Aquelas perguntas...

No carro. Eu com os dois mais novos a caminho de casa. (Faço sempre perguntas, conto do meu dia, quero saber tudo, tento ir direccionado e afunilando as perguntas para ser mais fácil para ele responder...)
- Então, Afonso, foi bom o teu dia? O que é que gostaste mais? A Ana contou uma história?
e diz ele com um ar curioso, olhando-me como se eu fosse totó;
- Oh, mãe! Porque é que perguntas sempre isso? Perguntas sempre.

E lá lhe explico que gosto de saber como é que ele passa o dia, que gosto de lhe contar o que comi, o que gostei mais, e que gosto de saber o que ele fez na escola... E lá faço novas perguntas e ele lá vai respondendo... Mas sempre um bocado desconfiado.

Comentários