Das coisas que uma mãe tem de ouvir...

... A comida da escola é muito melhor do que a tua! E uma mãe acha que até é boa cozinheira, compra no mercado local e até tenta produtos biológicos, escolhe as ementas semanais com carinho, alternado carne e peixe, incluindo vegetais, variando os hidratos de carbono, pensando no que eles gostam mais, tentando dar-lhes alimentos que não conhecem, reinventando pratos para não cairmos na monotonia... Mas depois o meu filho mais velho continua a dizer: .. A comida da escola é muito melhor do que a tua! E isto acontecia na escolinha antiga e também já aconteceu na escola nova. E eu só vos digo: deve andar a comer-se muito bem nas escolas! É que a nossa casa é (também) conhecida pela boa comida, pelo gosto que temos em cozinhar, em partilhar refeições com os amigos... Na minha altura, a minha mãe, cozinheira de mão cheia, mandava-nos a comida para a escola em termos. Ainda bem que os meus filhos adoram a comida da escola e que nas escolas onde eles andam nem seja possível enviar comida, porque detestaria estar a aquecer comida de manhã. E só tenho pena que não me mandem o mais velho já jantado, que é sempre um drama para comer. Já o meu Afonsinho sai à mãe, é um bom garfo, gosta de tudo, come com gosto e com satisfação e em quase todas as refeições diz, satisfeito: oh, mãe, o jantar está muito bom! Isto enquanto enfia mais uma garfada pela boca abaixo. O mais velho foi sair ao paizinho (tanta coisa boa para ir buscar e foi buscar o pisco que o pai era em criança) e aos 7 irmãos do paizinho que passavam horas e horas e horas à mesa em crianças sem fome e a olhar para os pratos... 

Comentários