15 de novembro de 2013

Evitar o excesso de brinquedos

O meu filho mais velho faz anos colado ao Natal, o que significa uma loucura de presentes que lhe dão. A família é grande, os amigos também e os brinquedos são às dezenas e dezenas e para nós é impensável dar os brinquedos todos de uma vez. O que é que fazemos?? Ele abre tudo a que tem direito e nós percebemos logo o que é que ele mais adorou e não vai esquecer. Os restantes, até porque alguns são para um pouco mais à frente no desenvolvimento, guardamos bem guardados. E ele na loucura das festas, dos amigos e primos e das brincadeiras não consegue memorizar tudo o que recebeu. E depois, ao longo do ano, sempre que se justifica lá vem um presente mágico, em troca de um antigo que oferecemos. Hoje, segundo dia em casa e para fugir um bocadinho à TV tivemos a visita do T Rex!! Ele perguntou onde eu tinha ido buscar e eu disse que tinha sido o amigo Vicente, da escola, que lhe tinha dado nos anos ao que ele respondeu: ele é mesmo meu amigo!! 




Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!