28 de outubro de 2013

Educar com o coração

Hoje tivemos reunião de pais com a educadora do nosso filho mais velho. Já aqui disse muitas vezes o quanto gosto dela e da maneira como trabalha. Este é o terceiro ano que está com ele e cada vez me identifico mais com o projecto educativo que ela tem para aquela turma que agora chegou ao Jardim de Infância. Para mim, o trabalho de uma educadora de infância é essencial e elas têm um papel fundamental na vida dos nossos filhos. Deixo-vos um poema que ela nos apresentou na reunião e do qual gostei muito.
    «Responda-lhe, não o instrua.
    Proteja-o, não o cubra.
    Ajude-o, não o substitua.
    Abrigue-o, não o esconda.
    Ame-o, não o idolatre.
    Acompanhe-o, não o leve.
    Mostre-lhe o perigo, não o atemorize.
    Inclua-o, não o isole.
    Alimente as suas esperanças, não as descarte.
    Não exija que seja o melhor, peça para ser bom e dê o exemplo.
    Não o mime em demasia, rodeie-o de amor.
    Não o mande estudar, prepare-lhe um clima de estudo.
    Não construa um castelo para ele, vivam todos com naturalidade.
    Não o ensine a ser, seja você como quer que ele seja.
    Não lhe dedique a vida, vivam todos cada um a sua.
    Lembre-se de que seu filho não o escuta, ele OLHA para si.
    E, finalmente, quando a gaiola do canário se quebrar, não compre outra...
    Ensine-o a viver sem portas!»
                                        in Educar com o coração de Eugénia Puebla

3 comentários:

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!