22 de outubro de 2013

"A tia está com olheiras!"

Foi isto que o meu querido sobrinho, no alto dos seus 13 anos, me disse hoje ao jantar. É verdade. Muitas olheiras. Faz amanhã seis meses que não durmo uma noite seguida. Já nem custa não dormir ou estar de vigília à noite, ou dar leite, mudar fraldas ou ajudar o mais velho a adormecer, mas a verdade é que acordo sempre cansada. Com energia e a correr, mas sempre com a sensação de que dormia mais 32 horas seguidas. Por isso, as olheiras. Não mata, mas moí como diz o ditado.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!