2 de janeiro de 2014

Coisas que descobri com a maternidade Post 9

Ir com bebés pequenos passar dois dias ou vinte dias a tralha é basicamente a mesma!! Quando me viram chegar à Quinta do Campo com os meus filhos nem queriam acreditar no que viam quando abrimos a bagageira da carrinha. Eu e duas crianças ( que o marido só se juntou a nós no final do dia seguinte) tínhamos enchido uma bagageira inteira. Eu levei apenas o essencial para mim, mas para eles levei a casa inteira, e não pensem que sou tolinha ou uma exagerada. É que eles precisam mesmo de muitas coisas, principalmente o pequeno Afonso. Além dos básicos de higiene e muitas mudas de roupa (ir para uma quinta no inverno implica poças e brincadeiras ao ar livre que implicam roupa suja e molhada) levei um peluche de dormir, um carro telecomandado anfíbio, galochas, livros do Ruca, máquina de aerossóis e respectivos soros e Ventilan, cama de viagem, colchão e lençóis, carrinho de passeio, biberons, papas, sopas congeladas, escovilhão para os biberons, fruta em boião, leite adaptado, babetes e já não sei mais!! Para eles fiz uma lista exaustiva de véspera, porque ia ter pouco tempo para fazer as malas. Para mim, pus umas coisas numa mala. A meio do caminho lembrei-me que me faltava o pijama. Quando me arranjei para jantarmos reparei que não tinha escova do cabelo nem perfume! Felizmente, estava com as minhas cunhadas e tudo se resolveu até o meu marido chegar no dia seguinte. 

1 comentário:

  1. :)) É verdade, eles precisam mesmo de muita tralha. Nos dois dias que fomos a Viseu, eu e o meu marido levámos a escova de dentes, roupa interior e pouco mais dentro da mala do G. E já não usa fralda nem biberão nem nada de muito especial.

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!