  1. Muitos parabéns!!! É uma alegria... E eles crescem tão rápido!!

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!