20 de outubro de 2016

Dia Mundial de Combate ao Bullying

Pode acontecer a todas as crianças e como pais temos de estar atentos e muito alertas. Este ano, nos primeiros dias da nova escola, do novo ciclo, o meu filho queixou-se de um colega... ao início até eram amigos e depois o outro começou a disparatar. Escrevi uma nota à professora titular para estar atenta. Ela falou com os dois. O assunto ficou automaticamente resolvido. Penso que algumas questões, alguns dos casos mais simples, podem ser resolvidas se forem de início, se não se formar uma bola de neve de violência/silêncio/culpa/humilhação... Por isso é que fundamental falarmos com os nossos filhos, se os ouvirmos sem pressas, sem esperarmos respostas automáticas... O meu filho contou-me o que se estava a passar já Às escuras, no momento de mimo depois da história e antes de dormir... E eu acho que este é um momento privilegiado para estarmos com os nossos filhos, sem interrupções, sem distracções... só nós e eles a fecharmos o dia, com todas as tarefas e rotinas feitas e só nós e os nossos sentimentos. Mais informações, aqui no site da APAV.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!