11 de junho de 2015

De derreter o coração...

Eu: Não esburraches o teu irmão.
Filho mais velho: oh, mãe, mas eu amo tanto tanto o meu mano! Não consigo parar de o abraçar!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!