12 de outubro de 2013

Um baptizado perfeito

Uma celebração linda, linda com um padre tão fantástico que se todos os padres fossem assim a Igreja teria muitos mais jovens e famílias. O Afonso não chorou quando foi baptizado com a água benta e o Padre Alberto ainda acedeu ao pedido do meu filho mais velho e também o benzeu com a água. E pegou-lhe ao colo quando eu, o meu marido e os padrinhos segurávamos a vela, para também ele ajudar sempre o irmão a encontrar uma luz, um caminho. Falou da importância do casal, do tempo para namorar e pediu a todos para nos ajudarem, ficarem com os nossos filhos e libertarem-nos para termos tempo só para nós, que é quando ele já percebeu que os casais são mais ternos. E se os casais estiverem bem e felizes a base familiar é sólida e tudo é possível. Um padre mesmo formidável, que estava feliz por ter ali quase 30 crianças e que as deixou à vontade. Foi mesmo uma linda celebração, com textos escolhidos por nós e uma oração escrita por mim. A festa a seguir também foi óptima. Os adultos almoçaram e duas babysitter tomaram conta das crianças que tiveram direito a pinhata de doces, pinturas faciais, piscina de bolas, escorregas e modelagem de balões. E o querido Afonso, de colo em colo, dormitou um pouco, mas de resto sempre acordado e a encantar toda a gente com o seu sorriso. É mesmo um bebé com mel e especial. E o dia foi muito bom. E o tempo cinzento foi muito agradável e estivemos todos muito bem! E damos graças pelo dia de hoje! 

4 comentários:

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!