28 de novembro de 2016

E a Catequese, como correu?

No sábado foi dia de catequese. E lá o levei. Ia envergonhado, mas eu tranquilizava-o dizendo que muitos dos amigos e amigas da escola nova andavam ali na catequese - uma coisa boa de estudar no bairro onde se vive é que depois os amigos também vivem por aqui, frequentam os mesmos sítios... - Deixei-o na igreja e fui com os pequeninos levantar o bolo do pai, que estava encomendado. Voltei uma hora depois e ele estava satisfeito. Gostou do catequista e no dia a seguir tínhamos de ir à missa das crianças, que é preparada pelos meninos da catequese. Na catequese só tinha havido um senão... não tinha levado o catecismo nem o estojo... Ups, culpa da mãe, mas quando o inscrevi na secretaria da igreja bem me podiam ter dito, não? Não é grave e para a semana esta questão estará resolvida. E eu voltei a ir à missa. Levei só a Francisca que se portou muito bem e sempre atenta ao coro, tão querido e afinado, cantado por vozes de crianças pequeninas... O meu filho ainda me perguntou se também podia ir para o coro. Eu disse que sim. Mas ele depois disse que preferia ouvi-los cantar. Está bem! E no 1º Domingo do Advento começámos a preparar o nosso Natal de forma mais católica e mais praticante. Não lhe impus nada, deixei-o escolher... e acompanho-o nas suas escolhas. E o Domingo correu tão bem... Senti-me mesmo em paz. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!