17 de agosto de 2013

A primeira gargalhada do Afonso

Hoje o Afonso deu a primeira gargalhada e o sortudo foi o pai. O pai estava delicado com as gargalhadas dele quando eu cheguei e disse que aquelas eram as primeiras gargalhadas de sempre do Afonso. O pequenino não consegue dizer ao pai que estava cheio de saudades, mas guardou para ele aquela demonstração de alegria. É bom estarmos de novo os quatro juntos, em família. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!