3 de novembro de 2013

Halloween à moda do Pulmicort, Celestone e Atrovents

O Afonso passou mal a noite de sexta para sábado. Muita tosse e pieira. Resolvi ir com ele à urgência pediátrica dos Lusíadas. O médico que o atendeu ficou surpreendido quando o auscultou. É que o meu bebé estava tão risonho e bem disposto que não parecia estar com as dificuldades respiratórias que efectivamente estava. Foi logo medida a oxigenação, mas estava bem. Depois, fomos para a sala dos aerossóis para o meu bebé fazer a medicação por essa via. Duas sessões intercaladas para poupar o coraçãozinho dele, é que estes vasodilatadores são verdadeiras bombas para o coração. Reagiu bem e começou a respirar melhor. Veio para casa com ordens de medicação para fazer o Celestone, o Atrovents e o Pulmicorte, mas vi-me grega para aviar a medicação. As farmácias hoje em dia não tem nada. No meio desta loucura e da mimalhice extra ao meu pequenino havia uma festa de halloween na nossa casa para preparar. Eram só cunhados, sobrinhos e a minha comadre, madrinha do Afonso, mas entre todos éramos 16 adultos e 11 crianças!! Foi a loucura. A casa estava o máximo com os enfeites que comprei, tivemos pizzas múmias e um bolo horripilante. Os miúdos deixaram o quarto dos meus filhos do avesso e estrearam os tapetes novos e beige da sala.  Às tantas, achava que eles eram 50 em vez de 11, tal era a gritaria. Pelo meio dei o jantar ao Afonso, fizemos aerossóis e pu-lo a dormir, depois de correr todos os colos. Foi uma festa e tanto, e depois eu partilho fotos, e o melhor foi quando me vim deitar já não havia vestígios nenhuns de festa. Acho que é uma das coisas boas das famílias grandes. Juntamo-nos muitas vezes, a confusão é sempre muita, mas todos arrumam tudo antes de sair. Como dizia a minha comadre, a única outsider da festa, "grandes cunhados! Estavam 5 de rabo para o ar a arrumar com os miúdos os brinquedos." E assim foi, um dia longo e comprido, mas que correu bem e fez as delicias da miudagem! 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!