25 de junho de 2015

Dia de emoções

Hoje é o dia da festa final da escolinha dos meus filhos. E se eu já me emociono sempre muito, grávida então nem se fala. E decidi começar logo o dia com um mimo especial para as educadoras e auxiliares, que encomendei na Martisses. Cada um dos meus filhos ofereceu um pequeno iman personalizado a agradecer o que fazem por eles. Estavam uma ternura e todas gostaram muito, mas houve um momento ainda mais especial. A auxiliar da sala do mais velho não estava no recreio porque estava na sala a acabar uns adereços para a festa. Lá fomos nós. E sabem que mais? Acabámos as duas a chorar abraçadas uma à outra. E quem começou primeiro foi ela, abraçada ao meu filho que também se emocionou. A J. é um doce de mulher. 50 anos e um amor, uma ternura, um brilho no olhar a falar com eles... e depois disse-me: oh, mãe, como eu não pude ter filhos tenho-os a eles como filhos do coração e é a eles que eu amo mais... E diz-se isto a uma grávida cheia de hormonas, e que mesmo quando não está grávida é de lágrima fácil? Agradeci-lhe muito por todo o amor que dá ao meu filho, porque de facto é um privilégio ter pessoas tão meigas e tão queridas na vida dos nossos filhos. A educadora também é um amor, mas a J. já faz mais o papel de avó, que é enchê-los de açúcar e de mimo.

6 comentários:

  1. Ora aqui está um assunto que me interessa! O ano passado o meu filhote deu bolachinhas da Word Cookies. Este ano queria variar... mas juro que estou sem ideias! Um íman! Quem sabe! Podemos ver foto? Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá. Fotos não tenho, que não quis tirar e revelar nomes e outros dados. Mas quem fez os imans foi a Martisses e é uma questão de lhe pedir o que deseja. Foi rápido, super simples e em conta. E os desenhos lindos.

      Eliminar
    2. Obrigada. Eu andei a ver no site mas não vi a parte dos ímans. Vou procurar melhor!

      Eliminar
    3. Envia mensagem no FB a dizer o que pedes e a Marta responde de imediato.

      Eliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!