Hoje estive muito longe da mãe que quero ser...

Há dias em que me sinto a pior mãe do mundo. Hoje foi um deles. Entre birras deles, gritos meus, leva e trás a festas de anos (no Alvalaxia no dia de eleições do Sporting com o caos instalado!!!)... Fui péssima mãe, com cansaço acumulado, a ferver por tudo e por nada, sem paciência, com eles a chorarem por me verem gritar... Ainda bem que já acabou. Já os beijei, já lhes pedi desculpa por me ter zangado além da conta... Amanhã vou correr com duas amigas, vem cá uma sobrinha ficar com eles de manhã que o meu marido continua de braço ao peito sem poder tomar conta deles, especialmente da Francisca, e eu espero que esse tempo para mim me ajude a relaxar e a acalmar. Têm sido semanas demasiado cansativas, com tudo às costas, e estou a precisar de tempo para mim para poder recarregar baterias para estar mais calma e mais paciente com os miúdos, que são simplesmente crianças e não têm culpa da mãe estar exausta e às vezes sem forças para fazer tudo o que tem a fazer... 

Comentários

  1. Há dois meses que comecei a fazer caminhadas. Já vou nos 15 kms diários. E, confesso, estou muito mas muito melhor.

    ResponderEliminar
  2. Hà dias assim...não somos as únicas mamãs a sentirmo nos dessa forma.beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Como eu a entendo.. tenho estado muito assim e depois o sentimento de culpa dá-me cabo de mim!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!