12 de julho de 2016

Da consulta de desenvolvimento dos 6 meses

Ontem foi dia de pediatra para a consulta de desenvolvimento dos 6 meses e a Francisca está fantástica a todos os níveis, excepto no peso. Já fugiu muito do percentil 3 e está numa zona crítica, segundo o médico. 5,800kg é muito pouco peso para um bebé de 6 meses, que devia pesar entre 7,500kg e 9kg... Mesmo com o argumento de que todos os meus filhos têm baixo peso (que os 7 irmãos do meu marido eram todos escanzelados até à adolescência), o pediatra ficou pouco tranquilo com o peso da Francisca, apesar de em todos os outros aspectos comportamentais e físicos ela estar óptima. Para já, vamos introduzir a sopa ao almoço, assim como frutas calóricas como mangas e papaias, pêra, banana e maçã (estes três já tínhamos introduzido)  e tenho de controlar o peso dela até irmos de férias… Ao jantar mantém a papa Nutriben. Claro que fiquei alarmada com o que disse o pediatra e hoje vou falar com o médico de família quando lá for para ela ser observada por causa da nasofaringite. Sei que cada bebé é um bebé e quem olha para a Francisca diz que ela está redondinha e com refegos…É pequenina, sim, mas muito proporcional... Mas agora vai entrar na engorda. Em termos de interacção está um espectáculo, super comunicativa, risonha e atenta a tudo, segura-se muito bem, tem força de pescoço e abdominal, e todo o desenvolvimento cognitivo está fantástico... Vamos ver como evolui a questão do peso nas próximas semanas. Sem querer comparar com os irmãos, mas comparando, é a mais pequenina e magrinha dos 3, mas não está muito longe do perfil do mano mais velho, que ainda hoje é um lingrinhas, que nunca teve percentil em bebé, e ela é muito parecida com ele fisicamente.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!