28 de janeiro de 2014

O mano não é um cãozinho!

No tapete das brincadeiras do Afonso, ao final da tarde: O mais velho atirava o mickey de peluche para longe do alcance do mano e gritava, super divertido: busca! busca! Eu lá lhe dizia que o mano não era um cão e que o mano ainda não sabia gatinhar e que estávamos a trabalhar nisso, mas ele cada vez ria mais e atirava tudo para longe e dizia: busca, mano! busca!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!