Dormir na cama dos pais

Não sou apologista do co-slepping, nunca incentivei os meus filhos a dormir na minha cama, contam-se pelos dedos das mãos as vezes que o meu filho mais velho, em 7 anos, dormiu na nossa cama, mas nestas últimas noites a princesa tem acordado e eu enfio-a na minha cama. Umas vezes resulta e ela dorme outras vezes nem por isso e por ali anda a palrar, a tentar adormecer, a refilar, a aninhar-se, a levantar-se... Hoje foi assim das 3 às 5 da manhã. E depois adormeceu. E pelo meio chegou o Afonso que tinha feito xixi na cama... E eu lá me ia aninhando entre eles, dormitando, tentando arranjar espaço... Depois eu e o meu marido levantámos-nos às 7 e lá ficaram os dois mais novos a dormir... Depois já perto das 8 ouvi a Patanisca palrar e quando fomos espreitar rápido, antes que caísse da cama abaixo, lá estava ela sentadinha, radiante a brincar com a cara do Afonso, que dormia profundamente... e ela ria para ele e mexia-lhe na cara... Feliz com aquele acordar!

Comentários