21 de julho de 2016

A nossa princesa!

É a minha companheira de todos os dias. Deixamos os piratas na escola de manhã e depois o dia é nosso, até os irmos buscar e ela ser bem apertada e lambuzada pelos manos. E é tão fácil cuidar dela. A licença de maternidade do meu filho mais velha foi duríssima, com muitas lágrimas, muitas mesmo, desespero, cólicas, inexperiência... E foi curta, 3 meses, não me permitindo gozar depois quando tudo estabiliza e melhora. Do meu segundo filho, filho da primavera e do sol, não repeti alguns dos erros e ansiedades que tinha cometido da primeira vez e desfrutei imenso. Talvez por eu estar mais tranquila, mais preparada para o início correu tudo às mil maravilhas e estive quase um ano a tempo inteiro com ele. Com a Francisca, tirando o primeiro mês mais duro tem sido muito tranquilo, muito pacífico... A Francisca entrou na nossa vida e é como sempre cá estivesse estado, encaixámos rotinas, numas adaptou-se ela a nós, noutras adaptámo-nos nós a ela (acho que este é um dos segredos) e tudo tem sido natural e harmonioso. Quase aos 6 meses e meio e ainda mama, sendo já a recordista nesta questão! Sinto-me mesmo abençoada. Só é pena os quilos a mais que ainda aqui estão a estragar a fotografia. Mas já marquei uma consulta de nutrição para depois de vir de férias entrar nos eixos. E por falar em peso, olhando para a foto, tirada hoje quando vínhamos do pão, ninguém diz que é uma bebé de baixo peso sem percentil... Está tão boa! É uma bebé tão doce, tão risonha, tão tranquila... Tem cócegas, imensas cócegas, e dá umas gargalhadas maravilhosas. Ontem quando o pai chegou a casa e ela o viu, deu-lhe o maior sorriso que eu já tinha visto! Este é mesmo um lado cor-de-rosa da maternidade. E esta é a nossa princesa! 

2 comentários:

  1. Que bom que estás a conseguir aproveitar a licença e a princesa. Também senti muita diferença entre a licença do primeiro e a do segundo. Sendo que neste consegui não repetir erros e usufrui bem mais.

    A princesa está linda, linda!

    ResponderEliminar
  2. Coincidência ou não a minha primeira filha foi muito difícil, para os dois rapazes seguintes serem bebés muito fáceis.
    Serão eles ou nós a complicar?

    Beijinhos,
    Paula

    Vida de Mulher aos 40

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!