25 de maio de 2016

A Francisca foi conhecer o médico de família

Os meus filhos têm um pediatra particular, mas, paralelamente, são acompanhados e seguidos no nosso Centro de Saúde. É lá que fazem as vacinas e é lá que têm o médico de família. Temos os 5 o mesmo médico e gosto muito dele. É um excelente profissional, muito sensato e muito simpático e cordial. Temos a sorte de nos ter calhado uma Unidade de Saúde Familiar onde não há nada a apontar, já aqui referi isto, e quando saímos de Algés para regressar a Lisboa mantivemos o nosso médico de família na USF do Dafundo porque, de facto, se há um serviço que funciona muito bem, melhor que a maioria dos privados, é este. E apesar de os meus filhos terem pediatra que os acompanha nas grandes consultas anuais, as pequenas coisas de crianças, como por exemplo, a varicela ou uma gastroentrite é ao médico de família que recorremos. Temos assim o privado e o público e vamos conciliando. Mas ia contar a consulta da Francisca: Está óptima em todos os aspectos e, em relação ao baixo peso, o médico mostrou-se tranquilo (é na linha dos manos) e, por ele, a amamentação poderia ser em exclusivo, mas não quer interferir com o que o pediatra sugeriu e também não é por meia dúzia de colheres de papa por dia que vem mal ao mundo. A Francisca conquistou-o com o seu sorriso mais querido e mostrou como já se segura muito direita e espertalhona. E a mãe e o pai a babarem com os elogios do médico!!! Porque não há nada que mais console o coração dos pais que ouvir um médico dizer que os nossos filhos estão de perfeita saúde e com um excelente desenvolvimento motor e cognitivo! 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!