20 de novembro de 2014

Há blogs que vale mesmo a pena conhecer.



Este é um deles: "eu, ele, a maria e o miguel".  Adoro a escrita. Adoro as fotografias e, acima de tudo, adoro a forma como esta mãe e estes filhos vivem o dia-a-dia. Como a casa se transforma em escola. Como os dias são passados a um ritmo próprio. Como as comidinhas são colocadas de forma divertida nuns pratinhos com divisórias. Como os manos se abraçam. Como dormem tranquilos. Como são fotografados em lojas de doces sem haver acidentes. Como vão para a rua de pijama (sem ser no dia do pijama) sempre que querem. Como esta mãe tem ideias maravilhosas e faz coisas fantásticas com os filhos. Como eles se entretêm a brincar. É um gosto visitá-los no seu blog e confesso que me sinto um pouco incompetente como mãe. E a culpa não é só do trabalho (se bem que o cansaço não ajuda) que estive em casa um ano quando o Afonso nasceu e eu não era esta “mãe mágica” que transforma tudo numa agradável festa diária, em que parece que tudo funciona numa enorme harmonia. Há mulheres que nasceram mesmo para ser mães, e esta mãe (atrevo-me a dizer isto sem a conhecer) é uma delas.

3 comentários:

  1. Olá, eu também sou seguidora do blog que referes mas curiosamente não é meu tipo de blog preferido. Gosto, passo por lá mas não fico assim maravilhada. Eu acredito em mães mais calmas do que outras mas não as acho melhores nem lhes encontro especial encanto, talvez porque sou desconfiada por natureza, não acredito nas imagens românticas com crianças. é muita produção ;)
    Bjos

    Maggie

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A mim parece-me tudo tão natural... Tão pouco produzido e tão real!

      Eliminar
  2. obrigada! tenho a certeza que, como eu, faz o melhor que consegue. o nosso dia-a dia não é uma festa diária, é bastante comum até, e também eu me sinto muitas vezes incompetente como mãe. aproveitem bem, já vi que foi passear: divirta-se, bjs

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!