7 de outubro de 2013

Os timmings dos filhos

O adeus à chucha do meu filho mais velho veio mesmo confirmar a minha crença de que as crianças têm os seus timmings e que se os compreendermos e respeitarmos tudo correrá bem. O meu filho que era a criança mais louca pelas suas chuchas, que dizia com todas as letras "eu gosto tanto, mas tanto das minhas chuchas, mãe" quando eu perguntava se ele as queria deitar fora, que olhou para a árvore das chuchas na Quinta Pedagógica e depois, olhou-me nos olhos e disse: "eu não consigo. Outro dia."

Deixou as chuchas na Sexta-Feira e nunca mais falou nisso. Está radiante com os bayblades que recebeu (sim, porque o XPTO do DinoFroz partiu-se logo e ele foi com o pai comprar outro. Felizmente tinha o talão do DinoFroz e já consegui que me devolvessem o dinheiro porque parece que aquilo parte-se mesmo tudo) e feliz e orgulho com ele próprio por ter largado a chucha. Fui criticada por ele estar a chegar aos 4 anos e ainda dormir de chucha, mas eu e o meu marido achámos que íamos esperar mais um bocadinho e que o click dele decidir dar esse passo iria acontecer, sem dramas, sem traumas, sem gritos. E aconteceu. E estamos todos muito felizes e orgulhosos do nosso filho. E felizes porque respeitámos o timming dele.

1 comentário:

  1. O meu filho tem 2 anos e meio e já é "pressionado" para largar a chucha mas eu também vou dar-lhe tempo, ele é que decidirá. Tudo a seu tempo :)

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!