15 de dezembro de 2015

Diário de uma grávida# 59 - Cesariana! E agora?

Não contava nada com uma cesariana, mas é a vida! e o importante é que a Francisca nasça direitinha e perfeitinha para se juntar à família! Além da parte emocional há a parte prática e financeira. Eu tenho seguro de saúde que até comparticipa um bom valor, apesar de nunca cobrir a totalidade do parto, mas os partos por cesariana são muito, muito mais caros que os partos ditos normais. E a pergunta que se coloca é: vale a pena gastar esse dinheiro para ir ter a minha filha no privado? Os meus dois anteriores partos foram no privado, na CUF Descobertas, e adorei. Valeram bem a peqeuna diferença que tive de pagar para cobrir o que o seguro não pagava. Correu tudo muito bem, foi tudo perfeito e muito confortável... 5 estrelas! E agora? Não é que parece que vai ser mesmo tudo diferente desta terceira vez! Não me parece necessário gastar uma fortuna para ter o meu bebé no particular. Claro que o conforto seria outro, a proximidade também - que moro a 2 minutos do hospital onde estou a ser seguida pela minha médica -, teria a minha médica que adoro e em quem confio, seria tudo programado e tranquilo, com o meu marido sempre perto, os meus filhos também na escola ao fundo da rua... Do outro lado, no público, estão experiências totalmente novas para mim: um hospital público, uma cesariana sem o meu marido ao meu lado, um quarto partilhado com outras mães e outros bebés... Ai! No terceiro filho é que me surgem os receios... Para já, e porque há que ser prática o meu médico de família acabou de me referenciar para o hospital público. Agora vou aguardar que me chamem para uma primeira consulta. Entretanto, mantenho a consulta com a minha obstectra para a primeira semana de Janeiro, às 37 semanas, para ela me ver a mim e à bebé e para eu lhe dizer que se a Francisca continuar pélvica vou tê-la no público... Era tudo bastante mais tranquilo se fizesse isto com a minha médica no privado, do que ir agora para o público, mas o hospital é muito bom, tenho óptimas referências (e uma enfermeira amiga que trabalha lá e que me poderá orientar) e há-de correr tudo bem!

5 comentários:

  1. Claro que vai correr tudo bem! Pensamento positivo... E que a Francisca venha cheia de saúde!

    ResponderEliminar
  2. Curiosamente eu sobre isto não tive grandes duvidas. Não sou de luxos nestas coisas da saúde. Há 10 anos o meu médico trabalhava no publico e elas nasceram no publico. Nem de uma nem de outra tive a sorte de as ter no dia em que o meu médico estava de banco, paciência, nasceram pelas mãos de outros médicos. Correu tudo bem, isso é que interessa. Desta vez o meu medico está no privado e por isso é lá que vou ter o Manel. Sem grandes confusões, sem duvidas. Confio no meu médico e isso sim é que interessa, normalmente quando confio sigo as indicações, sou uma bem mandada, hahahahaha. Bjos

    ResponderEliminar
  3. Bem, eu fiz cesariana no Cuf Porto e correu tudo muitíssimo bem. Acho que se estivesse na sua situação nem pensava 2 vezes, ia para o privado, ainda por cima com todas as vantagens pessoais que referiu. Nunca passei por um parto normal, mas na cesariana o pós parto é muito difícil. O meu pelo menos foi, não me consegui mexer durante 3 dias. Felicidades e uma hora pequenina!

    Diana,mãe de uma princesa Maria com 8 meses e meio

    ResponderEliminar
  4. Olá. Vai correr tudo bem com a Francisca :)
    Queria só dizer-te para te informares acerca da presença ou não do Pai na cesariana.
    Eu tive os meus filhos no público e quando a cesariana foi de urgência com anestesia geral o Pai não pôde assistir, mas na última cesarina, electiva e com data marcada, com epidural ele esteve sempre ao meu lado (menos na altura da epidural). E conheceu a filha mal ela saiu da minha barriga e acompanhou-a enquanto foi vestida e eu cozida. Pode ser que no teu hospital também já permitam o Pai ao teu lado. E o pós-parto das cesarianas não são todas iguais. Nas duas primeiras foram para esquecer mas a última passadas 6 horas estava em pé e tive o privilégio de dar o primeiro banho à minha filha.
    Que tudo corra bem convosco! Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Vai correr tudo bem, de certeza.
    E a médica não poderá encaminhar para o local onde ela trabalha no público (se trabalhar)?

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!