30 de julho de 2015

A preparar a ida de férias#3

Lembram-se de quando eram solteiras e sem filhos? Organizar uma mala e sair para umas férias ou fim-de-semana era algo tão rápido que se podia quase decidir por impulso. Com crianças tudo muda. Mesmo assim prefiro organizar-me para duas semanas de férias do que para três dias, afinal, a tralha deles é quase a mesma.
  1. Faço uma lista para cada um dos elementos da família;
  2. Penso na lista por itens, geralmente por divisões da casa: 
    1. Cozinha (biberons, papas e afins…), este verão não precisamos de nada deste departamento para as crianças. Estão uns crescidos é o que é;
    2. Casa de banho ( Produtos de higiene e remédios - Levo sempre o ben-u-ron, o brufen, o biafine, a bomba de ventilan e a câmara expansora e os anti-histamínicos. As versões deles e as nossas).
    3. Quarto
      1. Roupas (Para as chamadas férias grandes levo muita roupa, dos miúdos, então, levo quase tudo. Deixo algumas mudas para quando regressarmos com a roupa suja. Ainda bem que estas férias grandes são no verão quando a roupa seca bem rápido.)
      2. Fatos de banho e saídas de praia (levo sempre calçoes de algodão para lhes vestir à saída da praia que é mais confortável que os fatos de banho com areia).
      3. Sandálias e ténis
      4. Um ou outro livro / Alguns brinquedos
      5. O boneco preferido (do Afonso) para dormir
      6. Os boletins de saúde e respectivos cartões do seguro
    4. Por último, do roupeiro do hall de entrada saem os sacos de praia com as braçadeiras, cremes protectores e repelente. Felizmente, todos os brinquedos de praia estão na casa do Algarve e são partilhados por todos os primos e não temos de andar com eles para a frente e para trás.
Quando os meus filhos nasceram comprei, para cada um, uma mala de viagem do Ikea, que foi a mala que usei para levar para a maternidade. No primeiro filho ainda andei a ver aquelas malas todas pipis e fofinhas, mas depois o meu marido, homem sempre prático e com bom senso, convenceu-me que era muito mais prático comprar estas malas do Ikea. E tinha razão. Do segundo filho, nem hesitei, e a pequena princesa também vai ganhar uma. E assim, cada um deles tem a sua mala onde levam tudo o que precisam. As malas têm boa arrumação interior e cabem nas cabines dos aviões. E eles já as conseguem transportar graças às rodinhas. Só vantagens.

Antes de ser mãe não era nada organizada, não fazia listas nenhumas, mas depois tive de começar a organizar-me. É tão irritante estar uma hora na fila da farmácia para comprar repelente quando deixámos uma embalagem nova em casa... Vamos ver se é este ano que levo tudo, sem deixar nada para trás. E é tão bom ver o carro cheio de malas, bicicletas, filhos e amor! Está quase... Mas escusado será dizer que me esqueço sempre de alguma coisa. É certinho...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!