19 de maio de 2016

Foi há 9 anos um dos dias mais felizes da minha vida!

Estava um dia lindo de sol, como hoje, e tivemos o casamento perfeito, feito por nós, decidido, pensado, materializado... Foi uma festa maravilhosa e ainda hoje há quem nos diga que foi o casamento mais giro, divertido e "feliz" onde estiveram. E ao rever as nossas fotografias, os nossos sorrisos... Éramos mais jovens, mais leves - em termos de preocupações e eu também mais leve de peso:-)) - e tínhamos a vida toda pela frente, como se costuma dizer. E a vida tem acontecido. Uns dias perfeitos, outros marcados pela dor da perda, outros assim assim... e depois houve os 3 dias mais especiais que podíamos ter: o nascimento dos nossos 3 filhos! E se eles são a maior alegria da nossa vida, o amor maior que se pode sentir e viver, a nossa missão nesta terra, são também uma grande prova de fogo ao nosso casamento e ao nosso amor. Só quem não tem filhos pode achar que estes vão solidificar um casamento ou até mesmo salvá-lo! Pode parecer um contra-senso que a maior obra de um casal possa ao mesmo tempo pôr tudo em causa, mas é verdade. Ao mesmo tempo que nos dão as maiores alegrias também nos sugam muita da nossa energia, deixam-nos mais cansados, com pouco tempo para namorar... E é tão fácil perdermo-nos no meio dos filhos, das tarefas domésticas, das obrigações... Não é fácil manter a chama acesa. Não é mesmo nada fácil. Mas o importante é que fique sempre lá uma luzinha, por mais ténue que seja, uma luz do nosso amor, para que a possamos ir reacendendo, aumentando a chama não deixando que se apague... Porque no meio da loucura do dia a dia de uma família de 5, com três filhos ainda tão pequenos, é preciso que nos consigamos encontrar para namorar. Há 9 anos éramos só nós na cama, podíamos dormir como viemos ao mundo, sem pressas de acordar, enroscados um no outro, como se nada nem mais ninguém existisse... Hoje é raro dormirmos uma noite sozinhos e o nosso mundo alargou porque na verdade deixámos de ser dois para sermos 5, e é nestas somas que não nos podemos perder primeiro como pessoa e depois como casal. Dá trabalho, não é linear, mas é muito recompensador. Mas hoje, 9 anos depois, sei que para manter um casamento feliz só o amor não basta e que o dia a dia joga contra nós, mas é preciso acreditarmos em nós e não querer desistir! Amo-te, homem bom da minha vida! E hoje, tal como há 9 anos, não me importava nada de acabar na Quinta das Lágrimas, adormecendo ao teu lado, tendo à nossa espera uma massagem maravilhosa no dia seguinte! Mas hoje o programa será outro e o importante é que adormecerei ao teu lado (no sofá, se calhar, como ontem:-)))), enroscada no teu amor!

3 comentários:

  1. Muitos parabéns! Os filhos e a vida em si são realmente uma prova de fogo ao amor de um casal!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E parabéns a ti pela tua nova bebé! Que sejam muito felizes:-))) Espero que tenha corrido tudo bem! Bjs

      Eliminar
  2. Muitos parabéns e que venham mais anos juntos e muito felizes juntos dos vossos filhos e restante família.
    Bjs

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!