8 de abril de 2015

Eu e a corrida


É uma moda, é verdade. E talvez por isso me lembrei de começar a correr. Eu, que nem para apanhar o autocarro para o liceu (que ficava a menos de 1km de casa) corria. Quem por aqui passa sabe porque é que eu comecei a correr:
Precisava de me mexer: Trabalho ao computador e passo muito tempo sentada a escrever.
Precisava do meu tempo: Estava a endoidecer, a precisar de espairecer, de ter tempo para mim. Uma ou duas horas por semana em que sou só eu, livre e solta. Em que não estou a tratar da casa, nem da roupa, nem das crianças. Eu e os meus pensametos.
Queria fazer exercício: Mas não me apetecia voltar para o ginásio. Apesar de ter um Vivafit em frente a casa, onde já andei e gostei muito, não me apetecia estar condicionada a horários. Além disso, este ginásio está fechado ao sábado e ao domingo, altura em que é mais fácil coordenar com ajuda para eu poder ir à minha vida sem as crianças atrás.
Não me apetecia estar a pagar um ginásio: mesmo sem fidelizações tinha de pagar activações e seguros e era uma despesa mensal que não me estava a apetecer ter.
Deixei de fumar e não queria engordar. Já que era para ser saudável, vamos lá ao exercício físico.

Comprei ténis e roupa gira e barata (o facto de correr estar na moda facilitou imenso), instalei a aplicação da Nike e lá fui eu. A achar que não ia gostar e que ia correr por obrigação. Mas gostei. Não corro muito depressa. Há alturas em que vou a andar em passo acelerado, mas vou com prazer. Eu e os meus pensamentos, organizo ideias, penso na vida, faço planos, sonho acordada… E sabe-me mesmo muito bem. E sei que faz bem à saúde, e isso anima-me. E é saúde mental e física. Estou muito mais bem-disposta, muito menos stressada, mais tolerante e menos irritadiça. Quem me conhece nem acredita que eu comecei a correr. Mas comecei. E está a fazer-me bem. Tenho o meu percurso simples e perto de casa. O meu marido apoia-me a 1000% até porque comecei a compreender melhor a necessidade louca que ele tem de ir jogar futebol e padel. Não ando a correr por ser moda, mas comecei a correr porque senti que a corrida me podia ajudar no que eu precisava. E tenho-me interessado. Quero continuar a fazê-lo sempre que possível, umas 2 a 3 vezes por semana. Sem exageros. Sempre fiz alongamentos, aprendidos nos muitos anos de ginásio, e hoje fui pesquisar uns mais específicos para a corrida. Aqui estão eles:


"ALONGAMENTOS PARA CAMINHADA OU CORRIDA
Objectivo:Tornar a caminhada ou corrida mais segura e eficiente, alongar a musculatura envolvida no exercício, reduzir o risco de lesões e cãibras e ainda servir também como aquecimento.
Observação:Em caso de articulações dolorosas, executar o alongamento com maior delicadeza insistindp gradualmente e respeitando seus limites. E se durante a caminhada aparecer dor na musculatura específica, executar novamente.
Material: Parede, árvore, calçada, ou outros que encontre no local. Use roupas adequadas à temperatura e proteja-se do sol usando chapéu e filtro solar.
Duração: Mantenha a posição durante 15 a 30 segundos e evite fazer insistências.
Faixa Etária:Qualquer pessoa pode e deve fazer alongamentos desde que devidamente orientado respeitando os seus limites musculares e articulares. 
EXEMPLO
Descrição
alongSolear.jpg
GÉMEOS:
1) Apoie as mãos na parede e dobre o joelho da perna da frente enquanto a outra fica estendida atrás, tocando com o calcanhar no chão. Mantenha os pés voltados para frente. Mantenha um alinhamento postural na diagonal. Repita com a outra perna.
2) opcional: Apoie o pé pela metade num degrau e deixe que o calcanhar desça, alongando os músculos da "barriga da perna".
ExercIsquio.jpg
ISQUIOTIBIAIS:
1) Apoie uma perna numa barra ou muro sensivelmente à altura da cintura e mantenha ambos os pés voltados para a mesma direcção. Apoie as mãos na perna da frente. Mantenha a coluna direita, e não como está na foto (pessoas portadoras de Hérnias de Discais podem agravar o problema). Repita com a outra perna.
ExercAdutores.jpg
ADUTORES:
1) Sente-se e una os pés deixando que seus joelhos caiam para os lados. Mantenha a coluna direita e aproxime os calcanhares da bacia.
2) opcional: De pé apoiar a perna lateralmente. Evite estender demasiado a perna de apoio. Obs: mantenha a coluna direita e não como está na foto. É desnecessário inclinar-se e o pé de apoio deve estar apontando para a frente. Respeite seus limites e repita com a outra perna.
ExercQuadric.jpg
QUADRÍCEPSs:
1) Apoie uma mão na parede enquanto a outra segura a ponta do pé do mesmo lado da mão (e não como está na foto), ou seja, mão esquerda segura no pé esquerdo a trás das costas. Mantenha os joelhos bem juntos e repita com a outra perna.
2) opcional: Poderá executar este alongamento deitado no chão, segurando o pé por trás (joelho flectido, unido ao outro estendido, e não como está na foto).
ExercColun.jpg
COLUNA E GLÚTEOS:
1) Afaste as pernas e desça com as mãos em direcção ao chão. Deixe seu corpo relaxado por completo, inclusive os joelhos, deixando que a gravidade o puxe para baixo.
ExercGeral.jpg
GERAL:
1) Entrelace os dedos e eleve as palmas das mãos juntas para cima, elevando os calcanhares.
Fonte das fotos:"Alongue-se" Bob Anderson, 1983
Observação: evite exceder no alongamento forçando as articulações. Nunca vá além da dor e mantenha a regularidade nos alongamentos. Eles só têm a contribuir para sua saúde postural."
Imagem e fotografia retirada daqui, do Observatório Nacional da Actividade Física e do Desporto.

1 comentário:

  1. Eu gostava muito de voltar a correr.
    Admiro a tua determinação.
    Tenho de arranjar ajuda!
    Bons treinos!
    vidademulheraos40.blogspot.com.

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!